The Last Days escrita por Fabiih Pink


Capítulo 7
2 dias... Eles estão vindo!


Notas iniciais do capítulo

Hello guys!
Estou trazendo mais um capítulo e prometo que o próximo sairá mais rápido que esse, porque já estou escrevendo ele kkkk Estamos na reta final, hein? Espero que estejam gostando.



2 dias...

O dia amanheceu ensolarado como um típico dia julhino, o sol raiava como se alguém lhe desse uma notícia maravilhosa e resolvesse mostrar a todos sua alegria. O céu quase limpo, era decorado apenas com algumas nuvens macias que o deixavam como uma pintura. Era essa a imagem que Lily Potter vislumbrava agora, que fora abrir a janela do quarto do seu pequeno e amado Harry, e se ela não estivesse com os dias se esgotando ela teria começado a cantarolar alegremente. No entanto ela se limitou a dar um longo suspiro e um meio sorriso.

O céu havia certo mistério para ela, sempre tivera e essa era uma das principais razões pela qual ela sempre gostara de ficar observando-o. Ela via nele uma fonte inesgotável de esperança, principalmente quando ele estava como naquele dia. Sempre achou que quando o observava seus problemas se tornavam minúsculos comparados a imensidão que ele era, e isso sempre a deixava com a certeza de que aquele problema poderia ser resolvido. Mas em sua atua situação aquela sua teoria também se aplicava? Ela gostava de achar que sim.

— Mamam! — o pequeno Harry a chamava enquanto se balançava dentro de seu berço, segurando-se pelas grades. — Mamam! — disse erguendo sua mãozinha pequeninha em sua direção.

— Bom dia meu amor! — a saudou — Está com fome? Hoje é o papai que vai fazer nosso café da manhã, então seu café da manhã será cereais espalhados pela mesinha do cadeirão, seu predileto. — contou.

Como se soubesse exatamente do que ela estava falando ele bateu palminhas de felicidade enquanto iam para a cozinha, onde encontraram um James todo atrapalhado tentando fazer ovos mexidos e virar panquecas ao mesmo tempo.

— Bom dia garotão! — disse sorrindo ao ver o filho — Já vou servir seu café da manhã!

Conseguindo finalmente fazer um malabarismo no ar para virar a panqueca no ar, enquanto mexia os ovos em outra frigideira ele deu um "AHA!" um tanto empolgado demais causando risos na esposa que observava tudo, com o filho, sentada a mesa.

— Panquecas para minha linda esposa. — disse entregando a panqueca no prato a sua frente e despejando um pouco de calda — E... — foi até o armário pegar o cereal — Cereais para meu garotão. — Harry não se continha de tanta felicidade ao ver os coloridos cereais sendo despejados em sua mesinha particular, seus pesinhos se mexiam descontroladamente e suas mãos eram erguidas como se dissesse "Viva!". — Está vendo como ele prefere cereal àquela papinha sem gosto que você dá para ele?

— Sem gosto, mas cheia de vitaminas. — pontuou a esposa fingindo seriedade.

— Prefiro algo gostoso como esses ovos mexidos. — contou.

— Pode fazer sempre o café da manhã então. — deu de ombros.

— Mas realmente Harry precisa de vitaminas. — continuou rapidamente se arrependendo do que disse.

O dia foi correndo normalmente, quer dizer, se uma pessoa que sabe que provavelmente só tem apenas dois dias de vida consegue viver um dia normalmente era o que estavam fazendo. Mas a verdade é que eles tentavam agir normalmente apenas na frente de Harry, porque quando estavam sozinhos eles sabiam que o outro sentia um vazio enorme no peito que vez ou outra era preenchido por desespero e medo, que tentavam afastar a todo custo para que ficasse vazio novamente. Ajudava quando Sirius ia visita-los.

Nem Sirius e nem Remus sabiam que haviam escolhido Peter para ser o fiel do segredo, acharam melhor deixar em segredo para proteger eles mesmos — além dos Potter —, quando numa possível intervenção dos Comensais eles os torturassem para saber a verdade. Como eles fizeram para que soubessem como encontrar a casa? Pediram para que Peter escrevesse em um papel e dizer que eles haviam mandado para Remus e Sirius, deixando claro que não sabia quem era o fiel do segredo. Remus pensaria que Sirius fora o escolhido, e Sirius o Remus... Nunca imaginariam que Peter havia sido o escolhido.

Remus disse que iria dar um "Alô" para eles naquela tarde, mas ficaram surpresos dele aparecer logo após o almoço, e quando James foi atender a porta Remus entrou sem esperar ser convidado completamente esbaforido e suado.

— O que aconteceu Remus? — indagaram preocupados assim que ele se jogou no sofá.

— Os Comensais. — conseguiu dizer após recuperar o fôlego — Apareceram na minha casa, mas consegui desaparatar a tempo. Mais eu fui avisar ao Sirius e... — ele parou para respirar um pouco e beber um gole de água que Lily lhe dera em um copo vermelho — E a casa dele estava completamente destruída.

— O que está querendo dizer com isso? — perguntou Lily aflita, sabendo a resposta, mas esperando que ele dissesse outra coisa.

— Que pegaram o Sirius! — conseguiu dizer completamente sério.

Um silêncio total se instalou naquela residência, nem o Harry ousava fazer qualquer barulho em seu cercadinho, onde observava curioso e sem entender completamente nada do que se passava, ele só sabia que nunca vira o tio Remus daquele jeito, nem quando era época de Lua Cheia, e se ele soubesse o que era preocupação, ele também estaria. Seus olhos verdes só passavam do Remus para a mãe, da mãe para o pai, e do pai de volta para Remus.

Lily sentou no sofá e apoiou a cabeça nas mãos, completamente sem reação a não ser a do silêncio. Mas aquele silêncio todo começava a ser ensurdecedor, como eles tendem a ser em momentos de aflição onde todos praticamente imploram para que alguém diga alguma coisa, mas sabem que ninguém tem o que dizer.

— Ele já esperava por isso. — James conseguiu dizer depois de um bom tempo — Ele já esperava por isso. — repetiu.

— Ele fará o possível para nos ajudar. — disse Lily sabendo que era a mais completa verdade, mas ainda assim tentando consolar a si mesma de uma forma um tanto mais egoísta do que desejava.

— Ele nunca vai entregar vocês, disso não tenham dúvidas. — Remus tentou tranquiliza-los.

— Remus, isso é o que menos nos preocupa. Sabemos que ele nunca faria isso. — disse James, porque além dele não ser o fiel do segredo ele sabia que caso fosse ele preferiria morrer a trair os amigos — Estamos preocupados com o que farão com ele. Eles não têm nada a perder, estamos falando dos Comensais.

— Espera um pouco! — disse Lily de repente levantando de supetão — Se eles foram atrás do Sirius, depois atrás de você... Isso significa que foram atrás do Peter!

Todos se olharam, de repente se lembrando de Peter. Remus estava preocupado com a segurança do amigo, sabia que ele nunca fora bom em duelos, mas Lily sabia que a preocupação dela e de James era outra.



Notas finais do capítulo

E então? Gostaram? Daqui a pouco já programo o próximo capítulo, hein?
Beijão ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "The Last Days" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.