A história de Sakura escrita por Hanako


Capítulo 5
Um novo ano


Notas iniciais do capítulo

Demorou, mas saiu!!! Uhuuuu! Finalmente!



Até que finalmente chegou o dia. Como de costume, cheguei cedo e fui direto para uma das primeiras carteiras da sala. Ansiosa, não parava de olhar de um lado para o outro esperando que ele chegasse. Eu tinha certeza que o encontraria ali, Sasuke jamais permitiria a si mesmo notas abaixo do excepcional.

O tempo foi passando, chegou o horário do primeiro tempo e... Nada. Será que tinha mudado de escola? O professor se apresentou e pediu para que cada um se levantasse. Eu ouvia apenas zumbidos. Passaram quinze minutos e depois trinta minutos de aula e o garoto não chegava. Meu coração apertou e os olhos se encheram de lágrimas. Será que algo de grave teria acontecido?

Pouco antes de chegar a minha vez de me apresentar, solicitei ao professor uma ida à enfermaria. Não queria aceitar um ano sem Sasuke, não podia acontecer! Saí andando lentamente e pensando com meus botões: “muito bem, Sakura, o ano mal começou e você já está matando aula... Que ótimo exemplo se tornou, hein?!” Fui andando pelo corredor até que ouvi a voz de um dos orientadores de turma ao fundo. Curiosa, segui em frente para descobrir quem teria se metido em encrenca.

— ...Situação muito difícil, mas pode contar com o apoio da escola, está bem? – dizia – Se precisar de qualquer coisa, pode me chamar, mesmo durante as aulas, eu te darei uma ajuda.

Ele falava com Sasuke. O moreno afirmava repetidamente com a cabeça para tudo o que o orientador falava. Seu rosto estava sombrio e ele parecia estar de péssimo humor, mas, na minha cabeça, tudo o que conseguia ver era que ele estava ali, não tinha saído da escola! Meu coração batia forte e um sorriso largo era impossível de apagar do meu rosto. Quando o garoto foi andando em minha direção, parecia um sonho se tornando realidade.

— Oi, Sasuke – tímida, corei enquanto o cumprimentava.

Nesse momento, ele parecia ter saído de seu transe e deu um leve sorriso. Ah, como ele era lindo! Era impossível não se apaixonar! Corei ainda mais pensando no quanto estava apaixonada.

— Olá, garota da enfermaria – ele disse – não vai correr dessa vez após dizer o meu nome?

Droga! Então ele se lembrava daquilo... Tinha esperanças de que não tivesse me reconhecido naquele dia. Era um momento importante para mim e Ino, não para ficar gravado em sua memória!

— Pelo menos descobri o seu nome né – ri nervosamente olhando para meus sapatos – Vamos para a sala que o professor está terminando as apresentações!

— Como sabe onde é a minha sala?! – perguntou curioso.

— Sasuke, nós dois somos os melhores alunos da escola! Óbvio que ficaríamos na mesma sala! – O puxei pelo braço para evitar mais perguntas constrangedoras e comecei a correr. Sasuke gritou para que eu fosse devagar e com cautela, mas eu estava feliz demais para ouvir. Entramos na sala ofegantes.

— Olha quem parece melhor de saúde – disse sarcasticamente o professor – Chegaram bem na hora de se apresentarem. Para o atrasadinho, meu nome é Kakashi e serei o professor de vocês durante esse ano. Aproveitem que estão de pé e venham aqui na frente dizer seus nomes e o que fizeram nas férias.

— Bem, meu nome é Sasuke – ele foi antes de mim – E durante as férias eu cuidei de algumas pendências da minha família.

— Entendo... – disse Kakashi pensativo – E você, pobre garota doente?

— Ern... – pigarreei – Eu sou Sakura e durante as férias eu saí com meus amigos, ajudei a minha mãe nas tarefas de casa e estudei um pouco da matéria desse ano. Ah! Também saí com a minha ex-melhor amiga Ino para comprar umas roupas e olhar umas maquiagens! Ela é muito boa nisso mesmo sendo uma grande porca gor...

— Está bem! – o professor me cortou – Acho que já temos informações demais sobre você por um dia! Quero que imitem o restante da sala e se sentem em dupla para a primeira atividade do ano.

Que sorte! Eu seria a dupla do Sasuke! Sentei alegremente no meu lugar e arrumei o meu cabelo para frente, assim ele poderia ver o quanto tinha crescido e o quanto eu estava mais bonita que semestre passado. Ele colocou sua carteira ao lado da minha em silêncio.  Assim que estávamos acomodados, Kakashi começou a explicar qual seria a ideia da atividade.

Basicamente, o nosso professor tinha entrado em acordo com o professor de outra classe para que os melhores alunos da escola ajudassem os piores a melhorarem o desempenho e se destacarem. Era uma atividade séria, mas também um teste para os anos seguintes, e ele acompanharia de perto o nosso progresso. Cada dois colegas ajudariam um a ter notas melhores durante o resto do ano.

Eu estava super animada pela simples ideia de ter um motivo para ficar colada em Sasuke durante todos os meses do ano quando descobri o nome do aluno que apoiaríamos: Naruto. Ele era definitivamente o pior aluno da escola e era conhecido por não levar nada a sério, um completo idiota. Além disso, a única coisa que sabia sobre ele é que não tinha pais e morava sozinho, com ajuda de custo da herança e um padrinho afetivo para ver como as coisas estavam de vez em quando.

Assim que o intervalo começou, os alunos começaram a preparar suas coisas para sair da sala e eu fiquei sentada, pensando em como o trabalho prejudicaria as minhas notas. Naruto parecia ser bem burro. O moreno arrumava suas coisas lentamente ao meu lado enquanto me observava.

— Qual o problema, menina da enfermaria? – Sasuke perguntou a me ver suspirar pela milésima vez.

— Eu não gosto desse Naruto – comecei – Ele vive sem os pais e parece que se tornou um idiota. Se ele tivesse uma mãe para cobrar, não teriam que colocar a gente de babá. Acho muito ruim termos que nos sacrificar por uma pessoa assim, que não quer nada com a vida. Ele vai acabar nos prejudicando!

O menino já não estava olhando mais para mim. Seus punhos se fecharam e ficaram brancos nos nós dos dedos. Pude perceber que seu corpo tremia levemente e seu rosto estava vermelho. Quando finalmente voltou a me fitar, estava ainda mais sombrio do que quando o tinha encontrado no corredor.

— Sakura, você é muito irritante.

Ele disse e saiu andando para o intervalo. Eu fiquei chocada. Sasuke me odiava e eu não fazia menor ideia do motivo. Será que ele era amigo do tal Naruto? Depois daquilo eu fiquei calada o resto do dia, de cabeça baixa. Era a minha chance e eu tinha estragado tudo bem no primeiro dia.  Pelo menos eu teria até a faculdade para consertar. Era o que eu pensava naquela época.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "A história de Sakura" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.