Fire meet Gasoline escrita por Vick Queen


Capítulo 33
Entre a vida e a morte


Notas iniciais do capítulo

Oi gente!

Capítulo curtinho, mas importante.

Tenham, uma boa leitura!



 

P. O. V  Alice Gilbert 


Após  o  nascimento  de Hope.  Victória  estava inconsistente.  A tia  Valerie  estava fazendo  o possível  para deixar o quadro  de  Victória  estável  sem a intervenção  médica  dos mortais.  Mas, pelo que tudo  indica suas tentativas  estavam  se saindo   frustradas. 

—  Não  tem jeito  temos  que ir para um hospital.  -  Disse Tia Valerie. 

—  Tá  legal!  Eu vou pegar  as coisas  do bebê.  -  Avisei. 


—  Eu vou buscar  as coisas  de Victória.  -  Avisou  Diana. 

—  E eu vou  pegar algumas  coisas  para nós.  -  Fala Emily. 

P. O. V Autora


Valerie segurava a neta em suas mãos  e olhava para filha que continuava   perdendo  sangue.  Ela acariciou o rosto pálido  de Victória. 


—  Eu sinto  muito!  - Lamentou Valerie.  -  Eu vou te salvar  filhinha!  Prometo que  você  vai ver a pequena  Hope crescer.  Eu juro pelo Estige que  você  não  vai morrer !  -  Disse  angustiada. 


Depois  que as três  garotas voltaram,  Valerie  mandou  pôr  as coisas  no carro e depois  carregarem  Victória  até  lá.  Ela  pegou  sua neta   e deu para Diana segurar.  Valerie dirigiu o mais rápido  e seguro possível.  Até  que  chegou  no hospital  mais próximo  a elas.   Depois  das quatro  explicarem aos médicos  a situação,  eles levaram mãe e filha para tomarem  as devidas  providências. 

P. O. V Gaia

Finalmente a  criança  nasceu.  Eu posso  sentir.  Mas,  também  sinto  que minha  escolhida  está  morrendo. Entretanto,  isso  não  pode acontecer.  Meu plano  ainda não está  concluído,  não  posso  perder ninguém  ou tudo  vai  por água  abaixo. 


Eu tenho que intervir  de alguma forma e eu vou.   

—  Nascidos da terra ergam-se!  -  Ordenei. 


—   Sim mãe  terra!  Estamos  aqui!  - Disse o nascido  da terra. 

—  Procurem em qualquer  parte do mundo, pela minha  escolhida  Victória  e sua cria.  -  Digo  em alto e bom tom. 


—  Sim,  senhora!  - Disseram antes de sumirem. 

Os nascidos  da terra não  podem falhar.  Eu preciso  encontrar  ela.  Sinto que estou perdendo ela.   Acho  que a  bendita  marca  que eu botei nela complicou  no parto.  E também  o estresse  e a depressão.  Tenho  que adiar a morte de Victória  Stewart. 

P. O. V Victória  Stewart 


Sonho  on:

Eu estava deitada  dentro  de um caixão.  Me assustei e  me levantei  as pressas  para sair  daquele lugar.  Eu abri as portas da capela e no outro cômodo,   eu me  deparei  com Gaia. 


—  Olá  minha  doce Victória!  -  Ela diz com um sorriso  de canto. 


—  Aonde estou  e cadê  a minha  filha?!  - Perguntei  tremendo  de raiva. 

—  Ela está  bem!  - Gaia respondeu  -  Todos  estão  bem menos você!  - Ela disse  tentando encostar  em   mim.  Mas eu repeli seu toque. 

—  O que quer  dizer com isso?  -  Indago temerosa. 


—  Você  está  morrendo!  - Respondeu   Gaia.   


—  Não!  - Gritei  de horror.  -  Eu  não posso  morrer!  Não  agora!  Tenho  que criar  a minha  filha!  -  Digo escorregando até  o chão  frio, aonde eu comecei a chorar de soluçar. 


—  Isso não  é injusto?  - Indagou  Gaia, abaixando  até  ficar   na minha  altura.   -  Você  morrer  não  estava em meus  planos.  A marca que te coloquei  somada ao estresse  e sua  depressão  te fez  ter um  parto prematuro.  Erro meu.  -  Admitiu Gaia. 


Eu não  digo nada. Minha  dor  superava qualquer  sentimento  que eu  pudesse    sentir. 


—  Porém,  eu tenho  um acordo  para você  minha  cara!  -  Fala Gaia. 


—  Que acordo?  -  Pergunto com interesse  renovado.  -  O que eu ganho com isso?  - Pergunto desconfiada. 

—  Você  ganha o direito  de  viver e cuidar da sua filha!  -  Respondeu  Gaia. 

— Diga-me o acordo,  estou disposta a qualquer   coisa.  – Digo com firmeza. 

Sonho  off



Notas finais do capítulo

Espero que tenham gostado!
Muitos beijos e abraços!!
Até o próximo ♡♡♡