Love Will Find A Way escrita por avause


Capítulo 7
Capítulo 7 - Winter Passing




Laura POV

Só de pensar na foto de Taylor com sua nova amiguinha meu estomago já embrulhava. Fiquei alguns dias sem ver Taylor nos sets e já comecei a imaginar o pior, mas a loira precisou viajar para resolver um assunto de família e a Natasha confirmou que a mãe dela ia precisar de ajuda. Fiquei aliviada. Não estava sendo fácil tendo que ter essa ausência da loira nos sets e na minha vida.

Dois dias depois a loira retornou aos sets e gravaríamos uma cena no refeitório até Uzo, Laverne e outras atrizes estariam nessa cena. Nossas personagens estavam se reconectando e na vida pessoal também. Taylor teria que entrelaçar nossos dedos e logo em seguida olharíamos para o seu gesto e voltaríamos a encontrar nossos olhares. Dei um sorriso tímido e ela correspondeu.

Eu queria que ela correspondesse por meio de um gesto similar fora das câmeras, que não tivesse uma pedra de gelo no lugar do coração. Terminamos nossa cena e Taylor saiu em disparada para o seu camarim. Dani Brooks foi a babá da vez, peguei minha filha com ela e fui para o meu camarim pegar minha bolsa e as coisas de Ella. Tiraria os últimos vestígios de Alex Vause em casa. Coloquei Ella na cadeirinha de bebê que estava no banco de trás do passageiro e apertei todas as fivelas possíveis da cadeirinha para que ela ficasse confortável e segura.

Entrei no carro e dei a partida, dirigi até meu apartamento e estacionei o carro. Peguei Ella, a minha e sua bolsa e entrei no elevador. Apertei o número de meu apartamento e aguardamos um pouco. O elevador parou no nosso andar e sai rumo a nossa porta, coloquei a chave na fechadura e girei-as. Dei um primeiro passo e acendi as luzes da sala. Encostei a porta e fechei-a com a chave. Coloquei minha bolsa no canto do sofá e fui com Ella para o banheiro para banha-la. Dei um banho em minha filha, vesti-a e a coloquei no carrinho de bebê para que pudesse ficar de olho nela enquanto tomava o meu banho. Enquanto me ensaboava, vi Ella batendo os bracinhos na lateral como se quisesse voar.

“Filha, você está muito agitada. Tá querendo brincar? Depois que você comer sua papinha podemos brincar um pouco.” – Comentei. Ella pareceu se acalmar com o som da minha voz, me olhou e deu um sorriso.  Continuei a conversar com minha filha como se ela pudesse responder as minhas perguntas ou entender o que eu estava falando. “Ella, seu pai não presta, aquele cafajeste e sem vergonha. Foi melhor assim. Eu achava que ele valia a pena, mas me enganei. Espero que as coisas se endireitem entre mim e Taylor, você vai gostar dela.” – Outro sorriso da garotinha. Enxaguei meu cabelo.  – “Você a conheceu outro dia enquanto estava no colo da tia Yael, você se lembra disso? Claro que lembra, não é mesmo? A Taylor é uma loira de olhos azuis e sua mãe aqui ama aquela doida de uma maneira que você não pode nem imaginar. Amo vocês duas da mesma maneira.” – Vesti o meu pijama e fui empurrando o carrinho até a cozinha para preparar alguma coisa para nós. Para Ella seria uma papinha e ainda não sabia o que preparar para mim. Preparei a papinha e comecei a oferecer para Ella. “Mais sabe de uma coisa filha? Eu te amo tanto e você foi uma coisa boa que me aconteceu, mas eu magoei a Taylor quando resolvi conhecer o seu pai um pouco melhor. Agora a Taylor tem uma pedra de gelo no lugar do coração, que está mais para um iceberg, tudo porque eu feri seus sentimentos por mim. Sim, Ella, eu sei que é minha culpa e eu vou resolver isso.” – Ofereci mais papinha e Ella aceitou. – “Você acha que eu devo ficar com Taylor?” – A garotinha em minha frente fez um barulho e sorriu. - “Vou considerar isso como um sim.” – Sorri e lhe dei um beijo em sua bochecha rosada.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Love Will Find A Way" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.