Homem , mito e magia escrita por Nursedreamy


Capítulo 5
Parte 5




Hades et Perséfone 

Na Antiga Grécia , 
havia um deus 
mui sombrio e 
mui soturno . 

Seu nome era
Hades e ele 
era o rei do 
submundo . 

Mas , ele era 
sozinho . 
Mui sozinho,
sem esposa . 

Então , seu 
irmão Zeus 
ajudou o a 
arrumar esposa . 

Usando um jacinto
como isca , a jovem 
Perséfone , filha de Deméter
fora raptada aos infernos . 

Aparentemente, o 
problema de casamento
fora resolvido . 
Só que não . 

Deméter procurou 
sua filha feito uma louca . 
No 12° de procura , o 
sol lhe contou tudo . 

Deméter foi queixar-se,
então ,  com Zeus . 
Fazendo mil e uma 
reclamações .  

Para resolver esse 
imbróglio , Zeus 
determinou uma 
coisa mui importante . 

Metade do ano , 
Perséfone fica com a mãe . 
E a outra metade , ela 
fica no inferno . 

A primavera marca
a saída de Persérfone 
do inferno . E o outono 
é o seu retorno a casa . 

Hades e Perséfone . 
Então , estão rei 
e rainha dos infernos . 
Sempre , sempre , sempre . 

Ninguém questiona . 
Ninguém reclama . 
Simplesmente é 
e continua sendo . 

Outra poesia de fadas 

Fadas , 
fadinhas , 
fadões . 

Algumas travessas,
outras sérias e 
muitas alegres . 

Dançando , 
cantando 
e rindo . 

As flores 
são suas
moradas . 

Use violetas
e você vai 
chamá-las . 

Fadas , 
fadinhas , 
fadões 

Seu voo é 
é rápido ,
incessante . 

São invisíveis 
mas não são
totalmente ocultáveis . 


Fadas , 
fadinhas , 
fadões . 

Quero vê-las . 
Quero falar com elas . 
Quero dançar com elas . 

Fadas , 
fadinhas , 
fadões . 

Para sempre 
no meu coração, 
vocês vão morar . 

Admirável mundo bruto novo 

Lá vem o mundo , 
em pleno século 21 . 
Meus Deuses , 
quanta brutalidade ! 

Homens sem romantismo , 
mulheres sem compaixão . 
Crianças sem esperança , 
adolescentes vazios . 

Pessoas se digladiando
por políticos . 
Enquanto os políticos
só enchendo os bolsos . 

Pessoas pregando 
a morte aos bandidos . 
Mas , tudo muda se 
o bandido é da família . 

Pessoas com vergonha
dos loucos da família . 
Mas , sem vergonha de
serem fascistas . 

Pessoas pregando 
a monogamia . 
Mas , traindo seus 
parceiros por baixo dos panos . 

Pessoas se dizendo 
religiosas e cheias de fé  . 
Mas , cuspindo o 
ódio por suas bocas asquerosas . 

Pessoas fazendo da fé um mercado . 
Políticos larápios . 
Falsos moralistas . 
Odiadores da verdade . 

Admirável mundo
bruto novo . 
Tão bruto quanto
a bruta pedra . 

Admirável mundo
bruto novo . 
Tão duro quanto
um cabeça dura . 

Sangue nas calçadas . 
Ódio nos corações . 
Frio nas mãos . 
Tristeza no olhar . 

Meu Pai e Minha 
Mãe , por que o 
mundo continua
tão bruto ? 

Vou cantar o amor 

Vou cantar sobre
o amor antes que
ele se refugie 
debaixo das camas . 

Vou cantar o amor
porque o romantismo
está na UTI e vai 
morrendo lentamente . 

Vou falar de amor 
porque o ódio se
propagou pelas 
redes sociais . 

Vou gritar o amor
porque se eu não me
declarar não tem como
saber se vou ser correspondida . 

Vou cantar o amor 
porque as pessoas 
parecem se estar se
esquecendo dele . 

Vou discursar sobre
o amor porque muita
gente está deturpando
o verdadeiro amor . 

Vou ser uma vassala
do amor , custe o que
custe . Ainda que o ódio 
tente o meu coração . 





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Homem , mito e magia" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.