Não Me Deixe Desmorornar escrita por Lyrah Velcyd Lumiehr


Capítulo 1
Velhos Tempos, Velhos Ferimentos


Notas iniciais do capítulo

Bom, esse foi um enredo que acabou surgindo na minha cabeça após assistir o dorama "I Need Romance 3", não vou lembrar exatamente o episódio, mas quem assistiu o dorama talvez consiga identificar algumas similaridades, mas nem tanto.

Fazia alguns meses que estava querendo fazer uma fanfic de Kpop, mas não tinha noção do que fazer, só sabia que queria fazer com a Hyuna (minha ultimate linda, maravilhosa, exuberante e perfeita - ignorem a fangirl aqui). Então depois de ver o dorama, a ideia surgiu de repente.

Apenas para estabelecer o contexto, a história se passa em meados de 2013.

Então vamos lá, será uma história bem curtinha, então espero que gostem.



—Hyuna-ah! — Ele chamou, correndo para alcançá-la antes que saísse do prédio da Cube Ent.

—Oh, Junhyung-oppa! — A morena respondeu surpresa, já fazia algum tempo, na verdade meses, que os dois não se falavam adequadamente.

—Como você está? — Ele perguntou, retomando o fôlego após a corrida. Depois de quase sete horas de ensaios, quem não estaria? — Faz tempo que não conseguimos conversar direito, não é?

—Verdade, estamos todos muito ocupados com nossos comebacks. — Hyuna respondeu um pouco constrangida. Por mais que eles tenham sido muito próximos no passado, é estranho voltar a falar com alguém que você ficou muito tempo distante.

—Eu estava pensando... Tem esse espetáculo que vai acontecer no sábado... Eu acabei ganhando dois ingressos e... Queria saber... — Junhyung desviou o olhar por alguns segundos, fechou os olhos e respirou fundo. Para ele também era difícil falar com ela depois de tanto tempo, principalmente se levar em consideração as coisas que ele disse à ela da última vez que se falaram. Quando voltou seu olhar para Hyuna, ela o encarava de volta com uma expressão confusa. — Queria saber se você teria tempo de ir comigo ao espetáculo?

—Ah... — Hyuna parou por algum tempo para assimilar o que ele tinha falado. A dúvida cresceu em sua mente, será que deveria mesmo ir? Mesmo depois daquelas palavras, deveria ir? Talvez ele só quisesse acertar as coisas, fazer tudo ficar bem como era antes, apesar de ela acreditar não ser mais possível, pelo menos o mais próximo a isso ela gostaria de tentar. — Ok! Vou limpar minha agenda no sábado à noite! — Ela respondeu sorrindo sincera.

—Ok! — Ele gaguejou, pego de surpresa pelo sorriso da mais nova. Ele havia esquecido o quão bonito era o sorriso dela. — Te pego às 20h então!

—Tudo bem! Tenho que ir agora, oppa. Até sábado! — E saiu depressa em direção ao carro em que seu grupo estava.

Vendo-a se afastar, sinceramente feliz pelo convite, fez com que Junhyung começasse a se arrepender da decisão. Não era certo fazer isso com ela, mas agora já era tarde demais para desistir. Com um suspiro, voltou para dentro do prédio, ignorando os olhares questionadores de Dongwoon e Hyunseung.

~*~*~

Hyuna entrou no carro pensativa. Estava feliz pelo convite, mas ainda tinha algo a incomodando sobre isso.

—Unni, está tudo bem? — Sohyun foi a primeira a perguntar.

—Oh! Nada não, Sohyun-ah, só um pouco cansada...

—Não adianta mentir, nós te conhecemos muito bem, anda, desembucha! — Dessa vez foi Gayoon a exigir uma explicação.

Com um suspiro, Hyuna respondeu:

—Junhyung-oppa me chamou para ir a um espetáculo com ele no sábado...

—Mas...? — Jihyun sentiu a hesitação nas palavras da mais nova.

—Talvez ele só esteja tentando voltar aos velhos tempos? — Jiyoon comentou

—Talvez sim, unni, mas ainda tem algo me incomodando sobre isso. — Hyuna confessou.

—Não dá para negar que é algo muito estranho mesmo, faz um pouco mais de um mês que ele terminou com a Hara e já está chamando outra garota para sair? Talvez a intenção não seja romântica nem nada, mas mesmo assim... Principalmente depois do...

—Vamos parar por aqui Gayoon — Jihyun disse firme — Hyuna-ah, você quer ir com ele?

—Sim, claro que quero, sinto falta dos velhos tempos, mas é um pouco estranho voltar a falar com ele depois de tanto tempo.

—Então aproveite o encontro, unni, pelo menos você vai conseguir se divertir, se pensar demais vai acabar estragando o clima! — Sohyun aconselhou a mais velha, apesar de também ter uma sensação estranha sobre o convite repentino.

—Só tome cuidado. — Gayoon avisou.

A viagem até os dormitórios seguiu em silêncio. Todas estavam cansadas demais depois da rotina exaustiva de ensaios, estavam beirando a época de promoções de seu novo MV. Mas a única coisa que a mente de Hyuna não conseguia fazer agora era descansar.

~*~*~

—Então, o que foi aquilo? — Hyunseung perguntou.

Assim que chegaram aos dormitórios, todos foram direto para seus quartos, mas Junhyung resolveu sentar na sala de estar, apenas para pensar um pouco sozinho. Assim que viu o amigo sozinho, Hyunseung aproveitou a chance para conversar.

—Aquilo o quê? — Suspirou cansado, sabia que em algum momento ele perguntaria, Junhyung só gostaria que não tivesse sido tão cedo.

—Hyuna. Por que a chamou para sair?

—Eu... — Pensou um pouco antes de responder. — Eu só quero relembrar um pouco os velhos tempos. Nós ficamos bem distantes nos últimos tempos. — As últimas palavras arderam um pouco para sair de sua garganta. Não tinha certeza se Hyunseung sabia da história toda. Talvez sim. Ele e Hyuna ficaram bem próximos após “Troublemaker” ser criado, mas preferiu deixar assim mesmo.

—Se você diz... — Hyunseung respondeu levantando-se e dirigindo-se ao quarto que dividia com Yoseob — Só uma coisa Junhyung.

—O que?

—Sabe que Hara também estará lá, não é? — Ele disse e saiu sem esperar uma resposta.

Junhyung suspirou mais uma vez. A cada minuto que passava, tinha cada vez mais certeza que tinha feito a escolha errada. O que ele falhou em perceber foi que Dongwoon escutou a conversa toda da porta de seu quarto, e não gostou nada da história que estava se desenrolando.

~*~*~

Como prometido, às 20h Junhyung estava na porta do condomínio com o carro. Hyuna saiu com um vestido casual-chic azul claro, o cabelo amarrado em um rabo de cavalo baixo um chapéu para ajudar a disfarçar caso precisassem passar por alguma área mais pública. Junhyung estava com uma calça jeans preta e uma camisa social cinza, uma jaqueta de couro preta sobre os ombros, e sua marca registrada, óculos escuros.

Quando chegaram ao teatro, o lugar não estava tão cheio, portanto não foi difícil para que eles passassem quase despercebidos.

—Nunca tinha vindo aqui antes! O lugar é realmente lindo! — Hyuna disse assim que se sentaram, olhando em volta admirada.

—Fico feliz que tenha gostado, podemos voltar aqui mais vezes se quiser... — Ele respondeu, mas sem olhá-la, parecia que estava procurando por alguém. Por mais que estivesse curiosa, preferiu não perguntar nada, mas a sensação estranha em seu peito ainda não tinha ido embora. Pelo contrário, apenas crescia.

—Oppa, está tudo bem? — Hyuna perguntou suavemente, por quem ele estaria procurando? Percebendo o que estava fazendo, Junhyung voltou a olhar para ela e sorriu amarelo.

—Claro que está. Depois daqui, que tal jantarmos, hein? Onde gostaria de ir? — Tentou distraí-la da situação, não queria que ela desconfiasse do motivo pelo qual a tinha convidado. Ela percebeu a intenção de mudar de assunto, então não o pressionou mais, apenas sorriu antes de responder.

—Sim! Ouvi dizer que o restaurante daqui é muito bom, adoraria experimentar.

Assim que terminou de falar, as luzes da plateia se apagaram. O espetáculo estava prestes a começar. Os dois se recostaram em seus assentos confortavelmente. Hyuna estava focada naquilo que passava no palco. Já Junhyung estava tudo menos concentrado, continuava procurando por todos os lados o real motivo pelo qual estava ali com Hyuna.

Então ele ouviu uma das portas do teatro se abrir e lá estava ela entrando, Hara estava linda, com o vestido preto e o cabelo penteado para um dos lados. Ela olhava em volta, à procura do lugar que estava marcado em seu ingresso. Em certo momento, seus olhares se encontraram e assim que Junhyung percebeu que Hara o reconheceu, segurou firmemente a mão de Hyuna. E pôde perceber que o sorriso que estava prestes a se formar no rosto dela se desfez e uma expressão triste e decepcionada.

Quando Hyuna sentiu Junhyung agarrar sua mão, virou assustada para encará-lo e perguntar o que estava acontecendo. Percebeu que ele não a olhava, mas também não prestava atenção ao palco. Seguiu o olhar do mais velho e finalmente percebeu o porquê de ele tê-la convidado tão de repente depois de tantos meses. Engoliu o nó em sua garganta e lutou contra as lágrimas se formando em seus olhos. Devagar foi puxando sua mão do enlace de Junhyung, ele nem ao menos percebeu. E voltou a olhar para frente, mesmo não havendo maneira de voltar a apreciar o show.



Notas finais do capítulo

E esse foi o primeiro capítulo! Espero que realmente tenham gostado.

Então o que acharam?

Como a história já está escrita, não vou demorar tanto para postar o próximo, talvez na semana que vem ou na próxima.

Comentários serão sempre bem vindos! Até o próximo!