All I Need escrita por JTLYNCH


Capítulo 30
Capitulo 30


Notas iniciais do capítulo

OI GENTE, CAPÍTULOS NOVOS...



O que posso fazer pro peeta penso?

—podia dar uma corrente de ouro?-sugere clove

—peeta não gosta que eu gaste dinheiro com ele com coisas fúteis

—que tal uma coisa mais...-diz cinna

—o que não, não -digo assustada e ele ri -só quero que seja alguma coisa especial que peeta goste e que ele não negue

—mais o que pode ser-diz clove andando de um lado pro outro na sala de musica, enquanto cinna esta esparramado do meu lado no banco, clove para de repente-tenho a ideia perfeita

—o que? -digo ansiosa

—e se você cantasse pra ele-diz e cinna levanta do banco num pulo

—isso seria demais!-diz animado

—não-digo me levantando –não, eu tenho vergonha

—katniss-diz cinna-você tem uma linda voz

—mais eu não consigo

—pensa como ele ficaria feliz-diz clove, penso em peeta sorrindo e em como amo vê-lo assim

—quando?-digo e eles começam a pular

—que tal no jogo da faculdade do finnick?-diz e nego

—não, tem muita gente

—mais é perfeito, o peeta vai jogar no começo com finnick pra treinar, ele nem vai sonhar com isso

—não, isso é demais

—katniss pensa um pouco, em tudo que peeta faz pra te ver feliz

—com tanto esforço-diz clove e suspiro

—ta-digo e eles começam a pular

—temos quanto tempo-diz cinna

—dois dias-diz clove e cinna se espanta

—dois dias, meu deus

—posso cantar uma musica que eu já conheça

—temos que ver isso-diz e ouvimos o sinal-venha amanha e vamos treinar, eu vou escolher a musica

—ta cinna-digo pegando minha mochila e puxando clove, saindo da escola

—vai ser tão romântico-diz clove

—estou nervosa

—olhe pro peeta, só pra ele e tudo vai dar certo

—ta-digo suspirando nervosa-tchau clove

—tchau-diz acenando animada

Eu entro no carro que começa a andar, meu deus como pude concordar com isso, eu vou passar vergonha e todos vão rir de mim, não posso fazer isso.

 O carro chega e desço indo ate a porta e entrando ate a sala de jantar, onde eles estão almoçando.

Sento no meu lugar e olho pra comida

—katniss tudo bem?-pergunta finnick no meu ouvido

—sim-digo desanimada

—tem certeza?

—sim-digo voltando minha atenção pra minha comida

 Quando termino e subo pro quarto, deito na cama –suspiro- o que posso fazer? eu não vou cantar na frente de um monte de pessoas olhando pra mim, vou desmaiar ou entrar em pânico, não posso fazer isso.

 Abraço meu travesseiro e fico olhando pro nada, sou uma péssima namorada, como peeta pode ficar comigo, ele sempre faz tudo por mim e eu nada, sou uma inútil.  Fico, não sei quanto tempo, olhando pra parede, ouço o telefone tocar varias vezes ate eu cansar e ir atender

—alo

—oi amor-diz peeta todo carinhoso-porque não veio?

—eu fiquei desanimada

—porque?

—nada de importante

—não diga isso, se prejudicou você é porque é importante-diz e acabo sorrindo

—nada de mais

—você ta doente?

—não

—katniss, se você não me disser o que aconteceu, eu vou ai ver você

—peeta não se preocupe

—como não?

—ta-digo vencida-eu queria fazer algo pra você

—o  que, porque?

—porque você sempre faz tudo pra mim e eu não faço nada

—amor, eu nunca disse que você precisa fazer algo pra mim

—eu sei, mais eu quero

—e porque você ficou chateada?

—clove deu a ideia de cantar pra você no jogo

—isso é ótimo-diz animado

—mais eu não consigo, e se eu desmaiar, ou gaguejar, não consigo com todas aquelas pessoas olhando pra mim

—você tem medo de palco?

—sim

—eu não quero que faça as coisas por obrigação

—não é por obrigação, é porque te amo

—eu também te amo amor-diz amoroso aquecendo meu coração-porque você não fica comigo ate o final, e canta só pra mim quando o jogo acabar

—você não se importa de eu não fazer isso publicamente?

—é claro que não, o importante é ver minha namorada cantando pra mim, o que eu vou amar com certeza-diz e sorrio

—obrigada amor, não sabe como estava me sentindo uma inútil.

—nunca diga isso, você é a coisa mais preciosa da minha vida, isso te torna a peça mais importante pra mim

—você também-digo sorrindo

—você vai vir?

—vou, chego em 20 minutos

—te espero amor

—tchau te amo

—te amo-diz e desligo levanto da cama muito melhor

 Meu namorado é perfeito demais

 Vou pro banheiro e tomo um banho rápido, coloco uma blusa branca, uma calça jeans azul, uma jaqueta rosa de couro e um tênis. Deixo meus cabelos como ondas, passo maquiagem, desço as escadas correndo ate a saída.

 Pego um taxi e quando chego vou direto pra cozinha

—oi gente-digo, eles retribuem e vou ate meu namorado o abraçando ele sorri

—oi amor, esta tão linda

—oi, estava morrendo de saudade

—eu também-diz me beijando

—tem certeza que não tem problema sobre...

—absoluta

—você é incrível-digo lhe beijando

—meu deus, vocês sabem que estamos aqui ne-diz a branquinha de cabelo enrolado, chamada Michele

—sabemos sim, mais nem parece que tem alguém quando estou com minha namorada-diz peeta, sorrio, os outros fazem corações e rimos

—falta muito pra dar seu horário?

—infelizmente sim-diz e fico triste-mais você pode ficar lendo, que eu vou levar pão de queijo-diz e sorrio lhe beijando mais

—vou esperar-digo cobrando e ele ri, eu saio da cozinha, sento na área de leitura e pego o livro que ainda não terminei.

Não da nem dez minutos e sinto beijos no meu pescoço, rio, olhando pra peeta que sorri pra mim, ele estende um prato de pães de queijo que eu pego sorrindo, lhe dou um beijo de agradecimento

—eu vi o que você fez

—o que?-diz se fingindo de confuso

—fez minha lição

—eu sei, desculpa

—desculpa, você me livrou, mais não é certo deixar você fazer isso pra mim-digo e ele pega minha cintura

—mais eu amo fazer as coisas pra você

—eu sei, mais é por isso que fiquei triste hoje, você é tão prestativo.

—e você também

—como?-questiono comendo um pão de queijo

—você é estudiosa, e que eu saiba a melhor aluna da sala que tira as melhores notas, não gosta de faltar e sempre cumpri seus compromissos, e  muito mais coisas, como ser a melhor namorada do mundo pra mim, isso é coisa de uma pessoa prestativa e muita gata-diz e rio

—muito é?

—muito mesmo-diz e agarro seu pescoço lhe dando um beijo muito, muito bom como todos

—uau esse beijo foi...-diz me beijando de novo, quando ficamos ofegantes ele se separa-tenho que trabalhar

—eu sei-digo triste

—eu tenho algumas entregas pra fazer hoje

—alguma na casa da madge?-digo brava

—uma-diz respiro fundo

—ta eu vou me controlar, eu vou

—nada vai acontecer-diz me dando mais um beijo -eu já vou, porque quanto mais rápido eu terminar, mais rápido eu volto-diz sorrindo

—então vai logo-digo divertida, ele sorri e sai –suspiro- se a madge continuar com isso vou acabar cortando aquilo que ela chama de cabelo, a se vou.

Volto minha atenção pro meu livro e meus pães de queijo



Notas finais do capítulo

—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "All I Need" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.