Diário de Guerra escrita por Princesa Winchester


Capítulo 15
Capítulo 15 - Sangue nas mãos


Notas iniciais do capítulo

E cá estamos nós praticamente na metade do desafio...passou rápido né?!
Pois bem, último capítulo com 100 palavras e estou feliz em saber que poderei contar um pouco mais sobre o Niko para vocês :3
Devo dizer que estou pensando seriamente em escrever essa história novamente só que com capítulos maiores assim que eu terminar o desafio...vocês leriam?!

Palavra de hoje: SISUDO.



15 de Outubro, Rússia, 1942.

O rosto frio e sisudo do nazista em minha frente denunciavam seu ódio. Ao meu redor eu podia ouvir tiros e gritos de ambos os lados.

Amigos de acampamento sendo mortos e outros matando. Não existia anistia naquele momento, apenas sede de sangue dos dois lados.

Senti meu corpo sendo jogado no chão e praguejei por estar manco. Rolamos pelo campo e recebi alguns socos e pontapés. Virei-me para o lado e me vali de uma arma. 

Não pensei. Agi por impulso e atirei.

O som ecoou em minha cabeça e em  minhas mãos sangue inimigo.



Notas finais do capítulo

Primeiro soldado nazista morto pelas mãos de Nikolai...algumas consequências isso vai trazer?! Estão prontos para ver a evolução do nosso Niko? No próximo capítulo teremos um pequeno salto no tempo e talvez um reencontro entre os pontinhos Nádia e Niko :3



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Diário de Guerra" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.