Além do Tempo escrita por Tha


Capítulo 9
Capítulo 8


Notas iniciais do capítulo

Eu falei que iria postar mais um um pouco mais tarde e como prometido aqui está ele ~ tenho que aproveitar meus picos de criatividade rsrsrs ~
Espero que gostem e boa leitura :)



Os vampiros chegaram em casa encontrando Esme limpando a estante da sala, a figura materna se virou para seus filhos, e inclinou a cabeça ao ver um olhar distante vindo de seu filho mais velho.

— Aconteceu alguma coisa Edward? – perguntou ela

Ele olhou para a sua mãe tentando achar algum apoio, seus irmãos também o olhavam curiosos tentando entender o que estava acontecendo.

— Vamos esperar o Carlisle chegar – respondeu subindo para o seu quarto

Esme olhou para os outros com um enorme ponto de interrogação, mas deram de ombros também com a mesma dúvida. Emmett se encaminhou até a tv, ligando e começou a passar os canais.

— Emm, espere volte no canal de notícias – pediu Jasper se sentando ao lado do grandão que havia feito o que o loiro pediu – Não é possível que esses humanos continuam com essa ideia maluca.

— Pela nova ordem, vingue nossos antepassados para o bem do nosso futuro – Rosalie andou até os dois se encostando na parede – Será que os Volturis estão sabendo disso?

— Se eles estão sabendo, não moveram nenhum dedo para deter esses humanos – respondeu Alice – Outra questão... Quando eles falam sobre os ‘’seres místicos’’ englobam quais tipos?

Carlisle que havia saindo mais cedo do hospital, chegou exatamente quando Alice terminou de fazer a pergunta.

— Bruxas, vampiros e lobisomens – respondeu o médico fazendo todos darem um pulo

— Bruxas? Vampiros e lobisomens tudo bem agora bruxas – Jasper balançou a cabeça incrédulo

— Sim, meu pai era um pastor anglicano, ele perseguia esses ‘’seres’’ para mata-los e purificar o mundo do mal. Aprendi a identificar bruxos, vampiro e lobisomens por causa dele. – Carlisle deu um beijo na testa da esposa como um singelo ‘’olá’’

Edward desceu as escadas se reunindo com os outros que o olharam com uma certa expectativa.

— O sangue dela é atrativo para mim – revelou o ruivo fazendo com que sua família ficasse chocada

— Oi? – perguntou Rosalie balançando a cabeça

— Rose, existem humanos que tem o cheiro do sangue mais atrativo para nós por isso que nos descontrolamos mais rapidamente quando eles estão perto. Tudo que queremos fazer é matar esse humano apenas para experimentar o gosto de seu sangue e saciar a nossa sede – explicou Carlisle calmamente

— Sim isso eu sei, mas logo ela?

— Não dá para escolher – Jasper encarou a loira que revirou os olhos – O que você vai fazer?

— Apenas não vou deixar ela destruir tudo que nós construímos até agora – respondeu o ruivo

— Bem, não vamos interferir em sua decisão, agora vamos nos planejar para a viagem de caça, estou ficando com sede – falou Alice ainda encarando o irmão atrás de uma decisão.

Emmett deu um sorriso animado e se sentou virado para a baixinha totalmente interessado.

Enquanto isso na casa dos bruxos

— Estou pensando em fazer uma visita a MACUSA – Hermione apareceu na sala de estar e entregou a xícara de chá de camomila para a amiga

— Obrigada – agradeceu Bella pegando a xícara

— Não sei o por que de você tomar esse troço – Harry fez uma careta

— Acalma os nervos sr. Potter

— Ok, certo, mas vamos voltar ao assunto principal – Rony se voltou para a esposa – O que você quer fazer lá na Macusa? Não pode simplesmente mandar uma coruja?

— Bem, pensei em mandar uma coruja, mas como um informante me contou que eles não respondem as cartas, então preciso ir lá pessoalmente – respondeu a loira calmamente trocando um rápido olhar com Bella

— Hermione melhor mandar uma carta apenas para confirmar essa informação do que arriscar indo para lá pessoalmente. – Começou Harry preocupado com a amiga

— Concordo com Harry, lembra que perdemos o contato com eles – concordou Bella

— Mas não sinalizou nada para vocês ou para os outros ministérios – Rony se esticou para pegar uma batata

Os quatro ficaram em silencio, Hermione queria ir, mas sabia que Bella, Rony e Harry não iriam deixar ela ir sozinha. Ela deu um suspiro vencida.

— Ok vocês venceram, vou mandar uma carta para ver se a informação é verídica.

— Vou dormir bem melhor agora – falou Rony aliviado levando um tapa da loira o que arrancou risadas dos outros.

— Bom vou subir e ler um pouco – Bella tomou mais um gole do chá, se levantou e andou até as escadas a subindo em seguida

— Acho que vou fazer a mesma coisa que a Bella deixarei vocês a sós – Harry andou até as escadas, mas parou se virando para o casal – Lembrando que vocês têm três filhos e não quero ser tio de mais um quarto então se comportem.  

Rony mostrou o dedo médio para o moreno que subiu as escadas dando gargalhadas.

Após isso a casa dos bruxos ficou mais calma, Bella acabou adormecendo, Harry estava falando com Gina e o casal Weasley conversando sobre coisas banais ou então comendo balas de caramelo.

No meio da noite Bella acordou e pensou ter visto alguma pessoa ali em seu quarto, assustada ela pegou a varinha, balançou ela, recolheu um pouco, balançou novamente e conjurou o feitiço.

— Lumos Maxima

Rapidamente a ponta da varinha se iluminou totalmente em uma luz brilhante, mas não viu nada. Respirando fundo para se acalmar conjurou o feitiço ‘’Nox’’ para apagar a luz, não conseguindo dormir Bella se levantou da cama e acendeu a luz do quarto.

— É dessa vez vamos ter que ler mais um pouco, mas qual livro? – se perguntou ela andando até a estante de livros

Ela passou o dedo em cada um até parar em um livro clássico ‘’Orgulho e Preconceito’’, tirou o mesmo da estante e quando abriu a capa uma carta caiu no chão.

— Mas o que é isso?

Se agachando Bella pegou a carta. A mesma era de uma folha de cor creme e bem detalhada, intrigada a bruxa deixou o livro em cima da cama e abriu a carta.

‘’Olá,

Estou enviando essa varinha e essa carta a vocês, pois sei que devem ser de seu interesse. Minha família e eu fomos atacados por bruxos, mas saímos ''ilesos'', espero que com essa varinha vocês descubram de onde vem essa ameaça e o que ela quer.

Gostaria de fazer um pedido a vocês... Por favor se tiverem uma informação de extrema importância me enviem uma coruja e saberei que fiz a coisa certa confiando no ministério da magia britânico.   

Atenciosamente,

CC’’

— CC?

Bella se encaminhou até a sua cama ainda com a carta em mãos.

— Varinha? Qual varinha? Não pode ser aquela que Hermione recebeu, mas... – Bella se interrompeu fazendo o ligamento – Bingo. Agora tudo fez um pouco de sentido, porém por que bruxos iriam ferir uma família? Não essa história está muito mal contada.

Pensando na carta e com varias questões em sua mente a morena acabou adormecendo novamente deixando para esclarecer tudo na manhã com todos juntos.

Continua...



Notas finais do capítulo

E então gostaram? Espero que sim e calma os pontos estão começando a se ligar um ao outro...
Comentário para o capítulo, perguntas ou críticas podem mandar elas são bem vindas
Bjs Bjs Tha



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Além do Tempo" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.