Mother escrita por Moonbyul


Capítulo 3
Karura




O burburinho típico da sala de reuniões do Kazekage era comum, porém, naquele dia, aquele mesmo barulho estava irritando demais o próprio Kage, Gaara, que estava sentado na ponta da mesa, como sempre, aparentava estar com dor de cabeça ou muito cansado de toda aquela situação, seus olhos não encaravam nenhum dos membros do conselho e ele parecia ignorar todas as perguntas que lhe eram direcionadas, o comportamento era estranho, já que Gaara sempre se portou como um líder eficiente e preocupado, os membros do conselho sabiam que algo o perturbava a ponto de deixá-lo desfocado.

— Senhor Gaara, gostaria de adiar esta reunião para outra data? — Um dos membros sugeriu.

— Eu não poderia pedir isso... — Gaara massageou as têmporas.

— Não vemos nenhum problema, Kazekage-sama, entendemos suas preocupações. — Um outro membro mais velho disse, tentando-lhe passar calma e segurança.

— Então irei abusar um pouco mais da paciência dos senhores, realmente preciso descansar. — Gaara disse, soltando o ar dos pulmões.

— Entendemos perfeitamente, Kazekage-sama. O senhor fez muito por nossa aldeia, é o mínimo que podemos fazê-lo pelo senhor.

Gaara exibiu um frágil sorriso para os membros do conselho, que se retiraram lentamente da sala, levando todos os papéis e documentos que haviam trazido, na sala ao lado havia ainda outros montes de documentos que precisavam ser analisados por Gaara e sua equipe, além de outros compromissos que o Kazekage precisava cumprir, o shinobi já havia passado por maus bocados enquanto líder de Sunagakure, porém se sentia cansado e indisposto demais para cuidar de qualquer um de sua vila, e isso o deixava, acima de tudo, frustrado demais.

Ainda sentado, Gaara ouviu leves batidas na porta semi-aberta.

— Algum problema com a última decisão tomada? — Gaara disse sem pensar.

— Gaara... Posso entrar? — Uma voz suave surgiu da porta.

Gaara levantou a cabeça e coçou os olhos para ver se não estava delirando, Karura sorriu gentilmente quando ele notou sua presença, entrou sem sua permissão, em seu passo lento e suave, chegou ao seu lado e pousou as duas mãos sobre o ombro do filho.

— Fiz chá, você não quer um pouco? — Ela perguntou gentilmente.

— Mãe... — Gaara pousou sua mão sobre a dela, sentindo suas delicadas mãos, seus dedos se entrelaçaram e Karura ficou feliz com o afeto.

— Vamos antes que esfrie.

Sem contestar, Gaara seguiu Karura até uma pequena e simples sala de reuniões que ficava no prédio central de Sunagakure, a mãe andou o tempo todo enroscada no braço do filho, que virava o rosto para vê-la a cada passo dado, um pequeno sorriso havia se instalado no rosto de Gaara que ele não conseguia tirar de maneira alguma, seus músculos se recusaram a se mover e deixar de expressar a enorme felicidade que ele sentia naquele momento, até mesmo suas dores físicas e preocupações com seu trabalho haviam desaparecido naquele momento.

Dentro da sala, ele encontrou toda a sua família reunida.

Shinki estava sentado em um sofá maior, ele prestava bastante atenção em Shikadai, o bebê de sua tia Temari, que estava se servindo de chá e biscoitos, o neném andava de um lado para outro no sofá, exibindo uma cara séria e empenhada, num canto próximo às janelas estavam Kankuro e Shikamaru, conversando profundamente sobre algo que Gaara não conseguia ouvir, Karura soltou o braço do filho por um momento e o encarou, ela fazia isso de tempos em tempos para checar se o mesmo estava bem

— Está tudo bem mãe, sério. — Gaara confirmou.

Karura sorriu aliviada, e trouxe o filho para perto da mesa e dos sofás.

— Gaara! — Temari exclamou com a boca cheia de biscoito. — Como foi a reunião?

— Bem... Eu... — Gaara se sentia encabulado, envergonhado de ter cancelado a reunião.

— Gaara, que bom que está aqui. — Kankuro disse, ele já estava atrás dele no sofá, pousou suas mãos em seu ombro, dando leves batidas como cumprimento. — Vamos falar de serviço uma outra hora, não é Temari.

— Sim, até porque a visita é rápida. — Shikamaru disse enquanto pegava Shikadai no colo. — Kazekage-sama. — Ele cumprimentou Gaara com um aceno de cabeça.

Logo Kankuro se sentou ao lado de Gaara, Shikamaru foi para o lado de Temari, sentada em uma poltrona mais próxima a Shinki, e a mãe Karura serviu chá para todos, se oferecendo para segurar Shikadai, Kankuro ofereceu o lugar á mãe e ela se sentou do lado de Gaara, Shinki subiu para o colo do pai, dando espaço para o tio sentar ao lado deles e poder continuar a conversa que estava tendo.

Karura se encostou no ombro de Gaara enquanto distraía Shikadai com carinhos.

“Parece um sonho, mas tudo brilha tão intensamente.” Gaara pensou, e sorriu.

 



Notas finais do capítulo

E foi isso, eu postei tudo e uma vez mesmo pois terminei os capítulos bem rápido, foi mesmo um trabalhinho muito gostoso de escrever, espero que tenham gostado! ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Mother" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.