Além do Tempo escrita por Tha


Capítulo 17
Capítulo 16


Notas iniciais do capítulo

Não vou ficar enrolando aqui encima hahahaha
Espero que gostem e boa leitura :)



O domingo havia passado sem nenhuma novidade intrigante, Bella preparou a sua mala para a viagem assim como Edward e Jacob. Na segunda feira de manhã eles se reuniram na casa da bruxa acertando os últimos detalhes, Carlisle e Esme pediram para eles tomarem cuidado, o lobo não deu importância, a bruxa abraçou os dois vampiros os pegando de surpresa e Edward repetiu o gesto.

— Tome cuidado minha amiga - pediu Hermione abraçando a morena

— Qualquer coisa mande um sinal - Harry a abraçou quando Hermione a soltou

— A cima de tudo não tenha medo, você sabe que é capaz - sussurrou Rony quando a abraçou

— Obrigada, vejo vocês daqui a algumas semanas - prometeu Isabella pegando sua mala a colocando no seu carro

Edward e Jacob fizeram a mesma coisa, Bella se sentou no banco do motorista, Jacob se acomodou no banco traseiro e o telepata se sentou no banco ao lado de Isabella, a mesma vendo que todos se acomodaram deu partida.

Os três estavam em silencio apenas escutando uma música qualquer no rádio, Jacob estava curioso sobre Isabella, mas era tímido demais para perguntar alguma coisa, Edward se sentindo desconfortável olhou pela janela e quase entrou em pânico quando não viu a estrada e sim as copas das árvores.

— Mas que porra é essa? - A voz de Jacob se fez presente completamente em pânico

Isabella gargalhou e balançou a cabeça em negação, o lobo e o vampiro olharam para ela a achando meio doida por achar aquilo engraçado.

— Se acalmem meninos, vocês apenas estão em um carro bruxo não tem nada demais, apenas voa - Bella deu de ombros

Tem certeza que ela disse apenas voa? Pensou Jacob olhando para Edward que confirmou com a cabeça completamente atônito

Depois de se acostumarem, ou seja, não olharem mais para a janela o que fez Bella revirar os olhos os xingando mentalmente, o trajeto ficou mais falante quando Jacob perguntou sobre o ministério coisa que Edward ainda não havia perguntado.

— O que exatamente você quer saber? - perguntou Bella o olhando pelo retrovisor

— Seres como nós - Jacob apontou para ele e para Edward - Tem sei lá uma ‘’classificação’’?

— Sim vocês têm, quem cuida disso é o departamento para regulamentação e controle das criaturas mágicas lá eles têm quatro ‘’classificação’’: Seres, Feras, Não-seres e Espirito.

— Vampiros e lobisomens se encaixam em qual? - perguntou Edward

— Lobisomens recebem a classificação ‘’Ser’’ quando não está transformado, mas caso ele esteja sua classificação muda passando para ‘’fera’’, já os vampiros receberam a classificação de ‘’fera’’ permanentemente. - respondeu Bella o olhando

O carro voltou a ficar silencioso até que uma pergunta apareceu na cabeça de Jacob.

— Isabella...

— Pode me chamar de Bella - pediu ela dando um meio sorriso

— Bella, não quero parecer indelicado ou algo do tipo, mas por curiosidade mesmo.... Eh, quantos anos você tem?

— Te garanto que sou bem mais velha que você, nasci em 1977 - respondeu ela segurando a risada

Jacob começou a contar mentalmente indo parando lentamente quando se aproximava de 2018, ele arregalou os olhos quando todos os seus dedos estavam levantados pela quarta vez.

— Você tem 40 anos - Jacob acabou engasgando com a própria saliva, tossindo em seguida para ‘’desentalar’’

Edward encarava Bella como um perfeito... Idiota digamos assim, a bruxa olhou para os dois vendo que eles a estavam encarando de forma estranha.

— Que foi? - perguntou ela na defensiva - Perderam alguma coisa aqui?

— Na... Na... Não - gaguejou o lobisomem que em seguida lhe deu um tapa em si mesmo - Mas como você não aparenta tem 40 anos?

— Os bruxos envelhecem bem devagar quase parando, assim podemos nos passar como adolescentes normais. Harry tem 37 anos, Hermione tem 38 e Rony 37 anos - explicou a bruxa encerrando o assunto

Durante todo o caminho depois dessa conversa o silencio voltou a dar o ar das graças, Jacob ficou envergonhado por pensar em ter algo com uma mulher mais velha, ele ficava repetindo se controle você tem apenas 15 fuking anos, então abaixa a bola, é muita areia para o seu caminhãozinho meu amigo. Edward se controlava para não rir do lobisomem, mas as vezes escapava alguma o que fazia o lobo o olhar irritado.

— Bem meninos chegamos - anunciou Bella

Antes de entrar na estrada principal, Isabella fez o carro descer para a pista para poder entrar em Seattle como pessoas normais fazem, ela dirigiu mais um pouco até parar em uma casa que era menor comparada a casa que ela tinha em Forks, abriu a porta da garagem, entrou com o carro e estacionou.

Os três saíram do carro, pegaram as malas no porta-malas e entraram dentro da casa, assim que entraram Bella fez um aceno com a varinha para cima, para baixo e por fim um semicírculo, Jacob que tinha dado uma passadinha na cozinha quase engasgou novamente quando viu a sala se iluminar e aparecer os Cullen junto com o trio de ouro.

— Bella, vocês chegaram bem? - perguntou Esme preocupada olhando para a morena, para o filho e para Jacob

— Sim chegamos bem - respondeu a menina sorrindo

— Viram alguma coisa? - questionou Harry

— Ainda iremos sair para ver - dessa vez foi Edward quem respondeu

Eles ficaram conversando um pouco e Bella pediu para Hermione tomar cuidado em New York, após a chamada finalizar a morena andou até a janela vendo o céu nublado e sem chances de sair sol, ela balançou a cabeça para Edward afirmando que ele poderia sair com ela e Jacob. Quase que em sincronia os três colocaram seus casacos e saíram da casa.

As ruas de Seattle estavam um caos completo, haviam várias bandeiras estiadas em pontos altos, trouxas tentavam se locomover nas calçadas que estavam lotadas de ponta a ponta, carros buzinavam tentando passar, alguns outros humanos berravam a logo da ‘’nova ordem’’, a cidade de Seattle estava completamente em estado de atenção.

— Por Merlin - sussurrou Bella

— Isso está um caos - comentou Jacob

— Bem-vindos a uma ‘’revolução’’ - murmurou Edward azedo ao lado de Isabella

Continuavam a andar pelo meio da multidão lentamente para não chamar atenção, quando Bella travou fazendo com que os meninos parassem também.

Não é possível pensou a bruxa atônita

— Bella - chamou Edward suavemente contendo a vontade de toca-la - O que houve?

Isabella apenas apontou para uma espécie de manto negro que estava vindo vagarosamente por entre os prédios, assim que ele passava desciam mais mantos da mesma coloração quando eles tocavam o chão um símbolo aparecia.

— Não, não, não - Isabella balançava a cabeça em negação - Isso é muito ruim, muito ruim mesmo.

— O que é ruim? - perguntou Jacob trocando um olhar preocupado com Edward

— Esses trouxas não sabem com qual causa eles estão envolvidos - passou a mão no cabelo nervosa - No mundo bruxo da década passada haviam três objetos que são considerados os mais fortes e mais perigosos.

A bruxa se agachou pegando um papel que já estava pisoteado e tirou uma caneta do bolço do casaco começando a desenhar primeiro um triangulo.

— Esse triangulo representa a capa da invisibilidade - falou continuando a desenhar fazendo um circulo no meio do triangulo - A pedra da ressureição e por fim...

Para completar o desenho, ela fez um traço desde a ponta do triangulo, passando no meio do circulo e parando na base triangular.

— As varinhas das varinhas, juntos eram conhecidos como as relíquias da morte. Aquilo que vocês estão vendo nas ‘’bandeiras’’ temos apenas o triangulo e no meio temos uma ‘’simpática’’ caveira.

Edward viu a morena tremer e não era de frio, era de medo, o telepata não estava compreendendo o medo de sua amada algo no passado dela tinha mexido com a mesma de um jeito que nem ele que era bom de ler expressões e pensamentos não estava conseguindo entender.

— O que tem a caveira? - questionou o ruivo

— Durante muitos anos o símbolo da caveira pertencia a um dos bruxos das trevas mais conhecidos Gellert Grindelwald, ele também se apossou do símbolo das relíquias. Depois de sua queda surgiu outro em seu lugar chamado Tom Riddle, mas conhecido como Lord Voldemort. - A voz de Bella era sombria

O ar começou a ficar mais gelado causando arrepios até mesmo em Edward, no mundo bruxo ninguém, mesmo depois de sua morte, tinha coragem de falar o nome de Voldemort apenas Harry, Isabella e Dumbledore tinham essa coragem. Jacob se abraçou mesmo utilizando o casaco, ele olhou para os mantos os vendo cada vez mais se aproximando da multidão.

— Aquilo é uma criatura? - perguntou o lobo

— Estou rezando para que não seja uma criatura - respondeu a Swan soando amarga - Se for temos um grande problema e ele tem nome.

— Qual?

A bruxa se virou para o moreno completamente sombria antes de falar:

— Mortalha Viva.

Continua...     



Notas finais do capítulo

E então gostaram? Espero que sim
Cometários para o capítulo, perguntas ou críticas podem mandar elas são bem vindas
Bjs Bjs Tha



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Além do Tempo" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.