Os Domadores Sayajins escrita por BILSS O DESTRUIDOR, Matt Wagner 27, Sensei Oji Mestre Nyah Fanfic


Capítulo 10
Evolua Guilmon! - A criação de Growlmon


Notas iniciais do capítulo

ESCRITO POR - Bills o Destruidor, Sensei Oji

REVISADO POR - Sensei Oji, Matt Wagner 27



No capítulo anterior de Os Domadores Sayajins...

Os Sayajins enfrentaram Mistymon, que era o resultado da evolução conjunta de Mercuremon e seus experimentos, forçando os guerreiros a transformarem-se em Super Sayajins. Impressionados com a exibição de poder dos Sayajins, os domadores resolveram fazer algumas perguntas e, ao terem suas dúvidas respondidas, todos voltaram para suas casas.

...

...

Nessa mesma noite, Impmon estava atormentando os casais que passavam a noite em uma pequena rua em frente à escola de Takato.

— Ahh... que tédio. Melhor achar alguém para me ajudar... – disse Impmon em pensamentos, antes de assustar mais um casal desavisado com sua esfera de fogo.

 Após assustar inúmeros casais, Impmon resolveu andar por aí, até que encontrou Guilmon dentro de um pequeno canteiro de obras abandonado. Ele pegou um pão que havia rolado das garras de Guilmon.

— Hunf, melhor do que esperava – falava Impmon, enquanto saboreava o pedaço de pão e era observado por Guilmon. – Deixe de ser idiota e me dê mais! – ordenou Impmon a Guilmon que inocentemente deu seu alimento para o pequeno monstrinho com aspecto de palhaço.

— Você gosta desses pães? – perguntou Guilmon.

— Eu os odeio – falou Impmon enquanto saboreava os pães que Guilmon entregava, claramente não os odiando enquanto mastigava.

— Você está comendo muito. Nesse caso, Takato disse que deveria dizer que tudo está ótimo – falou Guilmon. - Com a sua comida, sabe...

— Hunf, como você é chato! Só sabe dizer “Takato isso e aquilo”. É por isso que desprezo digimons como você que andam com humanos. Isso é vergonhoso, sabia? Olhe para você. Vive trancado aí e sendo alimentado por humanos. Você, por acaso, é feliz deste jeito? – perguntou Impmon enquanto saboreava outro pão.

— Sim, estou feliz por ter vários amigos – respondeu o outro.

— Mas o que é isso? Amigos? Não consigo acreditar, você não tem nenhum orgulho como Digimon? – perguntou Impmon após se recuperar de um engasgo provocado pela resposta de Guilmon.

...

...

No dia seguinte, os alunos da escola onde Takato estudava ficaram sabendo que uma criança andava assustando os casais que se encontravam à noite em frente à escola onde estudavam. Isso fez com que os professores decretassem toque de recolher para que seus alunos não fossem confundidos com tal encrenqueiro.

— Hei Takato, seus professores também o avisaram sobre um encrenqueiro que anda assustando os casais à noite? – perguntou Henry.

— S-sim, é só que... – gaguejava Takato.

— Você acha que Guilmon fez isso? - deduziu Lee pela voz e pela expressão facial de Takato. - Eu duvido muito, mas se quiser confirmar é só deixá-lo no digivice na próxima noite. De acordo com as testemunhas foi algo feito por uma criança muito travessa – falou Henry.

— Tem razão. Ninguém confundiria Guilmon com uma criança – respondeu Takato.

— Ei, sobre o que estão discutindo aí? – perguntou Goten chegando de repente.

— Ah, nada muito importante. Só que tem alguém assustando os casais que passam a noite no parque, por isso foi decretado um toque de recolher para os alunos das escolas próximas ­– falou Henry.

—Ei Goten, já combinou com eles de que horas nós iremos treiná-los? – perguntou Trunks, que chegou ao local onde estavam Goten e os outros dois domadores.

— Já ia perguntar isso – resmungou Goten.

— Certo, mas primeiro precisamos encontrar a Ruki para que possamos combinar o dia dos treinos em conjunto, assim não precisaremos explicar duas vezes – falou Trunks.

— Ela deve estar em casa, por isso acho melhor procurarmos por lá primeiro – falou Henry.

Após conversarem, Takato, Henry e os Sayajins seguiram rumo à casa de Ruki, mas, ao chegarem lá, ficaram sabendo que a mesma ainda não havia chegado. Então a sua avó os chamou para lancharem.

— O que vocês estão fazendo aqui? Não me lembro de tê-los convidado para vir à minha casa – falou Ruki ao entrar e ver os garotos em sua casa.

— Eles disseram que estavam procurando por você, então os convidei para fazer um lanche – falou a avó de Ruki, sorridente e prestativa. 

— Hum, então por que estavam me procurando? – perguntou Ruki.

— O motivo é simples, ontem falamos que ajudaríamos vocês a despertar e manipular o ki de vocês para que possam se defender ou se desviar de ataques dos digimons durante uma batalha. Então viemos aqui marcar os dias para isso – falou Trunks.

— Podemos treinar nos finais de semana já que não temos aula nesses dias – falou Takato.

— Desculpem, mas no domingo não posso pois tenho aulas de kung fu – falou Henry.

— Bom, então só nos resta os sábados – falou Ruki.

— Certo. Agora que marcamos os dias e horários, vamos ensiná-los o básico, assim quando os treinos começarem já terão despertado o ki de vocês – falou Trunks.

— Para despertarem o ki necessitarão de treino físico e mental, por isso se puderem pratiquem meditação até o próximo sábado – falou Goten.

— Quando tiverem despertado seu ki poderão visualizar uma chama brilhando em seus interiores sempre que se concentrarem – falou Trunks.

Após combinarem os dias e horário dos treinos, os Sayajins resolveram retornar à sua casa, mas estavam com um pouco de fome então resolveram passar na mercearia dos pais de Takato para fazerem um lanche.

No meio do caminho para a casa de Takato, uma folha de caderno caiu das mãos do garoto, mas foi recuperada por Trunks que intrigado resolveu perguntar:

— Takato, que desenho é este? – perguntou.

— Eu meio que criei o Guilmon a partir de um desenho, então estou tentando criar uma evolução para ele da mesma forma, mas estou meio sem criatividade pois a única coisa em que pensei era fazer uma versão maior dele. Então, vocês poderiam me ajudar com isso mais tarde? – pediu Takato.

— Claro que podemos, mas só depois de comermos alguma coisa – falou Goten, enquanto Trunks e ele devoravam vários lanches que haviam pedido.

— Em que está pensando para a evolução de Guilmon? – perguntou Trunks.

— Estou pensando em fazer uma versão gigante dele – falou Takato.

— Me parece uma boa ideia, mas não acha que deveria acrescentar algo para que fique mais original? Por exemplo, coloque umas lâminas em seus braços e acrescente uns cabelos brancos – falou Goten.

— Não acho que ficaria bom um dinossauro com cabelos – falou Trunks.

— Discordo, ficaria legal por ser diferente – retrucou Goten.

— Já sei. Aumente o tamanho de suas garras e acrescente chifres – indicou Trunks.

— Acho que já está bom. Agora só falta digitalizar – falou Takato ao terminar o desenho e baixar o desenho em seu digivice. De repente Kotemon saiu do digivice de Trunks.

— O que foi, Kotemon? Por que saiu do digivice de repente? – perguntou Trunks.

— Sinto a presença de um digimon – falou o pequeno samurai.

— Vamos então – falaram os sayajins e Takato ao saírem à procura do digimon.

Após saírem da casa de Takato, eles rapidamente encontraram o digimon que havia surgido, pois o viram sobrevoando o local.

— Que digimon é esse? – perguntou-se Takato ao ligar o analisador de seu digivice.

Devidramon, o dragão maligno de quatro olhos.

Nível: Adulto

Atributo: Vírus

Este digimon pertence aos grupos conhecidos como, soldados do pesadelo, guardiões do vento, e rugido do dragão.

Sua principal técnica é a garra sangrenta.

Após analisar seu oponente com o digivice, Takato teve uma surpresa, pois Guilmon havia saído de seu digivice naquele momento e estava com uma expressão de raiva.

— Guiiiiiilmooon! – gritou Takato preocupado com seu parceiro.

Guilmon então disparou uma bola de fogo em Devidramon, mas este defendeu-se com facilidade, então Takato usou uma digimudança para aumentar a força de Guilmon que disparou outra bola de fogo, mas novamente sem efeito.

— Digimudança! Asas Brancas! – pronunciou Takato ao passar outra carta em seu digivice, isso fez com que um par de asas surgisse nas costas de Guilmon que avançou em Devidramon só para levar uma patada do mesmo e ser arremessado contra um edifício.

— Digimudança! Acessório de alta velocidade G! – pronunciou Takato ao passar uma carta em seu digivice para que a velocidade de Guilmon aumentasse assim evitando que este levasse um golpe de Devidramon, mas não evitou o segundo que o prendeu contra uma parede.

— Guilmoooon!! – gritou Takato muito preocupado com seu parceiro, quando de repente uma imensa luz atingiu Guilmon fazendo com que esse fosse envolto em uma cúpula de dados. Perto dali, uma luz jorrou da testa de Culumon...

— Guilmon digivolve para... Growlmon! – pronunciou o digimon recém evoluído.

Após evoluir, Growlmon soltou um poderoso rugido seguido de uma grande esfera de fogo, mas Devidramon escapou fazendo com que o ataque de Growlmon atingisse um prédio.

Em seguida, Growlmon escalou uma ponte enquanto Devidramon rodeava o local.

Quando Devidramon resolveu se aproximar, foi recebido com um ataque das lâminas nos braços de Growlmon.

Devidramon então agarrou Growlmon e começou a voar para poder arremessar seu oponente ao chão. Isso fez com que a raiva de Growlmon aumentasse e com isso ele disparou uma forte torrente de fogo em direção ao seu oponente, desintegrando-o completamente.

— Purificação, ativar!! – pronunciou Takato fazendo com que os dados de Devidramon fossem purificados e armazenados em seu digivice. Mais um digimon restaurado e adicionado à sua frota.



Notas finais do capítulo

Revisão completada em: 10.04.2016



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Os Domadores Sayajins" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.