See you again escrita por sica


Capítulo 1
Capítulo único


Notas iniciais do capítulo

Oneshot sobre essas duas que fizeram meu coração partir em mil pedaços no capítulo 384, ou seja, leve - ou não - spoiler. q

Espero que gostem e recomendo que escutem See you again - Wiz Khalifa, enquanto lêem.



— Uau, uma sereia! Eu sempre quis ter uma amiga sereia! – seus olhos brilhavam ao ver a enorme e linda calda da mulher.

— Quem disse que eu quero ser sua amiga? – retorquiu, o cenho franzido em irritação.

— Ah, por quê? Eu juro que sou boazinha! Pode perguntar para a mamãe, eu sempre obedeço ela! – estava decidida em convencer a jovem a sua frente de ela poderia ser uma ótima amiga.

— Hm, e o que eu ganho com isso? – ainda não estava totalmente conformada com a situação. Algo lhe dizia que poderia se arrepender daquilo mais tarde.

— Oras, nós vamos ser amigas para sempre! Tem coisa melhor que ter um amigo para sempre? – Aquarius não pôde deixar de sorrir diante as palavras da pequena Lucy, embora tenha tentado a todo custo disfarçar.

E o que era pequeno se transformou em uma amizade

Uma amizade se transformou num laço

— Chorando de novo? Você realmente não é nada forte. – suspirou ao encontrar a garotinha encolhida em um canto; o rosto banhado em lágrimas.

— Aquarius! Você vai me abandonar também, não é? – sua voz era embargada e baixa.

— Do que está falando agora? – a mulher aproximou-se da criança, curiosa e talvez, preocupada.

— Você só era minha amiga porque a mamãe estava viva, eu sei! – levantou seu rosto para encarar o espirito. – Agora que ela foi embora, você também vai me deixar!

— Eu... – e pela primeira vez, Aquarius não soube o que responder. Ela também não sabia direito como ficaria o seu contrato com Layla, sendo que a mesma havia morrido. Suspirou, não acreditando no que estava prestes a dizer. – Eu não vou te abandonar, não se preocupe.

— Verdade? – Lucy limpou as bochechas molhadas e sorriu para a mulher. – Obrigada!

E esse laço nunca será desatado

O amor nunca será perdido

— Quando vocês irão assumir? – indagou, enquanto surgia repentinamente por detrás da loira.

— Ah! Não vá chegando assim do nada! – levou as mãos até o coração com os olhos arregalados. Tinha ido até o lago para refletir um pouco sobre tudo o que estava acontecendo em sua vida.

— Responda minha pergunta. – Aquarius parecia séria, o que deixou a maga intrigada.

— Que pergunta? – olhou para a amiga com o semblante confuso e viu a mulher ter uma veia saltada em sua testa.

— Você e aquele cabeça rosada, quando irão assumir. – repetiu, não tendo muita paciência restante.

— D-Do que está falando? Eu e o Natsu somos apenas amigos! – exclamou, sentindo seu rosto corar furiosamente.

Aquarius riu da reação da menina. Uma risada sarcástica e pela concepção de Lucy, sinistra.

— É por isso que você nunca arranja um namorado. Agora, me dê licença que eu vou encontrar com o meu, já que eu tenho. – debochou, desaparecendo logo em seguida.

— NÃO PRECISA ME LEMBRAR DISSO! – Lucy gritou, o rosto vermelho de vergonha e irritação. – Idiota. – sorriu.

Como não podemos falar sobre família

Quando a família é tudo o que nós temos?

— Finalmente, você voltou! Já estava pensando em arranjar uma nova dona. – zombou, surgindo nas águas do mesmo lago que Lucy sempre visitava.

— Mas como...? – a loira não entendia como o espirito poderia sentir sua falta levando em conta a diferença de tempo dos dois mundos.

— Estou brincando. – sorriu e arqueou uma de suas sobrancelhas ao ver um envelope nas mãos da garota. – O que é isso?

— Hn? – a Heartfillia fitou suas mãos e percebeu do que se tratava. – Ah! É uma carta do papai.

— O que dizia? – estava curiosa sobre o que poderia ser, afinal, ela também conhecia o pai da jovem.

— Ele morreu há alguns meses. – encolheu os ombros. – E por eu ter desaparecido por sete anos, não pude passar muito tempo com ele.

Aquarius, pela segunda vez em sua vida, não soube o que dizer. O engraçado era que, na primeira vez, a situação também envolvia Lucy.

— Vai ficar tudo bem. – sua voz soava gentil, surpreendendo a maga. Apesar de tudo, a mulher de cabelos azulados dificilmente era amável.

— Obrigada, Aquarius. Você realmente é uma ótima amiga.

Tudo o que passei

Você estava lá parada, ali do meu lado

— Obrigada por tudo, Lucy. – as últimas palavras de Aquarius não saíam de sua mente. Lucy sentia suas lágrimas mancharem o chão, enquanto fitava intensamente a chave rompida em suas mãos.

Sua única amiga, sua melhor amiga; aquela que sempre esteve ao seu lado em todos os momentos.

Levantou-se, caminhando lentamente até o imenso mar e arremessando o que sobrou da chave. Com um sorriso sincero, despediu-se; esperando que, algum dia, pudesse voltar a vê-la.

— Sou eu quem agradece por tudo, Aquarius.

Tem sido um longo dia sem você meu amigo

E lhe direi tudo quando te vir de novo

Fizemos um longo caminho desde onde começamos

Oh, lhe direi tudo quando te vir de novo

Quando te vir de novo



Notas finais do capítulo

Eu também espero que um dia elas voltem a se encontrar ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "See you again" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.