Dark Traces escrita por karollabele


Capítulo 17
Dia Seguinte




 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lisa abriu os olhos por um momento e olhou para o lado. Matt estava deitado ao seu lado na cama. Ela piscou, incrédula. Ela estava vendo certo? Matt realmente estava ali com ela? Lisa olhou para a coberta e ficou pensativa. O que isso poderia significar? Ela sentiu Matt se mexer. Ele abriu os olhos lentamente e quando viu Lisa, ele arregalou os olhos.

— Lisa! Mas o que..?!

— Matt?

— Ah, nao! Nao! Nao!

Matt pulou a cama rapidamente. Lisa olhou para ele.

— Matt, se acalme.

— O que eu fiz? O que nós fizemos? Nós nao devíamos ter feito isso!

— Está tudo bem, Matt.

— Está tudo bem? É serio? Voce é minha parceira. Como quer que eu aja depois disso?

— Eu nao sei.. Acho que normal, nao?

Matt olhou para ela por um momento. Lisa olhou para o lado.

Enquanto isso, Donavan estava se aproximando da varanda de Lisa. Ele suspirou e olhou para Chyntia que estava atrás dele.

 - Voce nao cansa de me seguir?

— Estamos juntos.

— Que saco, nao precisava.

Donavan foi abrir a porta, mas Chyntia o chamou:

— Nao faça isso, Donavan! Voce deve bater primeiro!

— Eu nao. Eles estão esperando por nós.

Donavan entrou na casa sem se importar. Chyntia balançou a cabeça e o seguiu. Donavan parou no meio da sala de estar até ouvirem vozes descendo as escadas. Matt estava sem camisa de short e Lisa descia atrás dele. Donavan arqueou a sobrancelha enquanto Chyntia abriu a boca.

— Eu já te falei, Lisa, nós nao devíamos - ..

— É, acho que devíamos ter batido. - Donavan olhou para o lado

Matt ficou estático ao olhar os dois. Lisa arregalou os olhos, e ficou corada. Matt suspirou.

— Nao é nada disso que estão pensando!

— Nao estamos pensando nada.

— De novo, nao é mesmo, Matt? Voce nao perdoa uma. - Disse Donavan, descontraído

— Como assim, de novo?  - Perguntou Lisa, olhando para Matt

— Nós nao.. Eu nao.. Eu.. Eu preciso sair daqui.

Matt pegou suas roupas e saiu rapidamente da casa de Lisa. Chyntia o seguiu. Lisa abaixou a cabeça, pensativa. Donavan a olhava. 

Será que Matt estava com raiva dela? Será que ele falaria com ela? Lisa estava se sentindo culpada. Donavan se aproximou dela.

 - Voce devia estar trabalhando, Parker.

— Nao enche, Donavan.

— Eu trouxe a fita de segurança.

— Que ótimo.

— Vamos trabalhar, Parker. Temos muito o que fazer.

Donavan caminhou até a mesa onde estava o notebook . Lisa suspirou e o seguiu.

Enquanto isso, Matt saiu correndo da casa de Lisa e correu alguns metros e sentou na calçada com as mãos no rosto. Chyntia o seguiu e se sentou ao lado dele. Eles ficaram em silencio por algum tempo até Chyntia olhar para ele.

— Então.. - Começou ela

— Esquece, Chyntia. Me deixa em paz.

— Matt, conversa comigo. O que foi?

— Eu nao.. Eu nao devia..

— Ter dormido com a Lisa? - Completou Chyntia

— Chyntia! - Repreendeu Matt

— Mas é a verdade, nao é? Que mal tem isso?

— Que mal tem isso? Voce ficou doida? Isso muda tudo.

— Nao precisa mudar. É só voce nao deixar.

— Voce nao entende. Voce se lembra da minha ultima parceira.

— Eu me lembro bem, Matt. Voce teve um caso com ela, e depois voce nao conseguiu a proteger em uma operação. 

— Eu nao devia ter me envolvido com alguem do trabalho. Foi errado, foi antiético. Eu nao posso repetir o mesmo erro.

— O que voce vai fazer então?

— Eu nao sei.. Mas preciso fazer alguma coisa..

Matt olhou para cima. Chyntia o observou.

Enquanto isso, na casa, Lisa estava sentada ao lado de Donavan, e ela olhava para o lado. Sua cabeça se enchia de perguntas. E se ele a odiasse agora? O que ela tinha feito? O que eles tinham feito? O jeito que Matt saiu da casa dela nao saia da cabeça de Lisa. Ela se sentia culpada e apreensiva. Donavan trabalhava com a copia da camera de segurança até coloca-la em um envelope. Ele olhou para ela.

— Acorda, Parker.

— O que?

— Eu já terminei aqui. Vamos entregar a original para o Clarker. Voce vem?

— Mas é claro. Nao tenho muita opção.

Donavan olhou para ela por um momento e depois suspirou.

— Voce está assim por causa do Matt? Cara, ele é homem, tenho certeza que nao está odiando ter sexo de graça.

— Credo, Donavan! Que horror!

— Certo. Está bem, me desculpe. Veja bem, o Matt pode ser o maior idiota presunçoso que eu conheço, mas pra isso ele presta, mais do que eu até. Seja o que for que ele esteja pensando agora, pode ter certeza que nao é culpa sua.

— Obrigada, Donavan. 

— Por nada. Agora vamos. Mexa esse seu traseiro mole.

— Donavan!

— Só é uma brincadeira, Parker. Só brincadeira.

Lisa respirou fundo e revirou os olhos. Donavan sorriu para ela.

Nao demorou muito até chegarem no departamento de homicídios. Lisa estava pensativa. Donavan olhou para ela.

— Que foi? Voce quer voltar para casa?

— Nao. Eu estou bem.

— Ótimo. Vamos dizer que demoramos para averiguar todas as informações da camera de segurança. Ve se nao me deixa na mão, Parker.

— Eu nao vou.

Donavan a examinou por um momento e depois se aproximou até um policial que estava parado tomando um café.

— Ei, voce sabe se o Clarker está ai?

— Ele está.

— Ótimo. - Donavan já foi caminhando até a sala de Clarker

— Ei, espera.

— O que foi?

— Ele está em reunião lá dentro.

— É mesmo? Eu nao me importo. Trabalhei demais, mereço meu descanso. Venha, Parker. Vamos entregar essa merda e vamos dar no pé?

— Voces estão juntos agora? - Perguntou o policial

— De jeito nenhum! - Exaltou Lisa

 Donavan revirou os olhos.

— Para de conversinha. Vamos logo.

— Vai levar bronca, Donavan.

— Nao ligo, só nao quero ter que olhar para a cara de voces por mais tempo que eu deveria. Até.

O policial balançou a cabeça e se afastou. Donavan olhou para frente determinado e entrou na sala de Clarker junto com Lisa. Clarker olhou para ele com um misto de surpresa e irritação.

— O que é isso agente Donavan?! Nao sabe bater?!

— É urgente! Nós achamos informações importantes para investigaçao na camera de segurança que achamos no beco.

— Isso é ótimo. Mas estou resolvendo algo dentro da corporação primeiro. 

Clarker olhou para a pessoa que estava sentada na frente dele e estava de costas para Donavan e Lisa. Donavan se aproximou um pouco e Matt olhou para eles.

— Matt? O que voce faz aqui?

— Eu vim pedir a Clarker mudar meu parceiro.

Matt olhou seriamente para ele. Lisa ficou surpresa e depois suspirou, olhando para o lado.

 

 

 

 

 

 

 

 





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Dark Traces" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.