Uma Casa de Estrelas escrita por Lyn Black


Capítulo 2
entre irmãs


Notas iniciais do capítulo

Eu precisava de um escape, então cá estou com mais um capítulo.
Mais das irmãs Black...



 

 

entre irmãs - segundo capítulo

uma casa de estrelas, lyn black

 

 

Ela odeia a primavera. Flores são o maior desgosto de Narcisa: delicadas, enfeites e feitas de decoração e presente. A fúria que mora na caçula é tão transtornante que a deixa sóbria. Ela é nomeada pela vaidade, porém Narcisa bane os espelhos da Mansão Malfoy assim que vira a matriarca. Cissy, Cissy... A mais bela, a mais suave. Desejada pela sua aparente docilidade. 

"Você é uma covarde. Deveria ter matado aquele maldito quando eu mandei.", diz Bellatrix olhando a loira de cima a baixo. Tem um desapontamento escondido em seu rosto enquanto lava o sangue das mãos na pia. Bella é a fúria solta; a responsável pelos berros de loucura que assombram o porão da Mui Antiga e Nobre Casa dos Black.

As ofensas dentro da família são o equivalente aos cumprimentos afetivos. Narcisa guarda escárnio dentro de si. Ela só tem dezesseis anos e Bellatrix está na casa por casualidade, sustentando sua superioridade de adulta. A Black seca as mãos na tolha branca, manchando do vermelho diluído. 

"Eu não preciso manchar minhas mãos com o sangue," Narcisa diz encarando Bella através do espelho. "e, eu sei que você dará a ele um destino pior do que a morte.".

A mais velha sorri de canto, seus olhos enegrecendo rapidamente. O calculismo e frieza de Narcisa podem passar despercebidos, mas são inebriantes. 

"Ele se arrependerá de ter pensado em te invadir, irmãzinha".

Bellatrix deixa o quarto que elas dividiram quando criança com as mãos tremendo de ódio. O ódio de Narcisa é calmo. Ela confia no sangue de seu sangue. Ela não tem mais uma irmã para confissões ou para chorar. Não pode confessar para seus pais o estupro, o exame de teste é completamente invasivo. É um homem sangue-puro. Poderoso. 

Cissy não tem com quem chorar, mas com um olhar, Bella trouxe a tona seu pior Crucius. É a única vez na vida de Narcisa em que ela presencia a mais velha torturar sem gargalhar. Mais do que uma questão de família. Aquilo é um assunto de irmãs. 

 

 

 

 





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Uma Casa de Estrelas" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.