All I Need escrita por JTLYNCH


Capítulo 18
Capitulo 18




Peeta acaba de fechar a porta da padaria e ele não solta minha mão de jeito nenhum, uma corrente fria passa por nos e ele me cobre com seu casaco, eu agradeço com um beijo, como eu posso cansar disso, eu não sei, andamos de mãos dadas pelas ruas

—quer voltar pra casa-pergunta e nego-pode ficar na minha

—eu não sei

—no quarto da prim-pede sorrindo, como posso negar isso

—tudo bem, só por hoje-digo sorrindo e ele sorri passando o braço por minha cintura e vamos em direção ao taxi, peeta me abraçou e não me soltou em nenhum momento, quando chegamos entramos devagar e em silencio, subimos a escada, peeta abre a porta de prim e ela esta dormindo, ele vai acordar ela mais o impeço -não peeta, ela esta dormindo

—quer dormir no meu quarto-pergunta e assinto, vamos pro quarto e peeta e o analiso, é tudo bem organizado, o que me fascina são as pinturas na parede, e muitos livros, uma cama de solteiro e um armário branco combinando com a cor branca da parede

—branco-questiono

—a mistura de todas as cores juntas, da branco-diz e concordo ele fecha a porta devagar e vem ate mim e me da um beijo, eu sorrio assim como ele-quer uma blusa minha

—não, tudo bem, vou dormir assim-digo e ele concorda

—dorme na cama que eu durmo no chão-diz e nego

—não, você vai ficar com dor nas costas

—tudo bem kat, é só por uma noite -diz e agarra minha cintura -e é pra minha namorada, tem motivo melhor

—amo quando diz isso

—o que, namorada-diz me beijando

—isso mesmo namorado

—também amo quando diz isso-diz me beijando mais, ate pararmos-melhor escovarmos o dente, tenho uma escova reserva-diz indo pegar na gaveta e me entrega, ele me puxa pro banheiro e começamos a escovar o dente, peeta tenta ficar na frente, mais eu fico na sua frente pra irrita-lo, então ele fica fazendo caretas, eu rio e faço também.

        tudo ia bem, ate ele me dar um beijo de pasta de dente na bochecha, eu lavei minha boca e ele também, quando ele ia me beijar eu me afasto

—porque não

—por isso-digo mostrando o lugar em que ele me beijou

—foi só um beijo-diz brincalhão mais nego

—não, sem beijo-digo saindo do banheiro brava e arrumando o lençol pra mim deitar, ele me agarra na cintura

—vai só um-implora no meu ouvido

—não, já disse não-digo me soltando dele e ele tenta me beijar mais desvio, corro pro banheiro fechando a porta

—a vai kat, abre a porta

—você vai parar

—vou-diz mais sei que ele esta mentindo olho pra pia vendo a pasta de dente e tenho uma ideia,pego um pouco e coloco nos meus dedos-vai kat abre

—ta eu vou abrir-digo abrindo a porta e ele me empurra pra parede me deixando presa e me beija, aproveito e passo a pasta no seu cabelo ele me olha chocado

—você não fez isso

—eu fiz sim-digo e corro pro quarto e entro embaixo das cobertas na cama, sinto peeta em cima de mim

—katniss

—não

—katniss-diz bravo e abaixo a coberta dando um lindo sorriso, encontrando um peeta com cara de bravo

—o que foi namorado

—você passou pasta de dente no meu cabelo

—não

—katniss

—talvez  um pouco-digo sorrindo mais-nao passa no meu peeta, eu não tenho roupa,  nem nada pra tomar banho por favor-imploro

—tudo bem

—serio-digo e ele concorda

—mais eu quero um beijo-diz e o beijo demoradamente, ate sentir algo em meu cabelo me separo dele e coloco a mão sentindo a textura da pasta de dente

—peeta mellark-digo brava e ele corre e se tranca no banheiro, eu espero mais ouço o barulho do chuveiro, droga , sento na cama e acabo encostando estou tão cansada que durmo

\\\\\\\\  \\\\  \\\\\\\

POV PEETA

Após me trancar no banheiro depois de correr da katniss, tomo um banho, essa pasta de dente, endureceu meu cabelo, imagina o de katniss, bom ela começou, termino com muita dificuldade de lavar meu cabelo e saio do banho.

         abro a porta lentamente pronto pra receber gritos e tapas, mais encontro katniss dormindo torta na cama, sorrio e vou ate ela e a arrumo na cama, visto minha roupa e volto a ficar ao seu lado, sento na cama e a cubro, fico vendo ela dormir tão linda, como poderia pensar que ela estar comigo aqui, e que seria minha namorada, eu realmente pensei que ela desistiria e iria embora, assim como as outras garotas, mais quando ela disse que estava apaixonada como eu, foi o momento mais feliz da minha vida.

              katniss é minha e por mim vai continuar sendo pro resto da vida, olho pro relógio e arregalo os olhos, deixo um beijo da sua bochecha e arrumo vários cobertores juntos e deito no chão dormindo tendo ótimos sonhos

      acordo e abro meus olhos vendo katniss ainda dormindo, fica tão linda dormindo, mais tenho que acorda-la pra tirar essa pasta de dente do cabelo, isso é tortura, penso em um jeito de acorda-la em que ela não me mate,  deito ao seu lado ficando de frente pra ela e acaricio seu rosto e vejo que ela esta despertando, me aproximo a beijando isso é como respirar pra mim, é necessário, como se o mundo não fosse girar, se eu não a beijasse ou ficasse com ela todo tempo, ela começa a corresponder ao meu beijo, mais depois me empurra

—bom dia namorada-digo sorrindo e ela me olha brava

—você passou pasta no meu cabelo

—você começou

—mais eu não tenho roupa pra tomar banho

—pego uma com a prim-digo mais ela ainda fica brava -a vai amor não fica brava comigo no nosso segundo dia como namorados-digo e ela acaba dando um sorriso

—eu ainda estou brava, mais eu perdoo pelo jeito que você me chamou

—o que amor-digo e ela fica corada, amo fazer isso

—isso mesmo

—vou te chamar assim toda hora

—eu vou amar

—serio-digo e ela confirma-então podemos..-digo indo a beijar, mais ela me afasta e levanta da cama

—vai pegar a roupa com a prim

—amor

—agora-diz brava, levanto a contra gosto indo ate o quarto de prim, quando bato na porta ela sorri pra mim já vestida pra escola

—bom dia peeta

—bom dia irmãzinha-digo a abraçando

—precisa de algo

—sim, mais não é pra mim é pra katniss

—o que tem a katniss

—ela esta aqui-digo e ela sorri

—serio tão cedo

—na verdade ela dormiu aqui-digo e ela me olha chocada-não, não é o que esta pensando

—ai que bom-suspira

—ela disse que esta apaixonada por mim

—serio-diz animada-eu  sabia

—bom então ontem eu a pedi em namoro-digo e seu sorriso se ilumina

—ela aceitou-pergunta ansiosa

—sim-digo sorrindo e ela sorri pra mim

—isso é  ótimo peeta-diz me abraçando

— eu sei mais ela precisa de uma roupa sua pra tomar banho

—tudo bem, eu cuido disso-diz e lhe dou um beijo na testa

—obrigada irmãzinha-digo e ela sorri e saio do quarto indo ate o andar de baixo, preciso fazer o café da manha pra katniss, mais o que, pão de queijo, ela ama, começo a fazer a massa do pão e uns croissants, quando termino ponho pra assar, o que mais, acho que posso fazer um bolo

   faço uma massa de red velvet e ponho pra assar,  começo a fazer uma vitamina de maracujá e uma salada de frutas, vejo meu pai trazendo minha mãe em seus braços, ela ainda esta fraca com a medicação

—o que você esta fazendo-pergunta confusa

—café da manha

—precisa fazer vitamina as 7;00 da manha

—preciso sim-digo sorrindo

—ta peeta -diz meu pai-acho melhor olhar o forno, os pães estão prontos

—obrigada pai-digo e ele leva minha mãe pra sala, abro o forno e vejo que os pães estão realmente prontos, tiro e coloco num prato, coloco na mesa de café da manha, coloco a salada de frutas e a vitamina, resolvo fazer panquecas com calda de caramelo, as favoritas de prim, eu  faço uma vez na semana, eu cuido do café da manha, antes do trabalho e do almoço  as vezes, e meu pai da janta porque eu janto no trabalho, é mais fácil pra mim já que passo a maior parte do tempo lá, e a outra estudando.

           quando termino as panquecas coloco na mesa, confiro o bolo e já esta pronto, espero esfriar, enquanto faço uma calda de chocolate branco, desenformo e jogo em cima, quando termino ponho na mesa e pratos, copos e talheres, katniss ainda não desceu,  estranho

—peeta quantas pessoas vem comer café da manha-diz minha mãe quando meu pai a põe na cadeira e senta ao seu lado

—bom nos, e mais alguém-digo sorrindo

—quem-questiona meu pai e ouço passos na escada e vejo katniss perfeita como sempre com seus cabelos soltos lindos, uma blusa branca e uma saia azul, que eu achei curta demais e tênis ela vem ate mim e a beijo, olho pros meus pais-minha namorada-eles sorriem

—aaa então é oficial agora-diz minha mãe divertida

—sim-diz katniss sorrindo envergonhada

—não eram apenas amigos-diz meu pai brincando

—o peeta que começou-diz e faço cara de inocente

—eu não você começou

—como eu comecei

—existindo-digo e ela sorri, puxo a cadeira que ela aceita e depois sento ao seu lado-fiz seus pães de queijo

—cadê-diz animada eu rio e lhe entrego, ela come um fazendo cara de satisfação e mostro as outras coisas que fiz e katniss não cansa de experimentar, ficamos conversando, meus pais amaram a katniss e eu fico muito feliz com isso



Notas finais do capítulo



—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "All I Need" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.