Zohar escrita por AnneFanfic


Capítulo 10
Descobrindo...




Ele estava do meu lado.

E isso foi o suficiente para espantar o medo que eu tinha de fechar os olhos e dormir...

 

 

Meia hora tinha se passado.

Taehyung estava com a cabeça encostada na janela, quase dormindo profundamente, quando o carro passou por um buraco no asfalto que o fez bater a cabeça contra o vidro, despertando-o.

Ele abriu os olhos sonolentos e olhou em volta.

Do lado de fora do carro a escuridão era total, já que estavam passando por um trecho em que a única luz que iluminava a estrada era a que vinha do farol dos carros. De repente o carro passou por outro buraco no asfalto, que Sarah pareceu ignorar, tão entretida que estava com a amiga, e aquilo o irritou. Será que ela não levava em conta que alguém podia estar dormindo?

Ele olhou para o lado e viu Zohar inclinando-se para o lado, dormindo. Iria bater com a cabeça na janela e no próximo buraco com certeza iria acordar com dor.

Ficou olhando para ela tentando pensar no que poderia fazer para deixá-la mais confortável. Na verdade, tentando pensar numa alternativa para não fazer o que estava querendo fazer.

Se ela estivesse acordada se sentiria bem em deitar a cabeça no ombro dele? E se ela acordasse nessa mesma situação, como reagiria? Eles vinham de culturas muito diferentes e também não tinham intimidade para isso... Certo?

O carro passou por mais um buraco, dessa vez não tão grande, mas que fez Zohar se endireitar no banco, ainda sonolenta. Pouco a pouco ela foi se inclinando para o lado novamente e Taehyung ignorou tudo aquilo que estava pensando, se aproximou um pouco mais dela e com delicadeza a puxou para si, fazendo-a recostar a cabeça em seu ombro.

Quando terminou de se ajeitar numa posição que deixasse Zohar o mais confortável possível, Taehyung olhou para frente e viu que Anna estava observando a cena. Ele sorriu, lembrando-se da conversa que ela teve com Sarah, falando sobre como se ele não estivesse ali ouvindo tudo. Não tinha gostado muito dela desde o princípio e não pode deixar de sorrir satisfeito, embora não tivesse demonstrado, quando Zohar respondeu com um sonoro “não” quando ela perguntou se ele estava solteiro.

—Estou quase no meu destino final.- ela falou, olhando dele para Zohar.

Ele sorriu, fazendo um leve aceno com a cabeça, e tratou de fechar os olhos para se concentrar no calor que do corpo de Zohar próximo ao seu.

Taehyung acabou dormindo de novo e não viu quando o carro parou para Anna sair, nem quando Sarah ligou o carro para seguir viagem. Acordou minutos depois quando Sarah chamou por ele três vezes para avisar que estavam chegando. Ele agradeceu a gentileza dela e olhou para Zohar, tentando não fazer muito movimento. Ainda estava dormindo, com as mãos sobre as pernas.

Ele ficou olhando para as mãos dela, os detalhes do esmalte clarinho que enfeitavam cada unha, e lembrou-se, contra sua vontade, do momento em que aquele debochado segurou aquelas mãos contra a vontade dela, ignorando as lágrimas e os pedidos para que ele a soltasse.

Tentou afastar todos aqueles pensamentos que o faziam ficar enojado e irritado, e perguntou-se se ela também tinha sua mente assaltada por aquelas lembranças? Será que ela teria pesadelos com aquela noite? Será que sua mente lembraria para sempre da sensação de ter aquelas mãos grosseiras agarrando as suas com força?

Taehyung não conseguia acreditar que tudo aquilo tinha acontecido há poucas horas e que agora estavam ali, fugindo...

Olhou para ela mais uma vez para certificar-se de que ela estava com os olhos bem fechados e voltou a olhar para as mãos dela. Ele sabia que aquela tinha sido a primeira vez que alguém do sexo oposto tinha segurado suas mãos. Ela tinha falado. Por isso, com todo cuidado para ela não acordar, ele deslizou sua mão na dela e a segurou com cuidado.

Se ela não conseguisse se esquecer daquela noite traumatizante, queria ao menos que ela, ao acordar, soubesse o que era ter um homem sem más intenções no coração segurando sua mão com carinho.

Ficou olhando para suas mãos unidas, percebendo a textura macia e quente das mãos dela, e sentiu alguma coisa estranha acontecer dentro do seu peito. Uma coisa diferente, mas boa, que o fazia entender o porquê de estar fazendo aquilo que estava fazendo.

Fez um carinho na mão dela com o polegar e sorriu. Lembrou-se de Namjoon e seu manager e imaginou a fúria que eles deviam estar sentindo, mas afastou aqueles pensamentos rapidamente. E quando voltou a olhar para Zohar, já que só assim podia olhá-la tão de perto, viu o momento exato em que ela abriu os olhos e, erguendo a cabeça, olhou para ele.



Notas finais do capítulo

Passando só para dizer que quero encomendar um Taehyung desses pra mim.
Mais alguém? ♥


"Porque a gente pode mudar uma vida pelo simples fato de se importar, essa é uma lição maravilhosa."

(Comentário de LariMarcante, que achei que vale deixar aqui pra inspirar a todos.) ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Zohar" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.