Tinder escrita por Rafa Borges


Capítulo 3
Sentimentos de uma colegial virgem idiota


Notas iniciais do capítulo

Olha só que já voltou?? Huhsauhsuah

Com um capítulo de tamanho decente? Não. u///u Mas, ainda é um capítulo! o/

E eu prometo q o próximo será muito maior!!!

Obrigada a misspinns q comentou! VOU TE APERTAR!!!!

Sem mais delongas

Boa leitura!



Hinata encarava o celular na sua mesinha de centro, sentada no sofá.

Ela não acreditava que tinha um aplicativo de relacionamento instalado em seu celular há três semanas. E acreditava menos ainda que tinha aceitado a ideia de Ino e ido adiante com aquela sandice da loira. E o mais importante: a loucura estava dando certo.

Nos primeiros dias, a Hyuuga estava cética. Depois de uma brincadeira em que suas amigas pegaram seu telefone e deram “Match!” em alguns caras classificados como “gostosos pra caralho” por elas, e a morena receber um número considerável de mensagens simpática – algumas machistas e sexistas que ela ignorara -, a incredulidade se diluiu e a mulher teve esperanças ao decidir responder algumas delas.

Com a maioria dos caras a conversa não se desenvolveu muito bem, então Hinata logo os descartou. Com outros dois – suas amigas realmente tinham marcado muitos caras – evoluíram para um clima de amizade, não havia qualquer tensão sexual entre eles; sendo assim resolveram apenas manter os papos para discussão dos gostos em comum para filmes e livros.

Agora, o problema de ela estar escarando o celular era o único cara com quem o diálogo tinha evoluído para o cunho mais romântico. E o maldito, por quem a morena já tinha percebido estar gostando dele em menos de um mês, tinha a chamado pra sair.

Quando ele mandara a mensagem, Hinata fechou o aplicativo na hora, o deixando sem resposta por mais tempo do que deveria. A Hyuuga encarava o celular há exatas duas horas e sete minutos. Se sentia uma colegial virgem idiota.

Ela não era daquele jeito. Tudo bem, que tinha a natureza tímida, mas, estava sendo demais até pra ela.

—Já chega! – exclamou e pegou o aparelho com urgência.

Teclou durante alguns segundos apenas. Hinata sorriu e soltou o celular ao seu lado. Exibia uma satisfação como se tivesse tirado um peso enorme das costas.

Na tela, as mensagens mandadas por ela tinham acabado de ser visualizadas.

“Topo sim.

Quando e onde? =)”



Notas finais do capítulo

E então? Vão me matar? Espero q não...

Nhá, gostei da Hina toda nervosinha por causa de uma troca de mensagens! Lembra até o primeiro crush! HUhsauhsuhau

Comentem pra eu saber oq estão achandooo!

Bjos e xeros! =)



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Tinder" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.