Moonlight escrita por Angel Carol Platt Cullen


Capítulo 40
Capítulo 71


Notas iniciais do capítulo

fotos do capítulo 71:
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1488831274485484&set=a.172912399410718.29541.100000758776572&type=3&theater



Capítulo 71

Jacob retoma a palavra:

— Logo depois da visita inesperada dos emissários de Sam, eu voltei para a casa dos Cullen para lhes informar o que havia acontecido, não havia perigo nenhum. É claro que eu deveria ter suposto que Edward iria ouvir, mas eu não sabia o alcance de seu dom e nós havíamos conversado a uns bons cinco quilômetros da casa.

— É mais fácil ouvir seus pensamentos quando você está na forma humana e também acho que a familiaridade permitiu que eu pudesse ouvi-lo mesmo à distância – explica meu irmão

— Bom, ao menos não precisei repetir tudo o que houve, já sabiam. Nós não iríamos baixar a guarda, eles não precisavam se preocupar.

‘Então eu percebi que tinha um cesto com roupas na varanda, poderiam estar sujas devido ao cheiro, mas estavam limpas tirando o futum de vampiro...

— Jake! - Renesmee protesta, mas ao ver que ninguém da família se incomoda com isso, para.

 Eles sabem que fedem para Jacob e ele sabe que ele fede igualmente para eles. Todos só não fedem para mim. O que me repele em Jacob não é o cheiro, mas o comportamento dele que eu não gosto muito. Não há necessidade de falar tantos palavrões e ser tão hostil. Ele pode ser com os outros, mas com a família e amigos não precisava ser tão rude.

— Eu não sinto nada. Na verdade eles têm um cheiro bom para mim.

— Isto é porque você é humana e seu olfato não é tão aguçado quanto o meu. E também porque o perfume deles tem de ser agradável para vocês humanos porque os vampiros geralmente se alimentam em vocês... – vendo meu sobressalto Jacob acrescenta. – É claro que os Cullen não correspondem a esse estereotipo dos vampiros tradicionais.

Ele pensou que eu estivesse com medo, mas eu não estava. Eu sei que os Cullen não fazem mal para humanos. Eles não os caçam, mas podem prejudicar as pessoas se quiserem, sim. Por isso eu tenho receio de Jasper, Emmett e Rosalie. Depois do que ela me fez tenho ainda mais medo dela. Me admiro que ela não tenha tentado ‘terminar o serviço’ – isto é, me matar.

(Mais tarde eu fiquei sabendo que ela realmente faria isso mesmo, na época eu não percebi, até achei normal que nem Esme nem Carlisle me deixavam sozinha. Se os dois não estavam comigo ao menos um deles estava. Mas, eu acho que talvez no fundo eu sabia disso, era necessário que eles ficassem comigo o tempo todo e isso não me incomodava, pelo contrário eu gostava de ficar com eles.

Eu não me sentia um bebê precisando de babás – ao contrário de Bella quando precisou ficar com Alice e Jasper em Phoenix num hotel-, embora esse fosse o caso mesmo, mas eu não tenho problemas em deixar que cuidem de mim quando eu sei que é preciso.)

Como é que Jacob entrou na história e acabou narrando ela também? Eu pedi para Bella contar a história dela e de meu irmão. Mas; é claro que, antes era um triangulo amoroso formado por Bella, Edward e Jacob. Agora é que está resolvido como quadrado ou dois casais: Bella e Edward e Jacob e Renesmee. Ele encontrou a felicidade, Renesmee nasceu, digamos para ele. Me desculpe, se estiver ouvindo meu pensamento Edward, mas é verdade. Você pode até ver que é melhor agora do que antes em que ele ficava dando em cima, assediando Bella. Agora deixou você em paz, um pouco.

Os olhos de meu irmão lampejam para mim e ele sorri. Agora tenho certeza que Edward ouviu, mas se ele não disse nada, quer dizer que concorda.

Jacob continua:

— As roupas deveriam ser para mim, imaginei que talvez Edward tenha percebido meu pensamento e visto que eu não tinha mais roupas. Não era minha última bermuda, mas eu não podia voltar para casa e pegar outra; então verifiquei se a roupa era mesmo masculina, levei até a floresta e me metamorfoseei em humano novamente, me vesti e entrei.

‘A sala da casa estava quase como antes, os móveis haviam sido trazidos novamente. Não sei onde eles tinham colocado e nem fiquei perdendo tempo pensando nisso. Bella estava deitada no sofá enrolada na coberta com Edward sentado aos seus pés e Rosalie perto da sua cabeça sentada no chão com as pernas cruzadas.

‘Bella parecia que estava bem melhor e ficou contente ao me ver. Não deveria ser assim, ela não deveria fazer isso comigo. Seria tão mais fácil ir embora se ela não gostasse de mim como aparentava. Assim era tão complicado...

‘Depois de dar o recado, eu já estava de saída quando Edward veio atrás de mim. Não que eu estivesse com medo, só fiquei curioso. O que será que ele queria?''

Edward sorri um pouco mais abertamente mostrando os dentes. Eu também sorrio como acostumei sorrir apenas com os lábios e com os olhos – isso daria ‘pés de galinha’ se eu envelhecesse.

Jacob prossegue:

— Edward veio me dizer algo que a mãe dele havia pedido para me falar. Não sei se Esme o lembrou ao ver que ela tinha esquecido ou se ele me deixou sair de propósito para poder conversar a sós comigo. Não muito porque com a superaudição é claro que mesmo não estando na sala os vampiros poderiam ouvir nossa conversa, apenas Bella não poderia escutar. Porque ele quis sair do lado dela e perder alguns preciosos minutos, não entendi? Será que era tão importante o que ele tinha para me falar? Não era, mas a escolha foi dele de sair do lado da esposa. E Bella não parecia mais tão mal como antes, de qualquer forma.

‘Esme estava nos oferecendo tudo o que precisássemos: roupas, comida, banho, transporte, abrigo e refeições. Do que precisássemos, uma vez que não podíamos voltar para nossas casas. Poderíamos utilizar conforme fosse necessário da casa dos Cullen. Era o mínimo que ela sentia que era seu dever fazer, pois nós estávamos nessa situação por causa de sua família e para protegê-los da matilha de Sam.

Eu olho para Esme e nós duas trocamos um olhar significativo. Da minha parte mandando uma mensagem telepática (ou tentando porque eu ainda nao era vampira e não tinha esse dom) para ela de reconhecimento pelo que ela fez, me sinto orgulhosa dela por isso. Ela por sua vez parece compreender a mensagem e sorri satisfeita como se estivesse me agradecendo. Não precisa agradecer, ela sabe o que fez e sabe que fez o que era certo.

Image 1

Jacob persiste:

— De repente ouvimos um grito e antes que eu tivesse me virado Edward já havia desaparecido. Entrei novamente simplesmente devido a curiosidade de saber o que tinha acontecido. Bella estava arquejando, o que só podia significar que foi ela quem tinha gritado. Eu sabia que as mulheres grávidas sentem contrações às vezes, principalmente no último trimestre da gestação (talvez isso significava que estava começando esse período), mas aquilo era muito mais do que simples contração, era pior, muito pior. Não era certo. Mesmo para um bebê híbrido era inesperado. Ou eu é que não imaginava que pudesse acontecer algo assim.

‘Agora aquela coisa estava quebrando os ossos de Bella?! Os bebês normais não fazem isso! Era impossível alimentar uma e não a outra. os dois estavam ligados (pelo cordão umbilical claro!), parecia que a cura funcionava do mesmo jeito para ambos. não podíamos vencer.

‘Carlisle pediu para Bella onde foi e ela indicou o local com cuidado para não encostar e sentir dor. Então Rosalie a pegou no colo e os quatro (Edward, Rosalie, Bella e Carlisle) foram para o segundo andar. Eu os teria acompanhado se não estivesse com sono, mas eu fui até a entrada e me sentei na escada, escorando a cabeça no corrimão.

— Porque você não dormiu em uma cama? – antes que eu percebesse a gafe eu já tinha falado asneira. Sei porque: por causa do odor de vampiro que não é muito agradável para ele. Eu sei que para mim era dolorido quando eu adormecia no sofá, mas ele é um ‘lobisomem’ e para ele não deve ser o mesmo que para mim.

— Eu não queria ter de sentir o cheiro – ele responde mesmo assim. nem foi grosso como eu temia. – poderia ter ido mais longe, mas eu queria ficar perto da casa para saber como Bella estava. Essa foi a melhor forma que eu encontrei para fazer as duas coisas ao mesmo tempo.

— Entendo.

— Quando eu estava quase dormindo pude sentir um vampiro se aproximando de mim – eu ainda não sabia muito bem identificar cada um pelo cheiro. ‘Quem será?’ Abri os olhos um pouco, apenas para ver quem era. Era Alice que parecia estar muito mal.

‘Ela sentou do meu lado e pediu se eu queria ao menos um travesseiro. Eu agradeci mas recusei. Perguntei porque ela não estava com Bella se elas eram tão amigas. Elas duas não deveriam estar ainda mais perto uma da outra agora? Porque Alice não estava junto de Bella? Se ela estivesse Rosalie não estaria.

‘Alice me respondeu que o feto lhe causava dor de cabeça. Ela tinha dificuldade em usar um termo ameno como feto, então era mais uma que parecia não gostar da coisa tanto quanto eu.''

— Jake! – reclama Renesmee.

— Desculpe Nessie, mas você sabe que ninguém imaginava como você seria. Nem sequer pensávamos que você era uma menina. Vendo o quanto você prejudicava Bella, nós só podíamos pensar assim.

— Eu sei – diz Renesmee se retraindo.

— Não entendi, mas ela me explicou ou tentou me explicar que era como tentar ver através de uma TV com imagem embaçada, cheia de ‘chuviscos’ e ‘fantasmas’. O bebê era parte do futuro de Bella desde que ela decidiu que o queria não conseguiu mais vê-la.

 - Então foi por isso que você ligou para mim naquele dia na Ilha?

— Sim Bella. Eu fiquei com medo. – para minha irmã ter ficado assim deve ter sido algo muito grave mesmo. - Eu estava vendo o que iria acontecer quando você e Edward voltassem, se você já seria uma vampira ou ainda não, e de repente não consegui ver mais nada. Foi como se você tivesse sumido. Só pude compreender como se você tivesse morrido.

'Não quer dizer que se eu ligasse para você mudasse isso, mas eu precisava ao menos tentar. Eu fiquei feliz ao saber que você estava bem, mas logo você pediu para falar com Carlisle e então eu nem tive tempo de contar o que eu vi.''

Jacob finaliza:

— Pedi para que ela ficasse em silêncio quando ela começou a me comparar com a coisa, - eu detestava ser comparado com o monstro sugador de vida - pois tinha gente tentando dormir e ela ficou quieta. Logo eu caí na inconsciência ouvindo o som do aparelho de raios X ou eu penso que era.

...XXX...



Notas finais do capítulo

- amanhã é meu aniversário 21/10



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Moonlight" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.