A Mãe do Meu Melhor Amigo

Esta história é imprópria para menores de 18 anos. Para acessar histórias com esta classificação, é preciso alterar suas preferências em controleparental.fanfiction.com.br. Separamos outras histórias que podem te interessar, veja a lista abaixo ♥


Confira também estas histórias


31 Confissões de Bella Swan escrita por Lara Salvatore W

31 Confissões de Bella Swan
Uma lista de coisas que Bella escreve depois do confronto com Victória. Uma lista que ninguém pode sonhar em ler!
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Comédia

1 recomendação   4 acompanhando  

 

Sorte ou Azar escrita por Isa imortalizada

Sorte ou Azar
Isabela Swan uma agente da segurança nacional tem o dever de cuidar da filha do embaixador da Inglaterra uma adolescente de 17 anos só o que ela não contava era ser surpreendida pelo irmão mais velho da garota.

Às vezes mentimos porque somos obrigados, e essas mentiras trazem consequências, mais e se essa mentira foi criada para salvar uma vida será que ela pode ser perdoada?
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Romance

21 favoritaram   136 acompanhando  

 


Sweet Paradise escrita por ahyuga

Sweet Paradise
– O que importa é que ele esta feliz. – Rose disse com carinho, ela realmente torcia para que Edward fosse feliz.
— Todos nós estamos. – A voz de Isabella não passava de um sussurro.
— Alice não esta. – Rosalie discordou de imediato.
— Esta sim. – Jasper disse calmo. – Ela apenas não admite.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Romance, Amizade

9 favoritaram   46 acompanhando  

 

Hey There Bella - OneShot escrita por LoreHale

Hey There Bella - OneShot
Edward é um jovem cantor que se perde em lembranças da sua amada enquanto canta. Já no fim da sua turnê e com a saudade batendo ele compõe mais uma de suas canções dedicadas a sua musa.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Romance, Songfic, Amizade

1 recomendação   9 favoritaram   26 acompanhando  

 

Ela de Novo escrita por katalyna

Ela de Novo
Seu irmão esta prestes a se casar, o que aconteceria se você descobrisse que a noiva dele foi o pior pesadelo da sua vida na época da escola?
O que você faria?
Eis a questão para Alice Mary Cullen
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Romance, Universo Alternativo, Amizade

6 favoritaram   50 acompanhando  

 


Aquele Clichê escrita por Isah Doll

Aquele Clichê
Isabella Swan realmente não esperava isso, não era do desejo dela passar o resto do ano tendo que ser dupla de alguém com quem ela mal poderia se aproximar sem sentir o estômago se encher de borboletas.

{DESAFIO DRABBLE 2019}
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Romance, Universo Alternativo

4 favoritaram   36 acompanhando  

 

Primeiro Encontro escrita por Lola Royal

Primeiro Encontro
A filha adolescente de Edward teria seu primeiro encontro no dia dos namorados, mas o advogado não estava nada contente com isso.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Comédia, Romance, Yuri, Universo Alternativo

18 favoritaram   88 acompanhando  

 

Fortuna escrita por May F Oliver

Fortuna
For·tu·na
(latim fortuna, -ae)
substantivo feminino

3. Combinação de circunstâncias ou de acontecimentos da vida que se acredita serem inevitáveis. = Destino, fado, fatalidade, sorte.

Exemplo: Leah finalmente encontra sua fortuna ao olhar para os olhos de Nahuel.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Drama, Romance

6 favoritaram   20 acompanhando  

 

Em meio ao Caos escrita por Val Rodrigues

Em meio ao Caos
_ Não. Foi sua resposta imediata. E ele suspirou frustrado, passando a mão na nuca.
— Por favor, me escuta. Só desta vez, não seja tão teimosa.
­ _ Você não tem mais este tipo de direito sobre mim Edward. Não pode decidir o que eu devo fazer, muito menos entrar aqui do nada e dizer que preciso ir embora. Ela esbravejou.
— Isabella, sera que você pode, por um momento esquecer este assunto e me ouvir?
— Por que eu faria isso? Devolveu altiva.
— Arg. Você é teimosa e irritante... Irritou-se.
— Não esqueça que sou uma mulher descontrolada e perigosa tambem... Ela falou com magoa na voz, resquicio do ultimo encontro que tiveram e da briga que se desenrolou.
— Eu não vim aqui para discutir. Ele tentou persuadi-la. _ Você precisa me ouvir. Não faça isso por mim, faça por você mesma, pelo seu proprio bem e dos nossos filhos.
— Falando assim até parece que se importa. Alfinetou sem conseguir evitar. _ Eu estou ocupada, então se me der licença. Pediu indo ate a porta, indicando a saida.
— Eu me importo. Edward se impôs a encarando, sentindo o coração descompassar com a risada sarcastica que saiu dos labios dela.
— É mesmo? Com os olhos cerrados, Isabella o analisou. _ Onde estava toda esta preocupação nos ultimos anos? Perguntou com a voz, os olhos duros e magoados.
— Eu sei que não fiz o suficiente...
— Ia precisar de muito para ser o suficiente, então... Deu de ombros. _ Eu estou exausta e ainda preciso fazer o jantar, então, se não vai subir para passar um pouco de tempo com os seus filhos, vá embora. Pediu mais uma vez, parada a porta.
Com um avalanche de emoções dentro de si, Edward a analisou por um momento. A expressão cansada, os olhos levemente avermelhados, deixando claro a necessidade de descansar.
— Eu sei que falhei com vocês. Começou com a voz baixa e ela o olhou. _ Sei que esta brava comigo e tudo bem, eu entendo. Mas, não temos tempo para isso agora. Você precisa pegar as crianças e ir. Algo muito serio esta acontecendo e quanto mais tempo vocês ficarem, mais correrão perigo.
— Mas do que é que você esta falando Edward? Empertigou-se.
— Ainda não é oficial, mas o virus que atacou a China, chegou ao nosso País. Tivemos dois casos de morte em pessoas que acabaram de voltar. De alguma maneira chegou aqui.
— Isso não é possivel. Eu estou acompanhando as noticias e não saiu nada.
— Vai sair. Eles precisam ter certeza antes de jogar uma bomba dessas na população. Mas quando sair, será um Caos e em algum momento, eles vão proibir as viagens. Por isso, você precisa pegar as crianças e ir. Lá é um pouco mais afastado, as pessoas não costumam viajar, então vai ser o melhor lugar para ficarem, um lugar calmo, pacato, quase sem entrada e saida das pessoas. É o lugar ideal para se protegeram e ficarem fora da zona de risco.
— Você esta falando serio não é? Falou chocada.
— Sim.
— Esta me assustando Edward. Ela disse e ele o olhou.
— Não precisa ficar assustada. Lá vocês estarão seguros.
— Quanto tempo você acha que vamos precisar ficar lá?
Ele suspirou, em parte aliviado, por perceber que ela começava a ponderar, em parte frustrado, por que não tinha resposta.
— Eu não sei.
Pensativa, passou as mãos nos olhos e nas têmporas onde uma leve dor de cabeça, começava a surgir.
— Isto é mesmo necessario?
— Só desta vez, confie em mim. Ela desviou o olhar, confiança era algo que estava quebrada entre eles.
— E quanto a você? Se é mesmo tão perigoso assim, ainda mais no Hospital, você ficara exposto.
— Não se preocupe comigo. Vou me cuidar. Apenas faça isso, vá e fique lá com as crianças por um tempo.
— Tem certeza de que não esta exagerando?
— Eu gostaria de estar Isabella, mas infelizmente não estou. Em pouco tempo, nossa cidade pode se transformar em Caos.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Drama, Romance

1 favoritou   31 acompanhando  

 

Uma Babá Ruim Pra Cachorro! escrita por Kawanne Carrera

Uma Babá Ruim Pra Cachorro!
Isabella Swan veio para Phoenix atrás de uma vida melhor, mas o que ela não esperava era que depois de muitas demissões ela fosse acabar como babá na casa de Edward Masen, e uma babá ruim pra cachorro!
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Comédia, Romance, Universo Alternativo

24 favoritaram   169 acompanhando