Os Domadores Sayajins escrita por BILSS O DESTRUIDOR, Matt Wagner 27, Sensei Oji Mestre Nyah Fanfic


Capítulo 14
Um Acidente que não Deveria Ocorrer




No capítulo anterior de domadores sayajins

Ruki estava pensativa sobre o dia em que Ice_Devimon a havia sequestrado querendo que ela fosse sua domadora, e isso a deixou aflita ao finalmente perceber que digimons não eram apenas dados mais também entidades com pensamentos próprios.

Após ter saído de casa, ela acabou reforçando sua amizade para com Renamon e também resolvendo de uma vez seu dilema de lutar ou não lutar. Percebendo assim, que se são poucos aqueles que podem enfrentar os digimons que causam problemas no mundo.

—_________________________________________________

Enquanto isso, nessa mesma noite

Takato, estava rumando em direção a local onde seu digimon gosta de passar a noite, quando de repente seu digivice começou a apitar.

O domador então olhou para o dispositivo em seu pulso, e apertara um botão resultando na projeção de um pequeno mapa holográfico acima do mesmo.

— Certo Guilmon, parece que teremos de passar em um local antes de te deixar naquela construção abandonada que você gosta – falou Takato – melhor mantê-lo no digivice por enquanto – ARMAZENAR GUILMON !!!

Após recolher seu parceiro, o domador sem grande esforço começou a flutuar antes de voar na direção do local indicado em seu digivice.

Após alguns minutos voando entre os prédios de shinjuku, Takato logo chegou a um prédio de quinze andares, e pousou no decimo andar, já que seu digivice apontava para o mesmo.

— MATERIALIZAR GUILMON !!! – Dissera o domador enquanto se aproximava da segunda metade da garagem que estava oculta em sombras

— Quem está aí? – Perguntava uma voz que   se assemelhava a um rugido – onde estou? Cadê o meu filho?

— Não se preocupe, não estamos aqui para te prejudicar. Se vir com a gente podemos ajudar-te a encontrar seu filho.

— E porque eu deveria confiar em você? Já disse para não se aproximar – CHAMA DAS TREVAS – pronunciou a criatura disparando centenas de bolas de fogo obscuras em direção ao domador, e ao digimon

— Arg. logo agora que pensei poder resolver isto de maneira pacifica. Muito bem. Haa, vamos ver de que digimon se trata – falou takato ativando o analisador de seu digivice.

DIGIMON ANALISES

DARK_LIZARDMON

Este digimon dragão maligno está encoberto sobre chamas obscuras, no entanto costuma ser gentil e bondoso, mas torna se hostil caso sinta-se ameaçado.

LV: ADULTO

ESPÉCIE: DRAGÃO MALIGNO

ATRIBUTO: VÍRUS

CAMPO: SOLDADOS DO PESADELO

 

Após obter informações básicas do digimon, e dissiparem o último ataque de Dark_Lizardmon, takato puxou uma entre diversas cartas de seu deck.

— DIGI MUDANÇA DE METAL GARURUMON UIVO CONGELANTE – pronunciara o domador ao passar a carta em seu digivice, com isso Guilmon foi envolvido em uma energia azul.

O digimon então correra em direção ao seu adversário enalta velocidade, enquanto desviava de consecutivas bolas de fogo desencadeadas pela técnica de Dark Lizardmon.

Takato, pretendendo cria uma distração se escondeu em uma sombra no alto da garagem, e criou uma pequena esfera de ki.

— TAYOKEN !!! – Exclamou o domador ao usar o brilho da esfera para que pudesse usara a técnica mesmo sem sol, e assim segando o digimon tempo suficiente para que Guilmon pudesse disparar seu ataque.

— Graaaww – UIVO CONGELANTE – pronunciou Guilmon ao abrir sua boca e disparar uma poderosa corrente de ventos gelados em direção ao seu adversário fazendo com que o mesmo explodisse em dados.

— FUNÇÃO DE ARMAZENAMENTO ATIVAR!!! ARMAZENAR DARK_LIZARDMON !!! – Pronunciou takato fazendo com que os dados do digimon derrotado fossem absorvidos por seu digivice.

— Muito bem, muito bem – falou uma figura oculta nas sobras. – Domador de digimon, é dessa maneira que vocês se auto denominam, não estou certo?

— E quem é você – perguntou takato assustado com a presença do homem.

— Devo parabeniza-lo pela forma rápida que pensou em uma solução rápida, para que o lagarto vermelho pudesse finalizar criatura envolta em chamas – falou o homem – devo avisá-lo, porém, que se não fosse por suas habilidades estranhas. Diria que vocês estão se metendo em um jogo perigoso

— Independente de nossas habilidades, isso nunca foi um jogo.

— Então está querendo dizer, que mesmo sem suas habilidades colocariam sua própria vida em risco só para ver criaturas que não deviam se quer existir.

— Desculpe, creio que você entendeu errado. Takato, deixe-me explicar a este homem – falou trunks, que estava voando perto do edifício e decidiu ajudar seu amigo.

— Bem, senhor agente do governo. Oque meu amigo aqui estava querendo dizer, é que isto de certa maneira seja nossa responsabilidade.

— O que você quer dizer com isso? – Perguntou yamaki desconfiado

— Como estava dizendo, isso é nossa responsabilidade, pois somos os únicos que podem lidar com este problema.

 – Como são os únicos? Nos dá HYPNOS temos nossa própria maneira de lidar com selvagens.

— Serio, selvagens esse é a forma na qual usam para se referirem aos digimons... independente disso parece que seu método não é lá muito eficiente

— O que lhe dá o direito de questionar meus métodos? – Perguntou yamaki surpreendido – melhor dizendo. Como você sabe que já tentamos uma vez?

— Foi apenas um chute, mas aquele Musyamon com ódio de humanos foi uma ótima dica – falou Kotemon

— Um, agora me lembro, o selvagem que invadiu os sistemas da torre falava alguma coisa sobre vingança – falou yamaki sem ao menos perceber que tanto os garotos, como o projeto de esgrimista a sua frente haviam desaparecido do local.

—_________________________________________________

Escola dos tamers no dia seguinte

— Bom, gente, com esta carta eu ganho esta rodada – falou Takato – eu ativo o acessório de digi evolução para evoluir o Agumon em meu campo para Tyranomon, e agora eu ataco o seu Togemon.

Droga, e a segunda vez seguida que perco do Takato hoje – falou Kenta.

— Não fique assim, eu apenas andei treinando – falou Takato, quando de repente o céu havia escurecido, e dava para se notar uma enorme coluna de nuvens ao redor da estrada principal de Shinjuku.

— O que está acontecendo? Será que é uma furação – perguntou Kenta com medo de um desastre.

— Ei, Takato, está correndo na direção errada – falou Kazu não compreendendo a atitude do amigo.

Takato sem dar ouvidos a seus amigos, continuará a correr na direção da anomalia. – Ei garoto, para onde está indo - Perguntavam as vozes de diversos curiosos que estavam paralisados observando o estranho fenômeno. Passado algum tempo, o domador logo encontrou-se com Yamaki, que apenas estava admirando o seu grande feito.

— Veja bem garoto, não precisam mais se preocupar já resolvi tudo referente a digimons invadindo nosso mundo – falou Yamaki.

— Desculpe, eu não tenho tanta certeza sobre isso. Senhor...? – falou Goten.

— Por qual motivo? Aliás o nome é Yamaki.

— Temos vários motivos – falou Kotemon, ao sair de seu dx-loader. - Mas o principal é que podemos sentir uma forte presença vindo daquela direção.

— O que você quer dizer com presença? – Falou Yamaki, quando de repente pode se ouvir um som de alerta vindo de seu dispositivo – isso não deveria acontecer sob hipótese alguma. Nuncaahh... – falou Yamaki, antes de ser interrompido por um forte estrondo.

Sem esperar os Tamers nem os Sayajins se manifestarem mais, Yamaki correu em direção ao prédio do governo, para saber sobre a origem do estrondo e se havia alguma relação com as estranhas nuvens, deixando os jovens e os digimons estupefatos.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Os Domadores Sayajins" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.