Uma Casa de Estrelas escrita por Lyn Black


Capítulo 6
Dor


Notas iniciais do capítulo

eu estava me segurando para falar dela.
bom capítulo!



 

 

dor - sexto capítulo

uma casa de estrelas, lyn black 

 

 

Quando Andrômeda ralou o joelho numa corrida com seus primos, Bellatrix apertou forte seu ombro. Um beliscão ao ver as lágrimas presas nos cílios da irmã mais nova, a mão firme na mais baixa.

 "Uma Black de verdade nunca chora.", disse com uma reverência a frases da família que provavelmente tinha lido em algum dos livros da biblioteca sobre os Black. 

Naquela vez, Andie engoliu as lágrimas e ergueu a cabeça, como tinha sido ensinada. O sangue manchou o vestido esverdeado, seu joelho ardia, mas só contou para Druella quando chegaram em casa (Sirius tentara fazer um curativo, mas por Merlin, o menino era muito atrapalhado!).

O sorriso de seu pai ao ver que ela suportara a dor valeu a bronca enorme da mãe. Andrômeda às vezes se sentia mais próxima dele, apesar da frieza com que ele levava a vida. 

Ela aprendeu naquela casa a segurar a dor. Cada agulha espetada, cada corte de navalha, deveriam passar despercebidos ao exterior. Uma muralha. Sem furos, sem brechas. Mostrar-se afetada, sentindo, seria uma maldição. O problema maior foi Andy se achar em meio a tanta proteção. Nem ela mesma conseguia se alcançar.

A primeira vez que a Black desatou a chorar foi quando achou que havia perdido Teddy. Palavras preconceituosas jogadas ao vento para protegê-lo, ela tentara se convencer, haviam custado um rapaz que não a julgava nem dava a mínima para como ela deveria se portar.

Como uma Black, porém, ela também havia sido ensinada que estava no seu sangue batalhar. Então Andrômeda limpou o rosto, admitiu para o espelho que se ela estava chorando por ele, Teddy era um grande mistério e fez coisas que suas irmãs a imaginavam incapaz de fazer.

Trair a família. Fugir com um nascido-trouxa. Perseguir sua própria galáxia, finalmente. Andrômeda, talvez, quem sabe, tenha deixado algum ancestral orgulhoso, afinal, nunca fora tanto uma Black como no momento que deu às costas ao seu próprio sobrenome.

 



Notas finais do capítulo

Eai, o que acharam?
Me contem tudinho nos comentários!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Uma Casa de Estrelas" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.