All I Need escrita por JTLYNCH


Capítulo 66
Capitulo 66


Notas iniciais do capítulo

ULTIMO DE HOJE...



Sinto beijos, lambidas, tudo ao mesmo tempo, começo a rir muito e abro os olhos vendo meu marido e mike

—bom dia amor da minha vida-diz peeta me beijando e eu sorrio

—bom dia amor da minha vida-digo e ele sorri mais

—você é a melhor esposa do mundo e eu te amo muito-diz e eu o beijo apaixonadamente

—você é o melhor marido do mundo todo e eu te amo

—eu amei ontem, foi o melhor aniversario de todos-diz, rio e ele me beija de novo, mike começa a latir e pular na cama, nos rimos-é serio amor obrigada, muito obrigada-diz e rio mais

—você mereceu tudo e mais ainda

—nada poderia ser melhor do que tudo aquilo, será que posso voltar no tempo pra viver aquele dia de novo

—infelizmente não-digo e ele faz beiço, eu sorrio e o beijo-outros aniversários viram

—eu sei, mais falta 1 ano-reclama

—mais é uma espera recompensada-digo passando meu braços por seu pescoço

—e como-diz me beijando de novo-quero te recompensar

—não precisa, você já faz tudo-digo e ele nega

—ontem foi incrível, de noite então, você me impressionou-diz e rio-quero fazer algo pra você, o que você quer ?-diz e penso

—e se fossemos pro cinema, não vamos á muito tempo-digo e ele sorri

—tudo que quiser-diz me beija, mike apronta e lambe nosso rosto, nos separamos rindo-alguém quer atenção não é ? -diz peeta pegando mike que o lambe

—temos que cuidar dele, ne mike-digo sentando na cama e chegando perto, ele me lambe e peeta sorri

—precisamos ser rápidos, temos pouco tempo, e eu quero tomar um banho muito longo com você-diz agarrando minha cintura e rio o beijando

Começamos a cuidar de mike, limpamos seu curativo e damos os remédios

—você segura e eu dou-digo e peeta concorda, mais é difícil, mike começa a correr pelo quarto e tentamos pega-lo, o danado não quer tomar o remédio e ele é rápido

—e agora ?-pergunta peeta ofegante como eu

—eu vou colocar a ração dele, quando ele for comer você agarra

—ta amor-diz peeta se preparando, coloco a ração em um pote e quando ele se aproxima, peeta vai pega-lo e ele tenta fugir mais nos cercamos ele, nos aproximamos devagar e ele passa de baixo da minha perna, bufo frustrada e começamos a correr de novo, ate que ele pega o cadarço do tênis de peeta e arrasta pelo quarto e peeta consegue pega-lo

—isso amor-digo o beijando e ele segura a boca de mike, coloco o remédio e peeta solta ele

—já fizemos exercício matinal

—com certeza-digo ainda ofegante

Peeta me pega no colo e me leva pro banheiro, o banho foi reduzido por causa de mike, nos trocamos rápido, pego meu material e peeta sua pasta, colocamos comida, agua e nos despedimos de mike

—tchau querido-digo o beijando

—tchau mike-diz peeta afagando sua cabeça temos que sair rápido porque ele quer vir conosco e fica com uma cara triste - que dó-diz peeta triste enquanto andamos pro estacionamento

—nada de dó peeta, temos que sair e já voltamos-digo firme mais querendo voltar

—mais ele ficou tão triste

—mas já vamos voltar-digo, ele concorda e abre a porta pra mim, eu entro e ele me beija, da a volta e me beija de novo, eu sorrio e ele também colocamos os cintos e peeta começa a dirigir

—acha que ele vai ficar bem ?

—não sei-digo preocupada-e se ele se machucar ?

—ou ficar com fome ?

—ou sede ?

—melhor levarmos ele

—mais aonde, você tem que trabalhar e eu que estudar

—ta são apenas quatro horas, a gente aguenta ne-diz mais esta nervoso

—é tem razão-digo e pego sua mão apertando forte

 Chegamos na metade do caminho e nos olhamos

—desistiu ?

—sim-digo, rimos peeta da a volta e estaciona de frente pro hotel

—já volto amor-diz me beijando e sai do carro, espero ansiosa e ele volta com mike animado em suas mãos e eu pego

—oi querido, senti saudade

—não conseguimos deixar você sozinho-dizemos carinhosos e ele nos lambe fazendo no rirmos

—algum dia vamos ter que deixa-lo

—eu sei-diz peeta dirigindo e fico brincando com mike, ele é tão fofo -o que vamos fazer ?

—não sei, talvez posso ficar com ele na sala

—acho melhor não, é sua primeira semana e já vai levar um cachorro-diz peeta e rio, sei que tem razão

—pode leva-lo pro trabalho ?

—claro amor

—ele vai te atrapalhar ?-questiono preocupada

—claro que não, eu tranco a sala-diz peeta estacionando na frente da minha faculdade

—se ele causar confusão, eu trago ele comigo ta papai-digo e ele me olha com os olhos brilhando

—se eu sou papai você é a mamãe-diz peeta agarrando minha cintura e rio o beijando

 Mike fica nos lambendo e não sabemos se nos beijamos ou rimos, peeta sai do carro da a volta, pego minha mochila, ele abre a porta pra mim, me beija e pega mike de meus braços

—tchau amor, tchau mike

—tchau mamãe-diz peeta e rio, lhe dou mais um beijo e entro na escola, corro pra minha sala e sento na mesa.

Tento prestar atenção na aula, mais meus pensamentos estão em peeta e mike, como será que estão ?



Notas finais do capítulo

—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "All I Need" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.