As Bruxas De Oz escrita por HatBox Ghost


Capítulo 4
capitulo 4 - A bruxa malvada.




Glinda pegou os três galhos pela manhã, e acordou as garotas, elas rumaram a um castelo abandonado, na floresta do Nunca-Mais.
         - Perai, - disse Sabrina. - então não estávamos seguras nessa floresta e você nós mandou para aqui da mesma forma?
        - Vocês são bruxas, tem que treinar a sua defesa.
       - As coisas estão cada vez mais estranhas – disse Alex cochichando.
      - Sabrina – sussurrou Maddie para a outra feiticeira – Onde é que está o Salém.
      - Não sei, ele sumiu, sem mais nem menos, procurei ele por todos os lados mas não encontrei, acho que ele deve estar por ai caçando.
      - Com Glinda por perto eu tomaria cuidado com tudo, - disse Alex –com essa cara de psicopata eu não duvido que haja veneno no bolso do vestido dela.
                                                                  -//-
    Então elas encontraram três macacos com azas, que ameaçaram voar em sua direção, Glinda sorriu, e jogou um dos galhos, então os macacos simplesmente explodiram em uma nuvem verde.
       - Pronto Mortinhos! – disse Glinda.
E as três garotas ficaram de boca aberta. Como alguém poderia ser tão vil e cruel a ponto de falar da morte, (mesmo que de 3 animais mutantes.) De uma forma tão mesquinha.
       - Vamos menina, é logo ali o castelo da Bruxa.
Era um castelo já quase em ruinas, caindo aos pedaços, haviam teias de aranha para todos os lados. Havia alguns anões cuidando o castelo, e tentaram atacar Glinda gritando:
       ‘’A Bruxa Má, A Bruxa Má está nós atacando, maldita bruxa má, maldita bruxa malvada do sul! Matem a Bruxa, matem a bruxa.’’
   Glinda, mandou que as garotas entrassem no castelo e encontrassem a bruxa malvada, Elphabá, enquanto ela lutava contra os anões com os galhos ainda restantes.
                        -//-
Elas adentraram ao castelo era tudo tão sombrio, tinha teias de aranha por todos os lados
Era bastante complicado achar Elphabá ali, pois quase não havia nada de luz lá. Mas de repente... Apareceu uma luz, e várias velas se acenderam em candelabros, e lá no fundo numa escada, estava uma mulher com pele verde, um narigão, verrugas pela pele, um vestido negro, sapatos estilo bota cano alto e negras, e um chapéu grande com ponta (de bruxa.)
          - Você é a Bruxa Malvada! – Gritou Sabrina.
          - Ah, é isso que ela disse a vocês – disse Elphabá, se sentando em uma cadeirinha, então pegou um cigarro, e deu uma tragada – Bruxa Malvada do Oeste, se querem saber, ela é a Bruxa Má, Glinda matou meu pai...
          - Quer dizer que ela fez isso? – perguntou Maddie.
          - Por que vamos acreditar nela? Ela não tem como provar – disse Alex.
          - Eu não estou pedindo para vocês acreditarem, faça o que Glinda pediu de uma vez, me matem, matem a ‘’Bruxa Malvada’’ e deixem Glinda sobre todo o poder de Oz.
          - Ela quer todo o poder de Oz?
          - Ela se uniu a Bruxa do Leste, Evanora, mas é bastante provável que ela mate ela também e nós tome todo o poder para si.
          - Não tem uma do Norte? – Perguntou Sabrina
          - Tinha mas agora, ela está morta... caiu dura como pedra...Na verdade pode estar viva, mas Glinda a transformou em uma pedra.
                                                                         -//-
Glinda estão chegou ao castelo, bem aonde elas estavam, com Evanora, Evanora era jovem usava uma espécie de enfeite de penas no cabelo, suas roupas eram verdes, seus cabelos morenos, e tinha um olhar azul gélido, congelante...
          Glinda então sorriu e disse:
— Matem a Elphabá meninas.
— Não – disse Sabrina – não a mataremos.
Então Glinda ergueu um galho para o alto o ultimo que sobrará e gritou:
— Então todas vocês vão morrer.
Então quando ela finalmente foi jogar o galho, Sabrina, Alex e Maddie deram então a mão a Elphabá, e gritaram um feitiço que jogou Glinda para trás, Sabrina correu, e pegou o galho da mão de Glinda.
 - Agora você está indefesa Glinda – disse Maddie – sem o galho.
— E agora, são quatro contra uma – disse Alex.
As duas bruxas, Evanora e Glinda então sumiram.
— Você está bem?  - perguntou Sabrina a Elphabá.
— Sim, mas ela pegou seu gato o Salém, se ela der uma poção de domínio a ele será muito perigoso.
— Como você sabe disso? – perguntou Sabrina
— Por que eu tenho uma bola de cristal lá em cima... Salém não é só um gato, e também não é só um bruxo, ele é um Deus, é Loki o deus da trapaça Sabrina.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "As Bruxas De Oz" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.