My Life with The Potters escrita por Eponine


Capítulo 9
Capítulo 09




Eu vou escrever amanhã, já que o teto parece estar girando. Estou tão bêbada que cai quatro vezes subindo as escadas. Estou com vontade de vomitar, Amber vai pensar que estou morrendo

...

Pensei que ia morrer ontem! Mas vamos por partes:

Faz três semanas que não escrevo, acho que posso oficialmente dizer que estou adaptada.

Muitas coisas aconteceram, nem sei por onde começo! Meu professor de Literatura é o pior, então eu cabulo todas as suas aulas, Kurt me disse que tem um esquema com um aluno mais velho e ele consegue alterar as notas, então posso ficar livre de preocupações. Tio Harry não para de me enviar dinheiro, estou enviando tudo de volta! Troquei muitas cartas com Dominique, ela disse que voltou com o tal Julian. Não vejo boas coisas saindo dali.

CHIQUEIRINHO MELHOR LUGAR DO MUNDO!!!

Sério, a Anastasia de seis meses atrás jamais reconheceria a Anastasia de hoje. Eu tinha PAVOR de encostar nos alunos bagunceiros, eles andavam pra lá e pra cá com o cigarro na boca e roupas sujas e desleixadas, eu não via o menor sentido... Acho que agora eu sou uma. Mas sem o cigarro e as roupas, mas de alma!

Foi legal sair do colégio para ir na minha consulta com Mike, tia Ginny que me levou. Almoçamos juntas e ela me comprou um sorvete de abóbora.

Ontem foi mais uma das festas, foi demais. Não é bem uma festa, a diferença de ir para o Chiqueirinho aos sábados é que tem bebida alcoolica, de resto é o mesmo que a semana toda. Eu fiz tantos amigos ali que já me sinto em casa! Ainda me chamam de Potter, mas estou começando a não me incomodar tanto assim. Nunca bebi tanto como bebi nessas três semanas, e também nunca fiz tanta merda!

Merda Nº1:

Beijei Kurt. Não uma, MAS UM MILHÃO DE VEZES NA MESMA NOITE.

Merda Nº2:

Chorei feito uma idiota contando toda a história da minha família para Phoebe e a atrapalhei de pegar uma menina.

Merda Nº3:

Fiz as pazes com Lorcan. Ou nem tanto assim.

O primeiro item está me torturando, nossa, que desastre... Ele se aproveitou total de mim, ele mesmo me revelou isso, aquele cafajeste! Ele disse exatamente isso: “Desde que você chegou eu quero te pegar, mas agora você é totalmente inamorável pra mim”. Desgraçado. Somos bons amigos agora. Graças a Deus só me lembro de flashes, eu me matava se lembrasse de tudo.

Eu me lembro mais especificamente de Lorcan indo encher o saco toda santa vez que Kurt e eu nos encontrávamos em algum lugar, chegou ao ponto de nos escondermos no último andar do prédio, onde ninguém ia. Phoebe ficou o zoando, dizendo que ele estava com ciúmes, e ele foi embora da festa.

Então na semana passada eu fiquei a festa toda chorando no ombro da coitadinha da Phoebe, ela ficou com dó de mim e me consolou, ainda estou com vergonha, mas Kurt se vomitou inteiro e está vivendo normalmente, então eu também posso. Agora ontem foi pior, quem ficou mais bêbado que eu foi Lorcan, chegou um ponto da festa que ele praticamente me arrastou até

...

Amber chegou no quarto, tive que parar. Enfim, Lorcan me arrastou até alguns andares acima, mais especificamente no banheiro do quarto andar, onde é incrivelmente limpo. Ele disse que Kurt usa aquele banheiro, por isso é limpo. Ele estava CAMBALEANDO, ele nem sabia o próprio nome e não me deixava sair, eu comecei a pensar que ele ia fazer alguma coisa de ruim comigo, mas não:

Lorcan: Eu só quero perguntar se você gostou do meu álbum antes de foder ele.

(Não lembro o que ele responde, mas ele riu muito)

Lorcan: Eu não queria que você viesse estudar aqui, mas agora você está aqui e também estará nas férias...

Eu: Quê?

Lorcan: Aquele lance do Fred eu estava só tentando te ajudar, mas você tendeu tudo errado... Nunca tirei com a sua cara, James fez uma festa inteira te apelidar de Miss Piggy e você continua amiga dele...

Ai ele deitou dentro da banheiro e começou a parecer que ia chorar, ele parecia muito magoado, sério, eu fiquei assustada, mas eu não estava em condições nem de me auto ajudar, imagina fazer alguma coisa pelo coitado.

Eu: Você...

Lorcan: Eu falei aquilo, olha, porque o Fred é o maior cachorro do universo, eu sei que ele parece super legal, ele é legal, mas é uma prostituta, ele não perdoa ninguém, é um milagre ele estar com Alexia, na verdade...

Eu: Você que me trata mal, toda conversa que nós temos você é hostil e rude, não é à toa que eu te trato mal, eu admito que sou grossa, mas você faz por onde.

Lorcan: Desculpa.

Eu: Desculpas aceitas. E me desculpa por tudo também.

Lorcan: Desculpas aceitas.

Então, diário, acho que posso dizer que Lorcan é meu mais novo amigo. Só voltamos para a escola às sete da manhã, abafando o riso. Ficamos a noite toda discutindo bandas e o real sentido de filmes mindfuck, ele falou sobre tanta coisa... Eu falei sobre tanta coisa... Ele foi a única pessoa que eu falei sobre meus pais, mas não o quanto eu sentia falta deles, mas como era nossa convivência e hábitos... Nem Mike conseguiu arrancar isso de mim.

Acho que me senti segura porque Lorcan havia preparado o terreno para isso. Ele vem de uma família onde seu bisavô descobriu metade dos animais mágicos do mundo bruxo. Ele me explicou que ser aborto é quase como se você fosse leproso, é uma vergonha, é um atestado de impotência para a família. Na verdade, os Weasley não têm apenas Louis de aborto, há mais um parente dos Weasley perdido no mundo trouxa, ele é contador. Eles têm vergonha dele, por isso nunca é citado.

Lorcan chorou contando o quão horrível é sentir-se uma decepção. É como se você tivesse tirado nota zero em uma prova extremamente importante por 16 anos. Ainda mais ele sendo gêmeo de Lysander, traz um peso maior. “Ele vai provavelmente trabalhar no Ministério e eu... Eu vou passar o resto da minha vida andando de carro, lavando louça com a mão e... Sendo excluído da família”. Ele disse que tem sorte por sua mãe ser um anjo iluminado, mas seu pai sente culpa toda vez que olha para ele e é insuportável.

Bem, diário, Lorcan tem uma auto estima mais que baixa. Eu entendi o que James disse, sobre ele estar sempre na defensiva... Ele afasta as pessoas de perto dele de propósito. Quando ele percebeu que era um aborto, ele não soube lidar na época e continuou sem saber como lidar. Agora, refletindo sobre tudo isso, e relendo tudo que eu escrevi sobre ele, me sinto um monstro.

Agora que ele confia em mim, parece que conheço 100% de Lorcan. Ele é tão mal humorado que eu me sinto a dona do mundo quando consigo arrancar um sorrisinho. Agora vou escutar um EP que ele me deu.

Dominique não responde minhas cartas, parece estar muito ocupada com o tal Julian.



Notas finais do capítulo

Finalmente vamos conhecer o Lorcan melhor, eu já não aguentava mais hahahahaha

É isso, espero que gostem!