Sem Glória Para Você escrita por phmmoura


Capítulo 5
Epílogo




No escuro e alto quarto, o silêncio pesado dominou os homens vestidos de armadura reunidos em volta do trono.

— Por favor, sua alteza — disse o homem careca, o desespero estampado em seu rosto. Ele engoliu em seco e continuou, com a voz rachando e o suor descendo. — Reconsidere… N-Nós não ouvimos nada deles… ainda… precisamos de mais tempo. Não é seguro…

— Se ainda não voltaram, então estão mortos — interrompeu outro homem. Com o olho direito arruinado por uma cicatriz, ele olhou em volta com o olho bom. Mas, quando os homens evitaram encontrar seu olhar, ele voltou-se para o homem no trono. — Alteza. Eles não eram fracos. Se estão realmente mortos, isso significa que o outro lado é mais forte do que pensávamos.

— Não pode estar…

— Sim — disse o Cicatriz, abaixando o olho. Com uma sombra sobre o rosto, ele encarou os outros. — A Grande Sombra paira sobre nosso mundo! Sobre a humanidade!

Novamente, o pesado silêncio preencheu a sala do trono enquanto suas palavras atingiam a todos, o temor os envolvia.

— Não pode ser…

— A profecia é verdade?

— Precisamos lidar com isso agora!

— Aquele monstro…

— Precisamos eliminar o receptáculo…

— Mas se Magno e Borgonha estão mortos…

Enquanto os homens gritavam, o rei abriu seus olhos e ergueu a cabeça. As vozes morreram até que só sua respiração pudesse ser ouvida.

— Não temos tempo — disse o rei com sua voz profunda. — Se for realmente a Grande Sombra a ameaçar nosso mundo como a profecia clama, precisamos agir agora.

Os olhos olharam uns para os outros em silêncio. Após um bom tempo, Careca deu um passo a frente.

— Mas, Vossa Graça…

— Não podemos deixar a paz e prosperidade que meus ancestrais trouxeram a este reino ser destruída.

— O rei está certo — disse Cicatriz, virando-se para outros. — Faz quase quinhentos anos desde que nosso prospero reino nasceu. Precisamos lutar para protegê-lo por mais quinhentos anos!

— Quem quer tal glória?

Enquanto os cavaleiros olhavam entre si, o rei levantou-se.

— Se meus vassalos tem medo, que tipo de rei sou?

— Não, Alteza. É que nós…

— Protegerei este reino. Como meu ancestral, o Rei Herói, eu vou…

Antes que pudesse terminar, ele tossiu sangue. Quando olhou para baixo, uma mão negra apareceu do nada de dentro do peito do rei.

No instante seguinte, uma criatura, metade homem e metade fera, surgiu. Enquanto o rei a olhava nos olhos, a criatura sorriu.

Pego de surpresa por um instante, os cavaleiros correram adiante com espadas em mão.

Mas era tarde demais.

Enquanto Sam fechava o punho em volta do coração do rei com sua força bestial, as espadas o alcançaram.

Sam fechou seus olhos enquanto sentia mais espadas cortando sua cabeça.

Sua consciência desapareceu, mas ele tinha um sorriso no rosto e morreu como humano, finalmente descansando do pesadelo.

Morri sorrindo, como nos filmes, ele pensou. O último que teve.



Notas finais do capítulo

Obrigado por ler essa história.
Apesar de curta e diferente do que normalmente escrevo, foi interessante trabalhar nela.
Essa história acabou e não acabou.
"A morte é apenas a próxima jornada"
Vai demorar um pouco mas espero que acompanhem a continuação



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Sem Glória Para Você" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.