Quase humano escrita por Arisusagi


Capítulo 17
Pochete


Notas iniciais do capítulo

Esse capítulo não tá seguindo a linha de tempo certinha da história. Imagino que isso aqui aconteceu um tempinho antes do Asahi descobrir que é um ajin.
Esse capítulo só mostra personagens de Ajin, então quem não conhece a história não vai entender nada.



― Está quase na hora.

Ele fechou o Nintendo DS e o colocou de lado, levantando-se do sofá.

Dois revólveres, uma espingarda e um facão, além do pequeno canivete que sempre ficava em seu bolso, e uma pochete com munição mais do que suficiente. Devia dar pro gasto.

Os mapas do laboratório estavam sobre a mesa, e ele já havia decorado cada detalhezinho deles. Dessa vez, era melhor ele ser mais discreto. Chamar a atenção da mídia ficava para depois.

Ele penteou os cabelos com os dedos e colocou a boina.

― Hora de resgatar aquele tal de Tanaka.

x✖x

Há quanto tempo ele estava ali? Anos? Provavelmente.

Ele já fora esmagado, alvejado por tiros, afogado e dissecado milhares de vezes durante aquele tempo todo.

Todo dia, Tanaka morria várias e várias vezes, das maneiras mais variadas possíveis. Ele aguardava ansiosamente o dia em que ele não iria mais ressuscitar, o dia em que ele finalmente poderia descansar em paz.

Voltar a sua vida normal lhe parecia impossível. Ele nunca mais seria a pessoa que era antes de ser trancado naquele laboratório.

Amarrado e amordaçado, deitado naquela maca fria, Tanaka só desejava que algo o tirasse de lá, vivo ou morto.



Notas finais do capítulo

I have died everyday waiting fo you〜
Satou-san usa pochete, pass it on.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Quase humano" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.