After Time escrita por SkyTemplaria


Capítulo 1
Capítulo 1




CAPÍTULO 1

 

A jovem de madeixas rosadas cheirou a flor silvestre em sua mão, sem dúvidas aquela serviria para um de seus chás medicinais, quando saiu de casa mais cedo usou a desculpa de que seu estoque de ervas estava quase no fim, o que era o contrário, mas já que estava ali, faria o que dissera que iria fazer. Nas últimas semanas seus pais não lhe dava sossego, nem mesmo Naruto, tudo isso graças ao casamento do loiro e a descoberta da gravidez de Hinata.

 

Para seus pais e seu amigo, Sakura já estava ficando velha e como ninja, ela deveria construir logo sua família, afinal o dia seguinte era sempre uma incerteza na vida que levavam, mesmo agora, com o fim da guerra e a paz que veio após ela. Mas nem de longe era essa insistência que tanto lhe perturbava, havia outra coisa, ou melhor, alguém, com nome e sobrenome, Uchiha Sasuke, que desde o fim da guerra e tendo sido julgado, se mantinha sob vigilância dentro do território da aldeia.

 

O moreno, o amigo escandaloso e ela, já haviam saído algumas vezes nesse meio tempo, era bem claro que o moreno tentava se redimir, se desculpar. Sakura o perdoava pelo o que o mesmo havia feito, ela entendia em parte suas ações, mesmo tendo elas sido um tanto quanto extremas. Até aquele ponto, estava tudo bem, mas lá vinha seu amigo loiro sempre cheio de indiretas, encontros arranjados, objetivando apenas uma coisa, a união de Sakura e Sasuke, em um passado não tão distante, a rosada teria recebido tais ações com verdadeira animação e teria sido capaz de pôr o loiro em um pedestal, contudo, o passado havia ficado para trás e muitas coisas mudaram.

 

Quando se nutre um amor tão forte quanto o que ela sentia por Sasuke, esse era difícil de se dissipar, era um fato que ela sempre o amaria, porém, ela o amaria como ama Naruto, não conseguia mais enxergar-se junto a ele em um relação além da amizade. Ela tivera muito tempo para obter aquela certeza, anos mais precisamente, mesmo que não a muito tempo, ela ainda relutava em aceitar que seus sentimentos havia sofrido uma mudança significativa.

 

Suspirou pesadamente, sentou-se no chão coberto por grama e pôs a sexta parcialmente cheia ao seu lado, já era quase final da tarde, logo ela teria que retornar. Sakura necessitavam seriamente de alugar um apartamento, onde poderia ter sua privacidade e momentos de silêncio como aquele.

 

Um estalar de galho a alertou sobre a aproximação de alguém, seus instintos ninjas, mais afiados depois da guerra, a fez puxar uma kunai e se erguer em garda. Seu corpo apenas relaxou quando reconheceu os fios dourados e os olhos azuis elétricos, naruto parecia cansado.

 

— Finalmente a achei!- O loiro exclamou, tão contente, como se tivesse se deparado com o pote de ouro no fim do arco-íris.   

 

— O que está acontecendo Naruto?- O pergunto, quando me agachei para pegar a cesta no chão.

 

— É a Hinata, ela não está bem Sakura-chan!

 

De súbito a rosada se aproxima mais do loiro, sentindo seu coração bater mais rápido e seu zelo pela mulher do amigo e responsabilidade como médica, clamarem.

 

— O que está havendo, vamos lá, desembucha, Naruto!- Usou de seu tom profissional e mandão.

 

— Ela não para de vomitar e apenas dorme o dia inteiro, quando acorda tem desejos estranhos, estou ficando louco.

 

Sakura pica uma, duas vezes e logo não pode mais se conter, uma crise de risos a toma, enquanto o loiro apenas a fita incrédulo. Naruto era sempre tão escandaloso, por um momento a rosada pensou realmente que algo grave estivesse acontecendo.

 

— Como pode agir assim Sakura-chan, Hinata não está bem!

 

— Ela está ótima, Naruto.- Responde um pouco sem fôlego, recuperando-se de sua crise de risos.

 

— Mas…- Sakura o interrompeu.

 

— Essas coisas que falou, é normal durante uma gravidez, algumas mulheres têm outros sintomas bem piores, mas para deixá-lo mais tranquilo, passarei na sua casa quando sair do prédio do Hokage.

 

Enquanto falava, Sakura começa a andar a passos leves e despreocupados, com o loiro ao alcance.

 

Mais cedo, quando passou para deixar o relatório de sua última missão na sala do Hokage, agora seu ex-sensei, o mesmo não parecia muito bem, na realidade, isso seria um elogio, Kakashi mais parecia um zumbir, com olheiras e cabelos desgrenhados, provavelmente iria fazer um bom tempo que o mesmo não dormia, ou descansava o mínimo que fosse. Graças a isso Sakura garantiu que levaria algo para ele beber ainda naquele dia, que o faria se sentir melhor, claro que o mesmo não aceitou, mas bem, a rosada sabia ser insistente como ninguém.

 

— O que vai tratar com o Kakashi-sensei?- O loiro pergunta, curioso.

 

— Nada em especial, vou apenas levar algo para ele bebe.

 

— Sendo assim, nos vemos mais tarde Sakura-chan.

 

O loiro acena quando se afasta correndo, Sakura se limita a vê-lo partir, Naruto sem dúvida era um amigo inestimável, agora mais madura, tinha plena consciência que deveria valorizá-lo e muito. Deixou seus devaneios de lado, e seguiu seu caminho rumo ao prédio.

 

༺═──────────────═༻

 

Quando Sakura bateu na porta da sala do Hokage, logo ouviu um baixo “Entre”, foi o que ela fez prontamente. Seu caminho até ali tinha se prolongado um pouco mais que o esperado, pois acabou desviando rumo a sua casa, ao se dar conta de que não carregava a garrafa térmica que encheu de chá mais cedo, além disso ainda guardou as ervas recém colhidas devidamente, teve um breve diálogo com Ino e Sai, antes de enfim continuar com seus planos.

 

O homem que um dia foi seu sensei a fitou brevemente antes de voltar seu único olho para um monte de papelada sobre a mesa, se ele pretendia ver tudo aquilo ainda hoje, com toda a certeza teria outra noite em claro para acrescentar à sua lista. Não pode evitar um bufa, estava resignada, porém, não se deixou abalar, se aproximou da mesa, pôs a garrafa térmica sobre a mesma e procurou por um copo ou semelhante por toda aquela bagunça de papéis, quando o encontrou, não tardou em abrir a garrafa e encher a mesma com um líquido com um cheiro adocicado.

 

— Aqui, pegue.- Sakura disse, quando estendeu a xícara cheia para o sensei, esse que continuou a rabiscar algo.

 

— Agora não tenho tempo, deixe ai, tomarei mais tarde.

 

— Vamos lá Hokage, eu sou a médica aqui, sei o que estou fazendo, assim como sei que você não tomará se eu apenas deixar essa xícara aqui e sair.

 

Alguns minutos se passam, o ambiente se manteria em absoluto silêncio, não fosse o farfalhar dos papéis e o rabisco da caneta sobre ele. Sakura continuou com seu braço estendido, com a xícara na mão, sem se deixar abalar e sua vitória pareceu ser alcançada quando o homem suspirou pesado e deixou os papéis e caneta de lado para fita-la. Aquele único olho a encarando parecia possuir um poder estranho sobre ela, parecia guardar segredos e saber coisas sobre ela que a mesma desconhecia.

 

— Se eu bebe, me deixará trabalhar?

 

— Claro!- Sorriu, sabendo que quando ele terminasse de tomar aquele chá, trabalhar seria a última coisa que faria.  

 

Kakashi semicerrou o olho, como se desconfiasse das intenções da rosada, mas aceitou a xícara e Sakura esperou, se dando conta de algo, para bebe ele teria que tirar a máscara, e bem… Aquela era uma oportunidade perfeita, algo que ela e o resto do time sete, vinha tentando realizar a muito tempo, descobrir como era o rosto do sensei. Naruto iria se corroer de inveja, isso era certo.     

 

— Que dia é o hoje?- O homem pergunta repentinamente, parecendo distraído.

 

Sakura desviou seus olhos de Kakashi por apenas míseros segundos, procurando pelo calendário que estava certa de que havia visto sobre algum lugar em meio aquela bagunça, logo que encontrou o mesmo, levantou seu olhar. Não acreditou no que viu, o homem pôs sobre a mesa a xícara vazia, e a encarou com um misto de diversão. Suspirou, já deveria estar preparada com aquilo, Kakashi às vezes era absurdo, como alguém bebia uma xícara de chá em segundos? Só ele mesmo.

 

— Então?

 

— Então o que?- Sakura pergunta, sem poder esconder por completa sua frustração.

 

— Que dia é hoje?

 

A rosada reprime a vontade de revirar os olhos para aquilo, para que insistir naquela desculpa se ele já havia conseguido o que desejava.

 

— Dezessete de agosto.- Responde simplesmente.

 

— Entendo…- Uma breve pausa e o mesmo parece bocejar.- Sakura, você colocou alguma coisa nesse chá?- Pergunta acusatório.

 

— Eu, claro que não!- Sorrir inocente, o que apenas a fazia mais culpada.

 

Kakashi ainda resmungou alguma coisa antes de encostar a cabeça sobre a papelada na mesa, seu olho visível já fechado e logo sua respiração não passava de um ressoar leve, estava completamente entregue ao sono. Sakura o fita triunfante, se aproxima um pouco mais e inconscientemente leva uma de suas mãos para afastar um medeixa prateada da única parte exposta do rosto do ex-sensei.

 

Teria sido fácil para ela tirar a máscara dele naquele momento, tão mais fácil que tirar doce de um criança, mas estranhamente Sakura não desejou que fosse daquele jeito, por esse motivo ela o deixou lá e saiu da sala. Era certo que o ex-sensei acordaria um pouco dolorido por dormir em um local como aquele, ainda por cima, naquela posição, mas era melhor que nada, era o que a rosada pensava ao deixar o prédio.











Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "After Time" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.