Os Domadores Sayajins escrita por BILSS O DESTRUIDOR, Matt Wagner 27, Sensei Oji Mestre Nyah Fanfic


Capítulo 5
O Desafio de um Domador: Derrote Gorimon! O Segredo dos Sayajins


Notas iniciais do capítulo

Escrito por - Bills o Destruidor
Revisado por - Matt Wagner 27



No capítulo anterior...

...

...

Kotemon e Veemon saíram para explorar o mundo humano, e acabaram por encontrar um parque; já os sayajins avistaram um grupo de crianças jogando um jogo de cartas, chamado Digimon Card Game ou Digimon Card Battle.

Como eles estavam interessados no jogo decidiram perguntar aos dois jogadores que havia encontrado lá sobre as regras do card game.

Após os jogadores explicarem as regras, eles levaram os sayajins até uma loja de cartas ou card shop, onde eles compraram seus decks.

Após voltarem para casa seus dx-loaders deram um sinal, que logo descobriram que se tratava de um aviso de que um Digimon havia bioemergido nas redondezas, e após alguns minutos sobrevoando a cidade de Shinjunku eles encontraram o local indicado no mapa que estava envolto em uma densa névoa.

...

...

...

...

Adentrando na cúpula eles avistaram dois garotos e uma garota e seus Digimons. Kotemon e Veemon, que haviam acabado de sair do dx-loader logo reconheceram Takato e Guilmon, que haviam conhecido no dia anterior.

O segundo garoto tinha um cabelo azul-escuro, e trajava uma roupa preta por baixo de um colete laranja, calçava um sapato preto com detalhes em amarelo, e ainda possuía uma pulseira branca em cada braço.

Já a menina tinha cabelos ruivos laranja, e trajava uma roupa branca com um desenho de coração partido em seu centro e coloração verde nos ombros, uma calça jeans um pouco velha, já que estava um pouco rasgada, sapatos vermelhos com detalhes em metal, e suas pulseiras no braço eram vermelhas.

Acompanhando eles havia também dois Digimons, o primeiro era pequeno de cores verde e branco, e tinha uma aparência mista entre um cão e um coelho.

Já o segundo tinha a aparência de uma raposa amarela bípede, e possuía duas diademas em seus braços.

— Por favor, pare Gorimon, esta luta é sem sentido! - falou o garoto de cabelo azul para o Digimon que os estava atacando.

— Não adianta Henry, ele não irá ouvi-lo, temos que enfrentá-lo! - falou o pequeno Digimon orelhudo que devia ser parceiro do segundo garoto.

— Não Terriermon, tem que haver um jeito de sairmos dessa sem uma luta - falou Henry.

— Lee, acho que Terriermon tem razão, algumas vezes não podemos fugir de nossas batalhas... - falou Takato.

— Tem razão Takato, eu estava fugindo, vamos Terriermon - falou Henry.

— Certo, agora você irá perder Gorimon!! - falou Terriermon.

Então, Terriermon correu em direção a Gorimon e deu um salto, e começou a rodopiar, e pronunciou:

— TORNADO TERRIER!!

Em seguida criou um tornado verde, que se dirigiu a Gorimon, mas este nem sentira cócegas.

— Hahahaha, está mais fraco do que da última vez, agora tome essa... ATAQUE PODEROSO!!! - pronunciou Gorimon, antes de dar um grande salto, e ao aterrissar deu um golpe no solo, fazendo com que uma avalanche de pedras que se soltaram do concreto voasse em direção a Terriermon, deixando-o bastante cansado, mas Henry pegou um cartão de seu baralho, e quando o passou pelo leitor de cartas de seu d-ark pronunciou:

— ACESSÓRIO DE ENERGIA D, ATIVAR!!

Com isso, Terriermon foi envolvido por uma aura esverdeada, que restaurou sua energia, então ele começou a correr novamente em direção a Gorimon, enquanto Henry passava outro cartão no leitor de cartas, e exclamava:

— ACESSÓRIO DE VELOCIDADE G, ATIVAR!! - com isso Terriermon começou a correr mais rapidamente, então ele saltou e enunciou:

— EXPLOSÃO DO COELHINHO!! – disparando da boca uma esfera de energia esverdeada no braço direto de Gorimon que ficou irritado, e então pronunciou:

— CANHÃO DE ENERGIA!! - mas como seu Canhão havia sido obstruído pelo ataque de Terriermon, ele acabou explodindo com tanta forca que explodiu em dados, com isso Terriermon começou a absorver os dados de Gorimon.

— Terriermon, pare, não precisa absorver os dados de outro Digimon para ficar mais forte! - falou Henry.

— Mou man tai, mou man tai… desculpe Henry, foi a força do hábito - dissera Terriermon.

— Na verdade, de certa forma a absorção de dados ajuda, mas de uma forma diferente do que imaginam, tomem estas cartas, tenho a sensação de que precisarão delas - disse Goten entregando um conjunto de cartas para os Tamers, se juntando com Trunks até onde eles estavam.

— Que cartas são estas, e porque a maioria delas está em branco?? - perguntou Takato.

— E como vocês sabem sobre os Digimons? - perguntou a menina de cabelos alaranjados.

— Respondendo à primeira pergunta, as cartas estão em branco, pois seus poderes estão selados, e só serão revelados quando um tipo específico de situação ocorrer com aqueles que as possuem. E segundo, nós sabemos sobre Digimons, por que nós também temos nossos parceiros, certo Kotemon? - falou Trunks.

Após a fala de Trunks, Kotemon surgiu na frente dele, junto a Veemon que apareceu em frente a Goten.

— Agora use esta primeira carta, se quiser baixar os dados de Gorimon para adicioná-lo ao seu grupo - falou Trunks.

— Como assim, adicioná-lo ao meu grupo? - perguntou Henry.

— Bom, com mais Digimons em seu time, as chances de vencer as futuras batalhas são maiores, e essa carta também permite armazenar seus Digimons dentro de seus digivices - falou Goten.

— Armazenar... os Digimons dentro dos digivices?? - perguntou Henry.

— Sim, com isso não precisarão escondê-los a toda hora, claro, eles poderão sair à hora que quiserem, mas é uma maneira de escondê-los das vistas das pessoas quando necessário - falou Trunks. - Também poderão usá-los para Jogress Shinka e Xcross Shinka...

— E também poderão enviá-los direto para o digimundo com seus digivices! - concluiu Goten.

Então, após ouvir o que os sayajins disseram, Henry passou o cartão na fissura de seu d-ark e pronunciou:

— DIGI MUDANÇA! ACESSÓRIO DE ARMAZENAMENTO, ATIVAR!!

Com isso o d-ark de Henry brilhou, e quando a luz cessou não havia nenhuma mudança aparente, mas os dados de Gorimon que estavam se dispersando pelo ar começaram a flutuar em direção ao digivice de Henry, que enunciou:

— Espírito guerreiro que teve uma grande batalha, seja agora meu aliado.

Com isso apareceu um holograma de Gorimon no d-ark de Henry.

— Hem, onde estou...?? - perguntou-se Gorimon olhando em volta.

— Você está dentro de meu digivice Gorimon, e agora faz parte do meu time - falou Henry.

— Você me restaurou... mesmo eu tendo causado um estrago grande ao querer lutar contra seu parceiro...?? O-Obrigado - disse Gorimon.

— E qual é o seu nome garota?? - perguntou Goten curioso.

— Não te interessa - falou a menina, de braços cruzados.

— O nome dela é Ruki, ela é meio fechada assim mesmo – falou Henry, o domador de Terriermon.

...

...

...

...

Ao mesmo tempo em que eles conversavam, em um local desconhecido um agente secreto observava em seu computador algo intrigante.

— Sr. Yamaki, detectamos há algum tempo uma anomalia digital. Nossos agentes constataram que mais duas crianças se juntaram ao grupo que se denomina de “domadores” - falou o agente para seu superior.

— Muito interessante, continuem vigiando-nos, não podemos deixar que essas crianças continuem envolvidas neste "jogo" perigoso - falou Yamaki.

— Certo, continuaremos a manter as crianças sob vigilância. Agente 13 desligando - falou o agente da organização.

...

...

...

...

Após o ocorrido, os sayajins resolveram que seus novos amigos deveriam ser mantidos por perto e decidiram se conhecer direito, e aproveitando isso, eles entregaram as cartas especiais para os outros tamers.

— Então, para que servem estas outras cartas? quando você havia explicado antes eu não entendi, pois estávamos no meio de uma batalha... - disse Henry

— Aquela que lhe entreguei primeiro, serviu para atualizar seu digivice permitindo que você possa baixar os dados de um Digimon derrotado, assim podendo usá-los para ajudar em suas próximas batalhas de diversas formas, e também há a função de armazenamento, que também restaura a energia dos Digimons armazenados em seu digivice após uma luta, por exemplo. Quanto às outras cartas ainda não sabemos nada sobre o que elas podem fazer, mas na hora certa irão se revelar a vocês - falou Goten.

— Então, não necessitaremos mais absorver os dados dos Digimons que enfrentarmos? - perguntou Ruky.

— Isso nunca foi necessário na verdade, a não ser que você queira adquirir uma linha alternativa de evolução para seu Digimon, mas não absorva todos os dados, pois nesse caso você só ganha um reforço temporário na força de seu Digimon - falou Trunks.

— Onde vocês moram, já que nós nunca vimos vocês por aqui? - perguntou Henry.

— Nós moramos em um terreno na frente de uma padaria - falou Kotemon.

— Ei, você não é o mesmo Kotemon que eu conheci ontem à noite? Que estava junto com Veemon? - perguntou Takato.

— Eu mesmo - disse kotemon, quando de repente eles ouviram um barulho enorme de barrigas roncado, eram os sayajins que estavam com fome.

— Ahh, desculpe pessoal, precisamos ir - falaram os sayajins.

— Como puderam notar, estamos famintos – justificou-se Goten.

— Não se preocupem, minha casa fica próxima daqui, na verdade é naquela mercearia lá, venham conosco, lá poderão comprar algo para comer - falou Takato, sendo seguido pelos sayajins; chegando lá, eles compraram todos os salgados e doces do local, e começaram a devorá-los como loucos.

— Nossa, eles não têm nenhuma educação à mesa - disse Ruky olhando torto para os dois guerreiros enquanto se alimentavam.

— Realmente, mas se eles conseguem comer assim, porque não engordaram ainda? - perguntou Terriermon em forma de imagem holográfica partindo do digivice.

— Terriermon - disse Henry, como se fosse começar a dar um sermão em seu parceiro.

— Mou man tai, mou man tai, Lee! - falou Terriermon se desculpando.

— Henry, mas de certa forma ele tem razão, como será que mantém a forma, comendo assim?? - falou Takato.

— Concordo com eles, isso não faz simplesmente nenhuma lógica - falou Ruky.

— O que é lógica Takatomon?? - perguntou Guilmon com um pedaço de pão em sua boca. Ele não havia sido armazenado dentro do digivice porque também estava com fome. Takato deu de ombros para o amigo Digimon, como se já não soubesse como respondê-lo àquela altura sobre o assunto.

— Obrigado pelo lanche, agora vamos indo - disseram os sayajins, começando a flutuar defronte aos olhos deles e saindo da padaria.

— Alguém mais viu isso?? Eles simplesmente saíram voando!! - falou Takato.

— Sim, nós vimos... como será que eles fazem isso?? – perguntou Henry, contemplando seus amigos domadores.

Chegando ao local onde haviam colocado sua casa, Goten e Trunks resolveram voltar ao digimundo para que pudessem treinar, já que se treinassem no mundo humano, poderiam causar muitos estragos, então eles pegaram seus dx-loaders, estenderam as mãos e disseram juntos:

— DIGI PORTAL, ABRIR!!

Com o digi portal aberto, eles pularam dentro do mesmo, e em alguns segundos estavam novamente no castelo dos Royal Knights.

— VEJO QUE VOLTARAM BRAVOS GUEREIROS, E QUE JÁ ENTREGARAM AS CARTAS A ALGUNS DOS DOMADORES, MAS POR QUE MOTIVO VOLTARAM AQUI À ESSA HORA? - perguntou Victoryze-Greymon ao vê-los.

— Nós viemos aqui, pois queremos um local para treinar sem que incomodemos alguém, já que se fizermos isso no mundo humano, poderíamos acabar destruindo o planeta com qualquer descuido - falaram Goten, com Trunks concordando com a cabeça.

— CONHEÇO UM LOCAL PERFEITO PARA TREINAREM, MAS PRECISO PEDIR PERMISSÃO A UM DOS DOZE, INFELIZMENTE NENHUM DELES ESTÁ AQUI AGORA - falou Victoryze-Greymon.

— NÃO SE PREOCUPE VG (abreviação de Victoryze-Greymon)!! EU LHES DOU A PERMISSÃO DE USAREM A DIMENSÃO ZERO!! - falou um grande guerreiro que trajava uma grande armadura obsidiana cobrindo todo seu corpo com exceção da cabeça, e que utilizava um escudo em seu braço esquerdo, e uma lança dupla no direito, chegando no local naquele momento.

— O QUE HOUVE CRANIUMMON-SAMA? - falou Victoryze-Greymon se ajoelhando perante o outro digimon.

— O corpo atual de Omegamon sofreu vários danos em nossa recente batalha contra aquele Diaboromon, creio que o único jeito de salvá-lo seja transferindo-o para um novo corpo provisório - falou Craniummon em tom de preocupação.

— Entendo, ZeedGarurumon e eu teremos que nos tornar este novo corpo já que somos os digimons mais próximos dos membros originais de Omegamon... Sinto-me honrado por fazer parte de Omegamon-sama! - falou Victoryze-Greymon.

— Venham guerreiros, vou levá-los até a dimensão Zero - falou Craniummon, ao mesmo tempo em que liberava Victoryze-Greymon do serviço.

Passando algum tempo eles finalmente chegaram à dimensão zero, que era um local bastante semelhante à sala do tempo, a diferença é que não havia a diferença de tempo entre dimensões e o local parecia um emaranhado de zeros e uns em um local transparente.



Notas finais do capítulo

Revisado em 30.01.2016



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Os Domadores Sayajins" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.