Mar escrita por Camélia Bardon


Capítulo 25
"Aqueles que andam retamente entrarão na paz; acharão descanso na morte"


Notas iniciais do capítulo

alô amigos da rede Glob-
Oi! Hoje o capítulo é um bocadinho triste, mas vocês já sobreviveram por piores aqui. (chega uma hora que a frieza do autor é intimidante KKKKK)
Os eventos correspondem ao T1:E6, o título vem de Isaías 57:2 e a palavra do dia 26 é "alcantilada". Boa leitura!



Ao passo em que Anne encontrava-se no ápice da felicidade, Marilla sentia-se beirada a uma alcantilada. Já participara de inúmeros séquitos fúnebres, mas nenhum – após o de Michael – com tanto peso psicológico quanto o de John Blythe.

Sabia que John encontrava-se doente, mas tinha esperanças. E estas foram-lhe moídas de uma só vez.

Matthew apertou-lhe a mão em consolo, e Marilla esforçou-se para segurar as lágrimas enquanto o padre discursava. Naquela noite, chorou com a única carta que John lhe escrevera.

— Marilla, você nunca quis se casar? — indagou Anne.

— Certa vez achei que sim, mas não foi possível.

Suspirou, esmorecida.



Notas finais do capítulo

That's all, folks. Bateu a bad aí? EHEHEHEH até amanhã, amores ♡



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Mar" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.