Dark Traces escrita por karollabele


Capítulo 13
Corpo




 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Donavan estava com a cabeça baixa, apertando os olhos. Ele nao queria acreditar na cena que estava vendo. Matt, olhava para o lado por um momento, e depois voltou a olhar para Donavan. Camille por alguma razão significava algo pra ele, ele podia reconhecer isso só pelo o olhar. Matt suspirou.

— Eu sinto muito, Donavan. Mas voce deve se acalmar.

— Me acalmar?! Voce quer que eu me acalme?! Como eu vou me acalmar sabendo que aquele criminoso de merda atirou -..  - Donavan parou de falar, tentando se conter

— Eu sei, eu sei é dificil, eu também nao estou feliz em ver o corpo aqui. E é por isso que eu preciso que voce se acalme. Me ajude a pegar esse assassino.

Donavan olhou para ele firmemente e assentiu com a cabeça. Matt sentiu seus músculos relaxarem um pouco.

— Pessoal, nao é por nada não, mas eu acho que pela forma do tiro, o assassino está por aqui perto. - Disse Lisa

— Então eu vou pega-lo! - Exaltou Donavan

— Calma. Vamos verificar a área. Fiquem atentos.  - Disse Matt

Os três pegaram suas armas e andaram lentamente, cada um para lado, pelas arvores em volta. Enquanto eles caminhavam, eles olhavam atentos para ver se viam algum sinal do assassino, mas nao tinha nada, era como se ele tivesse desaparecido. Eles voltaram para perto do carro de Donavan que estava frustrado.

— Vou ligar para o departamento relatar o ocorrido. - Disse Donavan, se afastando

— Com o que estamos lidando? - Perguntou Lisa,  preocupada, se encostando no carro

— Eu nao sei, Lisa, eu nao sei..

Lisa abaixou a cabeça, pensativa. Matt estava ao lado dela. Ele suspirou e olhou para frente.

Horas depois, já era de manha, Lisa estava apreensiva. Ela pegou um copo de whisky e virou de uma só vez. Como eles puderam deixar Camille e o assassino escapar? Como eles puderam ser tão tolos? Lisa bateu a mão na bancada. Como eles nao impediram? Lisa se sentia muito culpada.

Nao demorou muito até que ela chegasse no departamento de homicídios. Ela respirou fundo e saiu do carro. Quando ela entrou no local, os ânimos estavam pesados. Era culpa deles, ela sabia. Ela podia sentir cada olhar a acusando. Lisa olhou para Matt que estava sentado de cabeça baixa. Ela se aproximou da sua mesa e ao lado da mesa dela, ela viu que a mesa de Donavan estava vazia. Onde ele estava? Ela se perguntou.

Clarker saiu da sala, furioso, Lisa podia sentir. Ele colocou as mãos na cintura e todos se sentaram rapidamente nas suas mesas. Ele respirou fundo.

— Muito bem, agora que vocês estão sentados, eu quero que vocês me expliquem.. COMO QUE VOCES DEIXARAM UM CRIMINOSO SEQUESTRAR UMA VITIMA em um posto policial?! - Explodiu Clarker

Todos ficaram em silencio. Matt se sentia péssimo. Ele olhou para o lado.

— A culpa foi minha.

Todos ficaram surpresos e olharam para trás. Donavan estava em pé, com uma cara derrotada olhando para Clarker. Lisa se surpreendeu ao olhar para Donavan. Ele nao parecia aquele homem que ela conhecera no inicio. Ele estava diferente, menos prepotente. Estava abalado. Aquele crime mexeu com ele. Lisa ficou triste e abaixou a cabeça.

— Certo. Voce sabe onde seu parceiro está?

— Nao senhor. Ethan está dentro da mata, nao sabemos onde ele está.

— Mandamos equipes de buscas para lá já tem duas horas. Vamos esperar as noticias de Ethan.

— O senhor nao acha que devemos ir lá para ajudar? - Perguntou Lisa

— Gostei da sua iniciativa, Parker.. Mas, não. As equipes de busca são especializadas e vão encontrar Ethan. Por hora, eu acho que devemos ao menos um enterro digno para nossa vitima, já que ela foi morta na nossa base.

Donavan apertou os punhos. Lisa olhou para ele por um momento.

— E tem mais uma coisa: Eu nao quero que vocês falhem. Vamos capturar esse assassino. Eu nao quero saber de corpo mole nesse departamento. 

— O que vamos fazer depois do funeral? - Perguntou Matt

— Investigar é claro. Eu liguei para o doutor Pitterson. Infelizmente ele está em viagem, já tem duas semanas que ele saiu da cidade para a sua palestra. Agora arrumem as coisas para o funeral.

Os policiais rapidamente começaram a se mexer. Matt olhou para baixo e Lisa se aproximou dele.

— O que foi, Matt?

— Nada. Só estou frustrado por nao poder acusar o Pitterson de assassinato. - Brincou ele

— Que isso, Matt. - Lisa riu levemente

— Agora falando serio, eu me sinto incompetente Lisa. Nós tivemos uma chance de salvar Camille e nós falhamos.

— Nós nao chegamos a tempo, Matt..

—  E é isso que me frustra. Porque da ultima vez eu também nao.. - Matt parou de falar e depois olhou para cima

— Nós precisamos nos concentrar e pegar aquele assassino. E vamos pega-lo.

— Ah, nós vamos, Parker. Nós vamos. Ele vai se arrepender do que fez! 

Lisa olhou para Donavan que estava distraído perto do filtro de agua.

Donavan se afastou e entrou em uma sala que estava com o corpo de Camille. Lisa o acompanhou com o olhar. Donavan colocou as mãos na bancada da mesa metálica. Ele fechou os olhos e apertou fortemente sentindo as lagrimas virem. Lisa se aproximou da porta e olhou para ele. Ela se aproximou dele.

— Donavan..

— O que voce quer aqui, Parker? - Perguntou Donavan levemente irritado

— Eu só queria dizer que eu sinto muito. Eu sei que Camille significava alguma coisa pra voce. Eu sei que nao é fácil lidar.

— O que voce sabe sobre isso? - Perguntou Donavan a encarando com desprezo

— Eu também tinha uma pessoa que eu amava. Minha irmã.

Donavan olhou para ela surpreso. Ele abaixou a cabeça um pouco pensativo. Um policial entrou rapidamente na sala, ofegante, e olhou para eles.

— Ethan foi achado!

— O que?! Nao brinca!

Os dois rapidamente seguiram o policial e saíram da sala.

Nao demorou muito e as viaturas pararam em volta de um prédio em uma rua central da cidade. Ethan estava com uma manta cinza envolta dele, seus olhos estavam arregalados, olhando fixamente algo. Quando Lisa se aproximou dele junto de Matt, Clarker e Donavan, ela pode notar que sua mente estava em outro lugar, havia algo no olhar de Ethan.. Ele estava aterrorizado.

Os policiais tentaram falar com ele, mas foi em vão, Ethan nao conseguia dizer uma palavra, ele apenas se sacodia freneticamente. Clarker passou a mão na testa e olhou para os policiais.

— Nao tem jeito, vamos ter que leva-lo para o hospital.  Ele precisa de um acompanhamento medico, e pelo o que eu pude analisar aqui, de um acompanhamento psicológico também.

— Entendido chefe.

— E mais uma coisa: Voces quase desandaram essa investigação com a sua incompetência de manter uma vitima segura. Voces irão incansavelmente achar pistas que nos levem até esse assassino! - Disse Clarker olhando para eles

— Certo, chefe. Pode deixar.

— Vamos para o departamento agora. Temos que fazer o enterro de Camille. - Disse Donavan

— Mas Donavan, voce nao ouviu o que o Clarker.. - Disse Lisa 

— Eu sei o que ele disse, Parker. Mas eu nao ligo. Foi por minha causa que Camille acabou nessa situação, e ela merece ao menos um enterro decente. - Interrompeu Donavan, andando na frente dela

— Achei que nao gostasse de prostitutas.

— E voce cale a boca, Matt.

— Eu vou com ele. 

— Está bem, vou ficar aqui para tentar encontrar alguma informação do que aconteceu com Ethan. - Disse Matt sorrindo para ela

Donavan andava apressadamente e Lisa teve que correr para acompanha-lo. Donavan entrou no departamento de homicídios e rapidamente foi na direção de onde estava o corpo de Camille, mas um policial ficou na frente dele.

— Desculpe Donavan, mas..

— Mas o que? Saia da minha frente, temos que começar o enterro.

— Acho que isso nao será possível.

— Por que nao?

— O corpo de Camille foi levado. Quando entramos na sala nao havia nada lá.

Donavan arregalou os olhos. Ele empurrou o policial e entrou na sala. Lisa o seguiu. Donavan viu a mesa completamente vazia. A única pessoa que poderia ter levado Camille foi quem a raptou, ele pensou. Donavan apertou os punhos e em um impulso, ele pegou os objetos em cima de uma mesa e os jogou no chão com violência. Lisa abaixou a cabeça, pensativa.

 

 

 

 

 

 

 

 





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Dark Traces" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.