Laços Perigosos escrita por MariaClara


Capítulo 9
Capítulo 9


Notas iniciais do capítulo

Oi, tudo bom?




— Ah, merda estou atrasada! - Falei pegando minha bolsa e começando a correr em direção á sala de biologia, eu estava atrasada por ter que me trocar devido ao Simon, depois daquele abraço molhado eu não teria condições de entrar na sala, tive que colocar as roupas reserva que estavam dentro do meu armário no vestiário feminino, aprendi a deixar roupas extra pra caso de alguma pessoa resolver derrubar bebidas em mim, guerra de comida, cair ou ser empurrada na piscina, ou como aconteceu, uma guerra de água entre mim e o garoto que eu mais odiava até então.

Ao chegar na sala todos me olharam inclusive Natalie que me mandou um olhar de "vai me contar tudo".

— Posso entrar Sra. Meredit ?

— Claro que pode Elizabeth, viram é assim que vocês deveriam ser - Disse a professora se virando para a classe onde a maioria revirou os olhos e a vaiaram.

Sentei-me ao lado de Natalie que conversava com uma loira de óculos.

— Porque se atrasou? Com quem estava? Porque o James está te olhando com raiva? - Nesse momento olhei para o fundo da sala e ele estava realmente me olhando com raiva.

— Me atrasei porque precisei me trocar, estava com Simon e eu não tenho a menor ideia do porque James estar me olhando com raiva - Na verdade eu não sabia mesmo, será que ele ficou com ciúmes? Impossível !

— Com Simon, o que estava fazendo com ele? - Perguntou desesperada, contei a ela o que aconteceu no dia da aula de Ed. Física e que ele veio me pedir desculpas, mas omiti o fato de que o garoto que havia me salvado era James.

— Pelo menos ele fala com você - Disse no tom mais baixo possível, mas ser vampira têm suas vantagens como audição apurada.

Ela gostava dele.

Natalie estava gostando do Simon, por isso ela ficou desesperada quando eu disse que estava com ele.

— Elizabeth? - Perguntou estalando os dedos na minha frente.

— O que? 

— Vamos fazer compras?

— Você sabe que nessa cidade não tem shopping, não é?

— Não?

— Como assim?

— É uma cidade minúscula cujo lugar mais conhecido é uma floresta que ninguém entra por acontecerem mortes misteriosas - Falei me arrependendo depois, era óbvio que ela iria querer saber mais sobre a floresta.

— Tá mas devem ter lojas legais e quanto á floresta, o que tem lá?

— Nada - Respondi desconfortável.

— Como assim nada? Pessoas morrem misteriosamente e não tem nada?

— Devem ser armadilhas pra ursos.

— Armadilhas pra ursos? Elizabeth, porque diabos teria armadilhas pra ursos?

— Pra capturar ursos!

— Não tem ursos nessa cidade.

— Você ainda tem muito o que aprender daqui - Respondi dando de ombros.

A aula foi muito chata e eu estava como um zumbi, quando acabou Natalie se despediu de mim dizendo que precisava resolver coisas, apenas concordei e comecei a pegar minhas coisas indo em direção á porta mas senti uma presença atrás, quando me virei James estava me encarando com o mesmo olhar de raiva.

— Eu te salvo daquele babaca e você fica toda amiguinha dele? Eu realmente deveria ter percebido o quanto você é oferecida!

— O quê? - Perguntei assustada por suas palavras.

— Exatamente isso que você ouviu, ele vem pedindo desculpas e você aceita no mesmo instante, se você soubesse o que ele é teria medo!

— O que ele é?

— Um lobisomem que pode te matar na primeira brecha que você der - Respondeu sínico.

— Como se você se importasse! - Gritei.

— Você tem razão eu não me importo! - Respondeu, não gritando, mas num tom elevado.

— Então, obrigado por ter me salvo nessas duas vezes, agora que eu agradeci você pode me esquecer que algum dia sequer falou comigo!

— Vai ser fácil, como eu disse antes eu não me importo com você - Ele disse aquilo de uma maneira fria e eu senti como se algo dentro de mi tivesse se quebrado. Ele saiu e esperei o barulho de seus passos sumirem para cair sentada no chão e refletir que eu já havia quebrado minha promessa de não ser fraca, eu deveria me lembrar dela todos os dias.

Quando saí daquela sala fui em direção á Natalie que estava sentada embaixo de uma árvore observando Simon, agora que eu sabia que ela gostava dele percebi que a garota não parava de olhá-lo.

— Eu vou fazer! - Disse com falsa empolgação na voz.

— Fazer o que? - Perguntou desviando o olhar.

— O teste para líder de torcida!

— Sério? - Perguntou empolgada.

— Sim, hoje.

— Mas você nem ensaiou, como vai fazer isso?

— Podemos dizer que eu já fiz aulas de dança e ginástica que podem ajudar - E não era mentira eu realmente havia feito, não tinha o corpo perfeito como o das outras mas sabia dançar bem.

— O teste vai ser depois do intervalo então se prepara por que eu tenho certeza de que o time de basquete vai nos ver dançar - Ela disse olhando diretamente para Simon e eu apenas revirei os olhos pensando em como seria incômodo ter diversos olhares masculinos voltados pra mim.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Laços Perigosos" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.