Alice In Blunderland escrita por Melancholy_Ink


Capítulo 1
Capítulo 1




NA: Só um pequeno esclarecimentos das coisas. Edward está apaixonado por Tanya e ouve que ela foi morta pelos Volturi. Jasper e Alice não estão juntos. Isso vai fazer a situação de Balice um pouco mais facil :)

 

- Então nós temos que ir salvá-lo! - gritou Bella, pulando do meu colo. - Ele é nosso amigo, seu irmão. Ele faria isso por nós.

 

- Bella, você não entende. Tanya não vai aceitar ir com a gente.

 

- E? Nós podemos fazer isso. Tanya... - É o único meio que temos de impedí-lo, - Eu tentei acalmá-la - Ao menos que Edward veja Tanya e saiba que ela continua viva, não haverá nada que o impeça de se jogar para os Volturi. Acredite em mim, Bella, eu vi. Bella voltou a sentar no sofá de Charlie, perto de mim.

 

- Oh. Então o que fazemos?

 

- Nao tenho certeza. Eu vou continuar procurando alguma brecha mesmo assim... Há uma pequena possibilidade, bem pequena, que se nós conseguirmos chegar até ele a tempo ele conseguirá ler nossos pensamentos e ver a verdade.

 

- E ele já está na Itália?

 

- Sim.

 

- Então nós temos que arriscar, mesmo que a chance seja pequena. Nós não temos tempo de pensar num plano melhor...

 

- Concordo. - Tudo que eu queria era um jeito mais fácil de fazer isso mas não havia tempo de por as coisas em ordem.

 

- Vá pegar algumas roupas, eu vou esperar no carro... - Eu vi Bella correr subindo as escadas até seu quarto, ouvi, mesmo do carro, ela jogando roupas, escova de dente e de cabelo, entre outras coisas em uma daquelas bolsas de viagem. Dois minutos depois ela estava correndo pela porta da casa, pulando no banco de passageiro do carro. - Pronta? - perguntei.

 

- Sí - ela respondeu.

 

E entao saímos. O avião levou quase um dia inteiro mas felizmente estávamos bem confortáveis. Os assentos da primeira classe eram mais alcochoados e largos, com um apoio para as pernas. Bella tentava relaxar mas eu sabia que ela não conseguia parar de pensar se era tarde demais. E se Edward conseguisse irritar os Volturi e tivesse sido executado? Apesar de nao ser tão próxima dela quando Carlisle, eu não precisava ser vidente para saber que isso me afetaria imensamente. Eu olhava vagamente pela janela, procurando ver o que aconteceria, mas haviam muitas opções, muitas decisões no ar, algumas determinadas, mas a maioria era incerta e borrada.

Suspirei, virando para ver Bella cochilando. Seu cabelo caramelado contrastava encantadoramente contra sua pele pálida mas rosada. Eu não sabia o porquê mas sempre tive vontade de segurar o rosto dela, tocar sua bochecha. Dizia a mim mesma que era puro instinto maternal, ou que eu estava inconscientemente sentindo falta dos meus dias de humanidade. Na verdade, não era nada disso, mas eu só descobriria isso um pouco depois do avião pousar. Eu fiquei curiosa e um pouco lisonjeada quando vi seu próximo sonho: Nós duas de volta para Forks, rindo e andando perto da floresta. Não era bem uma lembrança, mesmo assim me parecia bem familiar.

A acordei gentilmente quando as pessoas começaram a sair do avião para o aeroporto. Nós fomos o mais rápido que as pernas humanas dela a permitiram, correndo pelo terminal e finalmente no sol italiano.

 

- Deus, Alice! Não dava pra escolher um carro mais chamativo pra roubar? - eu ri enquanto ela finalmente entrava no Porsche amarelo que eu tinha roubado, com um pouco de dificuldade em por o cinto quando acelerei.

 

- Ele já foi? - ela me perguntou, o medo estampado no rosto.

 

- Não, mas - De repente, minha visão escureceu enquanto uma nova imagem apareceu na minha mente. Eu nao consegui sentir Bella pegando o volante mas sabia que ela devia ter feito isso. Eu vi Edward, brilhando no sol do meio dia cercado de pessoas... vi os guardas dos Volturi vindo atrás dele. Entao era assim que ela iria fazer.

 

- Meio dia - falei, retomando o controle do volante.

 

- O que? Alice, o que aconteceu?

 

- A voz de Bella tremia e eu me amaldiçoei mentalmente por colocá-la sob tanta pressão.

 

- Edward vai sair para a luz do sol em um evento cheio de pessoas. Um festival ou coisa do tipo. A pele dele vai brilhar, destacar ele da multidão... - não achei que deveria falar sobre como os Volturi vindo tão rápido até ele.

 

- Quando? Nós vamos conseguir? - ela já estava na beira do banco, seus olhos castanhos cheios de medo.

 

- Ao meio dia - chequei o relógio do carro. - Ótimo, temos tempo... - Bella também consultava seu relógio.

 

- Tempo? Você chama dez minutos de tempo? - sorri divertida pra ela, vendo um desfecho novo e mais otimista.

 

- Segure-se - e pisei no acelerador ainda mais, fazendo Bella escorregar e encostar de novo no banco de couro.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Alice In Blunderland" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.