Diário de Guerra escrita por Princesa Winchester


Capítulo 2
Capítulo 2 - O cheiro da morte.


Notas iniciais do capítulo

Olá meus queridos, gostaria de agradecer imensamente pelos comentários no primeiro capítulo...me motivaram bastante!
Palavra de hoje: GREDA

Boa Leitura!



2 de Outubro, Rússia, 1942

A base do exército russo estava coberta por uma greda macia, as tendas estavam mal posicionadas devido à irregularidade do solo e as gotas de chuva teimavam a cair. Inúmeros homens raquíticos e esguios trocavam olhares confusos, respirei fundo e fechei os olhos.

O cheiro putrefato da morte reinava naquele lugar, e logo senti meu estômago revirar ao identificar a pilha de cadáveres ao lado esquerdo do acampamento. Meu corpo estremeceu e por um instante eu senti medo.

Um nó se formou em minha garganta e eu desejei com todas as minhas forças que aquilo acabasse.



Notas finais do capítulo

E então? Nikolai vai conseguir sobreviver a esse terrível cenário?!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Diário de Guerra" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.