A Hospedeira 2 escrita por Rai


Capítulo 8
Capítulo 8


Notas iniciais do capítulo

Bom Bom Bom, rs, mais um caps. aproveitem



Eu acordei com Ian beijando minha orelha e meu ombro. A quanto tempo ele estaria abraçado comigo e me olhando? Eu abri meus olhos e a primeira coisa que vi foi neve, safira e meia-noite, eu sorri.

- Você fica tão linda dormindo. - ele disse enquanto me dava um rápido beijo.

- O que temos que fazer hoje? - perguntei sonolenta

- Nada, Jeb nos liberou o dia inteiro. - Ian sorriu - É o presente dele para você.

Ian me abraçou e eu me encolhi nos seus braços, apoiando meu rosto em seu peito. Como alguém tão bom igual a Ian podia amar alguém como eu? Como eu podia merecer ser feliz com ele? Eu não sabia as respostas e tão pouco queria saber. Para mim o importante era estar com ele. Ian beijou a minha testa e se levantou, um brilho estranho no olhar.

- O que foi? - perguntei sem entender

- Acho que precisamos de um banho. - disse ele me levantando e fazendo cara de inocente - Vamos, por favor?

Eu simplismente não consigo dizer não a Ian, eu o amo e quero vê-lo feliz. E devo confessar que qualquer coisa que fazemos juntos me deixa feliz. Então, lá estávamos na sala de banhos. Segurando a minha mão, Ian me conduziu até a beira da piscina. Eu tirei o meu sapato e o coloquei no canto, eu estava tirando a minha blusa quando senti as mãos de Ian deslizarem da minha barriga até minha cintura.

- Peg, você está linda.

- Está escuro, como você pode saber?

- Porque para mim você sempre está linda.

Ian beijou meu pescoço, suas mãos firmes em minha cintura me puxaram para perto de seu corpo. Eu passei a mão pelo seu peito e puxei as suas mãos até o botão de minhas calças.

- Não consigo abrir. - disse mordendo os lábios envergonhada pela minha ação

- Você continua uma péssima mentirosa. - Ian riu, mas suas mãos obedeceram ao meu pedido - E eu amo isso.

Ian passou a mão traçando o contorno de meu corpo, depois me pegando no colo entramos na água.

Estávamos voltando quando Jared apareceu correndo em nossa direção, seu rosto estáva lívido, preocupado.

- Melanie não está bem.

Minha alegria se esvaiu num segundo.

- Ela está com Doc?

- Sim, mas Peg-

Eu não esperei ele terminar a frase, comecei a correr em direção a Doc. Só fui perceber que ainda segurava a mão de Ian quando ele apareceu ao meu lado a passos largos. Ao chegar, Melanie estava deitavda num catre, seu rosto pálido. Com a mão livre segurei sua mão mais próxima.

- Melanie?

- Peg, deveria ser algo bom, Peg. - ela se lamentou, lágrimas surgiram em seus olhos.

Eu olhei para Ian preocupada, Ian segurou minha mão com mais força. Doc apareceu do meu outro lado e me puxou para um outro canto.

- Peg, Melanie precisa de sua ajuda. - ele sussurrou - Gravidez de risco, posso não ter a tecnologia necessária, mas..

- O que eu tenho que fazer? - eu o cortei urgentemente

- Bom, procurar uma saída ou uma pequena ajuda. - ele disse triste

Nós ficamos em silêncio, derrotados, então Melanie soltou um gemido de dor.

- Jared? - sua voz estava rouca.

Em silêncio Jared apareceu, seu rosto estava sem expressão, mas olhando em seus olhos percebi que estava chorando. Ele segurou as mãos de Melanie.

- Estou aqui, meu amor. - ele sussurrou triste

Eu os olhei com os olhos já cheios de lágrimas.

- Vamos deixá-los a sós. - sussurrou Ian em meu ouvido

Nós andamos em silêncio pelos corredores escuros, Ian pegou um caminho onde pudessemos evitar as pessoas. Quando chegamos em nosso quarto, esperei ele deitar na cama para falar minha decisão.

- Eu vou procurar um meio de ajudar Melanie.

Ian me olhou por um instante e depois sua expressão ficou dura.

- Não, você não vai. - ele disse friamente - Eu também gosto de Melanie, mas, Peg, onde você iria achar algo para ajudar ela?

- A questão não é algo e sim quem. - disse pensativa

De repente eu estava sendo esmagada nos braços de Ian.

- Você não vai se arricar tanto assim, Peg. Você não vai. - ele estava quase gritando - Mesmo que eu tenha que te amarrar, você não vai.

Apesar de ser Ian, aquilo me deixou magoada e irritada.

- Eu não estou pedindo sua permissão, Ian! - eu revidei - Estou só te informando que EU vou. Melanie é minha amiga quase irmã. Não posso deixá-la sofrer assim!

- NÃO! - ele gritou, meus pés nem encostavam mais no chão.

- Ian, me solta. - falei sem fôlego - Está me machucando!

De repente Ian me soltou, me deixando cair no chão, enquanto ele se encolhia em meu colo. Eu acariciei seus cabelos.

- Ian, tente entender que não vou fazer nada que me coloque em risco. Eu não sou louca de sair por ai assim também. - tentei falar calmamente

- Não. - sussurrou ele, seu corpo tremia

- Ian... - eu suspirei - Eu vou falar com Jeb e Jared, eles irão por conta própria então.

Aquelas palavras que tive que pronunciar doeram tanto que pareciam ferir meu peito por dentro. Eu tinha que ajudar Melanie. Mas como?

 

 



Notas finais do capítulo

E ai? bjobjos



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "A Hospedeira 2" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.