A Hospedeira 2 escrita por Rai


Capítulo 14
Capítulo 14


Notas iniciais do capítulo

AAAh, finalmente mais um cap
Irei fazer diferente este cap, so sera esse, depois continuarei escrevendo cmo estava no começo :*



Peregrina estava estranha, mal troca de roupa na minha frente, tomar banho juntos nem pensar, nem podia abraçá-la apertado como costumava fazer e sem mencionar o sexo. Eu tentava achar uma lógica para ela estar agindo assim comigo, me evitando, mas não vejo uma. A não ser que ela...Não. Ela não poderia de uma hora para outra ter parado de me amar.

Eu sacudi a cabeça tentando esquecer essa linha de pensamento e me esforcei para me concentrar no grupo que ajudava a carregar o caminhão com as poucas coisas que tinhamos para levar na mudança.

- Isso é tudo Ian? - perguntou-me Jared que estava mais próximo do caminhão, eu fiz que sim - Pode levar, rapazes.

Era uma noite escura, não podiamos nos arriscar, eu me encostei na parede roxhosa e vi o caminhão ir embora, Jared se aproximou de mim.

- Ian, você e Peg, como estão?

- Na mesma. - eu odiava falar sobre Peg com Jared, mas precisava desabafar - Não sei o que ela tem e não sei o que fazer.

 

-

 

Eu estava me sentindo enjoada, muito enjoada, e era realmente difícil de disfarçar na frente de Melanie. Eu me sentei numa cadeira perto do fogão e fechei os olhos respirando fundo.

- O que você tem, me conta logo, desembuxe e não tente me enrolar. - Mel disse séria

- Estou enjoada.

- Beba um copo d'água, deve ser nervosismo. - ela disse dando de ombros

- Estou muito preocupada com isso tudo acontecendo.

- Sei como você se sente. - ela disse mordiscando os lábios

 

-

 

Estavamos chegando já perto do ninho, nosso novo lar. Peg estava de olhos fechados encolhida no canto da van, ela sentara longe de mim. Ela parecia pálida e que estava enjoada, mas as minhas tentativas de saber o que estava acontecendo foram desastrosas.

De repente um barulho alto e a van para, a porta se abre e a gritaria começa. Me viro para ver Peregrina e vejo que ela não está ali, eles a pegaram. Eu voei para fora do automóvel e comecei a correr em direção dos caras que carregavam minha doce Peregrina. Ela gritava para eu não ir atrás dela, sua voz horrorizada. Eu aumentei o ritmo, mas alguém me impediu. Jared.

- Não, Ian. - ele rosnou - Eles querem ela, se você for atrás morre.

- Jared, me solte! - eu berrei tentando me soltar - Peg! Peg!

Mas era tarde. E eu vi o meu pesadelo se tornar realidade. Eles haviam levado Peregrina.

 

-

 

Eu fiquei feliz quando Jared impediu Ian de vir atrás de mim. Pelo menos ele está a salvo. O que eles farão comigo? Eu olhei para os homens dentro do carro, o que estava no carona sorriu para mim.

- Peregrina, certo? Finalmente a pegamos, saiba que vai ajudar muito no que precisamos. Uma alma entre humanos!

- Não sou a única. - falei rouca

- O quê?

- Eu disse que não sou a única. - falei mais alto, ele riu

- Nós sabemos, mas você é a peça chave. E o que você está carregando no ventre faz parte dela.

 



Notas finais do capítulo

O que acharam? Ai, perdoem me se nao gostarem, mas imaginei essa parte desse jeito. :x
bessos :*



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "A Hospedeira 2" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.