Idas e Vindas escrita por SJ


Capítulo 40
Capítulo 40: Traição


Notas iniciais do capítulo

imploro perdão de vocês queridos, primeiro meu PC foi formatado, dps deu um problema técnico, demorou muito para ele voltar do conserto, e sabe quando acontece uma parada boa na vida da gente e dps acontece coisas ruins duas vezes pior? psé, aconteceu comigo e fiquei sem muito vontade de fazer nada, não irei encher vocês com meus problemas. Vão ler o capítulo, espero que agrade vocês, demorei pra escrever pq estava sem criatividade. :/ perdão.caso haja erros.



Washington, 13:30

Sasuke POV

E aqui estamos nós mais uma vez em uma situação constrangedora.

Só pra variar.

A minha direita, sakura, e esquerda naruto e hinata, e a frente a mãe da sakura ao lado de hiashi. O resto da família hyuuga espalhada pela mesa longa, hiashi encara naruto mortalmente, sabia que o idiota está nervoso por que sinto a perna dele mexer freneticamente por baixo da mesa.

Hiashi; então hinata, como vai a universidade?

Hinata; a-ah... bem... muito bem... estou pensando em me transferir para a Columbia

Hiashi; o que? Você vai para Nova Iorque?

Hinata: por que não...? – sorriu forçada – já tenho até um emprego lá

Hiashi: por quê? Está muito bem em Providence – hiashi olhou naruto com cenho franzido

Naruto: viva o amor – tentou quebrar o gelo – deixa pra lá...

Hinata: naruto e eu vamos morar juntos

Hiashi: vão mesmo é? – hiashi intensificou o olhar de maldade

Naruto estamos muito felizes, hiashi.

Hiashi: senhor hyuuga pra você

Naruto: ok... – suspirou

Mebuki: sakura... vejo que ainda não está casada... eu estou... – a senhora haruno abraçou hiashi

Sakura: qualquer um casa hoje em dia – mastigou uma cenoura – seja feliz – sorri

Hiashi: sasuke, que bom que não me da tanto desgosto quanto hinata

Hinata: o-o que?!

Hiashi: está comprometido com alguém aceitável, isso é ótimo

Naruto: o que?! Hiashi até pouco tempo atrás a gente se dava super bem!

Hiashi: bom, sim, é verdade, por que até onde sabia você vinha para essa casa fazer companhia para sasuke, mas então eu descubro que flertava com a minha filha embaixo do meu teto!

Hinata: isso não é verdade papai...

Hiashi: que seja, não aguento ver vocês dois juntos, ainda bem que amor adolescente não dura

Naruto: vamos nos casar.

Todos os infinitos membros da família hyuuga pararam de conversar e prestaram atenção na conversa

Hiashi: O que?! – gritou

Hinata: papai não é bem assim – repreendeu naruto com o olhar – só estamos planejando ainda, nem é certo ainda

Naruto: não é certo? – indagou incrédulo para hinata

Hinata: s-sim é!

Hiashi: quer dizer que vai mesmo casar com ele hinata!?

Hinata: e-espere... – ela piscou confusa

Naruto: diga para o seu pai hinata que vai sim casar comigo

Hiashi: diga para ele hinata que não é verdade!

Hinata soltou um ruído de angustia e saiu correndo

Naruto e hiashi se encararam mortalmente

Hanabi: eu posso ser a dama de honra?

Sakura: não! – esbravejou – eu que vou ser!

Mebuki: tenha modos sakura – debochou – juro que não sei se ela é mesmo a minha filha – ela disse para os amigos em volta dela

Sakura: vou ver como a hinata está... – resmungou e saiu da mesa

(...)

Naruto: aghr! Aquele velho maldito!

Sasuke: não devia ter dito aquilo pra ele... – coloquei minhas mãos nos bolsos da jaqueta

Naruto: o que ele quer afinal? Um mauricinho pra hinata? Um... um contador ou um executivo?! – ele começou a andar em círculos

Sasuke: exatamente – eu ri alto enquanto via ele amassar uma lata de cerveja vazia e jogar para o alto em direção ao vizinho – mas também você não da um desconto, cara, vivem brigando por coisas bobas.

Naruto: eu não faço isso!

Sasuke: deixe-me ver, dois anos atrás o hiashi sugeriu a hinata que ela trabalhasse para ele na empresa e você começou a discutir dizendo que ela deveria seguir os sonhos dela

Naruto: mas não estou errado em nenhuma das discursões!

Sasuke: naruto, só deixe rolar ok?

Naruto: ele é quem está errado!

Sasuke: natal passado vocês discutiram sobre dormir no mesmo quarto que a hinata, ele disse não, disse que você ia abusar da hinata e a sua grande ideia genial foi dizer “do que tem medo? ela nem é virgem”

Naruto: confesso que me exaltei neste dia... mas não disse nenhuma mentira!

Sasuke: só pare de falar, entendeu?

Naruto: acha que hinata está brava comigo?

Sasuke: não sei, mas eu ficaria, estou surpreso dela ainda te convidar para essas coisas da família dela

Naruto: me sinto um idiota...

Sasuke: é por que você é um idiota – ele estreitou os olhos

Naruto: cala a boca

(...)

Naruto POV

Sasuke: bate na porta – me incentivou

Naruto: e se ela estiver ocupada?

Sasuke: eu vou comer um sorvete, e quando eu voltar quero ver vocês conversando – virei-me para a porta

Certo naruto, provavelmente ela nem deve estar brava assim... hinata é uma mulher muito compreensível, vai ficar tudo bem

Ergui o punho para bater, mas não consegui, ouvi algumas vozes, aproximei meu rosto para ouvir sobre o que conversava

Sakura: hinata, não fique tão inquieta... ele não fez por mal

Hinata: eu sei que ele não fez... eu só estou chateada... já é a milionésima vez que ele faz isso... ele me envergonhou e meus parentes vão continuar falando mal sobre mim pelos cantos...

Sakura: não fale assim... a qualquer hora ele virá aqui para pedir desculpas

Hinata: só queria que ele se esforçasse para causar uma boa impressão...

A porta foi aberta pela sakura, ela arregalou os olhos, não vi hinata no quarto

Sakura; está espionando!?

Naruto: n-não... claro que não...

Sakura: então tudo bem – ela me puxou pelo braço para dentro do quarto e saiu para o corredor.

Naruto: espera sak- ela fechou a porta na minha cara

Hinata: sakura? – hinata saiu do banheiro e me viu – naruto? O que está fazendo aqui?

Naruto: sinto muito... te constrangi na frente da sua família. Prometo que não farei mais isso, por que não irei mais vir;

Hinata: ei... não seja tão radical... eu exagerei, tudo bem... – cruzou os braços

Naruto: não está tudo bem, hinata. Eu realmente sinto muito... e eu prometo que não farei mais isso 

Hinata: eu sei naruto. Só gostaria que não falasse nada de casamento com meu pai, ele ainda não superou você e eu.

Naruto: por que não?

Hinata; sabe como ele é, naruto, para ele nenhum homem é bom o suficiente, principalmente você...

Naruto: está bem, mas não vou me casar com o seu pai e sim com você... tipo não é o que importa a opinião dele

Hinata: talvez esteja certo... é... – desviou o olhar – eu só não quero estar entre as brigas de vocês... sim naruto eu me casarei com você – sorri – mas pegue leve.. meu pai é... difícil de se lidar

Naruto: eu que o diga – ela riu baixo

Hinata: irei descansar um pouco... nos vemos mais tarde

Naruto: está sentindo algo? Está doente?! – ela riu levemente

Hinata: não, foi uma viagem cansativa, só isso.

Naruto: é mesmo?

Hinata: claro. – ela tirou os sapatos e os colocou no closet

Naruto: eu vou... descer e conversar com o sasuke...

Hinata: se quiser pode ficar aqui comigo.

Naruto: provavelmente seu pai vai entrar, nos ver juntos, fazer um escândalo... então, deixa pra mais tarde.

Hinata: ok... está certo...

Naruto: hinata.

Hinata: hm?

Naruto: eu vou te fazer muito feliz ta bom? – ela sorriu com doçura, algo que a deixa maravilhosamente linda

Hinata: eu já sou feliz. – veio até mim a passos lentos

Naruto: então te deixarei muito, muito mais feliz

Hinata: é uma promessa?

Naruto: sim.

Hinata: bom, eu irei cobrar – brincou

Naruto: já disse que tem olhos lindos? – o sorriso dela aumentou

(...)

Sakura POV

Ai como amo usar roupa nova. Um sorriso gigante estampou meu rosto, ai como sou linda. No jardim os vários hyuugas que não sei os nomes estão jogando futebol, parei na varanda e vi o senhor hiashi no banco de madeira com a vadia da minha mãe, sua nova esposa, ano passado Amber descobriu do casinho deles e pediu o divorcio, hinata ficou tão alegre que tomou uma garrafa inteira de champanhe sem álcool, mas nossa alegria se esvaiu quando soubemos do próximo casamento.

Cruzei os braços. Pensar que essa mulherzinha me pariu, é vergonhoso, ela é tão interesseira que queria me colocar no testamento do hiashi, mas eu não permiti.

— greg volta aqui! – olhei para trás, vi uma hyuuga, pisando duro pela sala de jantar, me aproximei da porta, uh amo brigas de casais, deveria ter um reality show sobre separações, seria muito interessante.

Greg: me deixa em paz, lucia! – ela agarrou o braço dele – lucia!

Lucia: escuta aqui greg! Tivemos 455 encontros sexuais, e eu exijo um encontro descente agora!

Opa! Só falta uma pipoca agora.

Greg; Lucia, eu tenho uma noiva, e ela é sobrinha do hiashi hyuuga

Lucia: eu também sou!

Minhas mãos cobriram minah boa

Lucia: Christina é minha prima favorita, e mesmo assim transo com o namorado dela mais que coelhos no cio!

Greg: quer falar baixo!?

Lucia: termine com ela agora, e fique comigo

Greg: você é burra?! Concordou em ser minha amante

Não! Sério?!

Lucia: greg... eu não quero ser a outra

Greg: você já é a outra! – eita – amo a Christina, não amo você, o que temos é carnal

— pare de espionar – quase soltei uma exclamação de susto, coloquei a mão no peito e ofeguei

Sakura: sasuke, você não vai acreditar no que eu ouvi! – Sussurrei

Sasuke: greg, lucia e Christina? Já sei sobre isso, greg e lucia têm um caso a quase 3 anos, greg vai se casar hoje a noite

Sakura mentira!

Sasuke: eu acompanho essa novela desde o ensino médio – disse com tédio

Sakura: me conta mais!

Sasuke: não – riu – vamos dar uma volta por aí, sem fofocas hoje

Sakura: fala sério! – choraminguei

(...)

Providence

Temari POV

Don: gosto quando briga com as pessoas, é divertido – ele soltou uma risadinha fofa

Temari: obrigada, faço só para te entreter, amor. – ele voltou a massagear meus pés

Don: vou voltar para Turquia semana que vem

Temari: sentirei muitas saudades, irei entrar em depressão por sua falta

Don: compreensível. Sou um ótimo partido – sorri – tem muito sorte senhorita, me fisgou

Temari: oh, eu tenho mesmo!

Don: como vai o seu irmão?

Temari: ele está bem.

Don: eu vou tomar um banho e deixarei você descansando da viagem

Temari: eu amo feriados, acabei de chegar da Califórnia e não estou perdendo aulas

Don: também amo feriados, senhorita. – ele saiu da cama – irei tomar meu banho, sozinho, não quero nenhuma aparição de tiete surpresa – gargalhei – se não nunca irei tomar um banho de verdade

Temari: tudo bem, minhas mãos estão completamente atadas

Don: sei... – ele se colocou de pé e entrou no meu banheiro

Direcionei meu olhar para o criado mudo e vi minhas pulseiras amontoadas juntas, peguei algumas, uma em especial se destaca, uma prata com vários pingentes. Shikamaru que me deu, e infelizmente constato que ainda sou apaixonada por ele.

Ainda bem que ninguém sabe disso.

Ofeguei angustiada, eu não acredito nisso. Encontrar com ele na casa do gaara foi o gatilho, ver ele no hospital foi minha sentença de morte, ver ele com a vadia me deu a facada final.

Não poderia estar em situação pior temari. Com certeza.

Senti um formigamento nos meus pés, levantei o cobertor e é o celular do don, eu pego? A tela está acesa, e bem, não é pecado só olhar

Puxei o celular para mim com o mesmo pé e o apanhei, tem uma mensagem.

“vamos hoje?”

Pode ser qualquer coisa, pode ser um amigo dele. É claro! Ele deve ter alguma reunião por causa da escavação. Compreensível. Agora temari deixe o celular onde achou.

Vamos temari. É errado violar a privacidade dos outros.

Não consigo! Merda quando dei por mim já tentei milhares de senhas possíveis até finalmente desbloquear, fui para as mensagens e vi um contato

Callie

Ai. Meu. Deus.

Eles nem se olharam direito quando estivemos na casa da hinata, deve ser outra callie!

Callie: Quando vem me encontrar? Estou super cansada de ficar aí perto de você e não te beijar

Don: Acredite também sinto-me assim

Callie: Você disse que tinha uma namorada, mas eu não imaginava que era a chata da ex do meu namorado

Don: Mundo pequeno não?

Callie: Sim, é mesmo. Vou dizer para shikamaru que tenho que ir até a Polônia a negócios, vamos nos encontrar na casa dos meus primos? Eles viajaram e está tudo liberado para nós

Don: Sim, só irei e livrar da temari

Callie: O que irá dizer?

Don: Que vou voltar para Turquia

Callie: ok

o que?!

O QUE!?

Pense rápido, temari, nunca é sábio dar uma de louca. Não seja louca. Não seja louca, você é uma mulher elegante, sofisticada, recatada, e linda. Tem uma forma correta de lidar com essa situação.

(...)

New Haven

Shikamaru POV

Christhofer: vou querer seu projeto – ele apertou minha mão

Shikamaru: obrigado por essa oportunidade senhor Hammit

Christhofer: obrigado a você, pode me chamar de Christhofer – assenti, os outros sócios me cumprimentaram e saíram da sala de reuniões, fechei o programa de apresentação, ia desligar o computador mas a foto da temari na tela, é uma ligação de Skype, cliquei na foto e o rosto dela apareceu na tela, uma expressão bizarra de angustia ou raiva, não saberia dizer.

Shikamaru: temari? Você está bem?!

Temari: não! – gritou – eu não estou bem!

Shikamaru: onde você está?! E por que está chorando? – ela está se movimentando

Temari: estou descendo as escadas do meu prédio! – soluçou – don me trai!

Shikamaru: ele o que?!

Ela pareceu sair do lugar escuro, atrás dela aprece ser um estacionamento

Shikamaru: temari! Pare de correr e me explique!

Temari: aquele filho da puta – esbravejou – eu não acredito que ele me traiu! Eu não sou traída, eu sou a mulher que os caras traem as namoradas! Ai meu deus shikamaru eu transei com ele! – ela disse inconformada – mais de uma vez! Eu não acredito! – o rosto dela sumiu da tela, ela ajeitou o celular em algum lugar e ficou a visão de um carro

Shikamaru: temari... você não vai fazer o que eu penso que vai não é?

Ela apareceu ao lado do carro com um martelo enorme nas mãos, ela atingiu o para-brisa e e depois o capô

Doeu em mim como se fosse meu carro

Shikamaru: temari!?

Temari: aquele – quebrou o vidro – filho! – outro vidro – da puta!

Shikamaru: temari pare!

Ela pegou um pote vermelho, não, ela não vai fazer, ela tirou a tampa e derramou dentro do carro

Shikamaru: puta merda temari não faz isso!

Temari; não se preocupe! Eu não vou explodir! É xixi de gato!

Onde ela arranjou urina de gato? Esquece. Não é o problema agora

Temari: isso não é justo...

Shikamaru: tente se acalmar, e me conte isso direito

Temari: vou te contar algo. E vai ser um pouco difícil de se acreditar... cara o don ta pegando a callie

Shikamaru: que callie? Minha callie?

Temari: sim!

Shikamaru: olha temari, eu sei que não gosta dela, assim como as outras meninas, mas qual é...

Temari; estou te dizendo verdade!

Shikamaru: olha temari, procure ajuda ta? Ela não te fez nada

Temari: mas é verdade! Pergunte a ela, você sabe quando as pessoas mentem shikamaru! Então pergunte a ela, antes que ela vá para a Europa com o meu namorado

Shikamaru:  que?

Temari: vi as mensagens de texto deles. Estão juntos eu juro, ela não vai pra Polônia coisa nenhuma, vão se encontrar

Shikamaru: vai pra casa, temari – fechei o notebook

(...)

Washington

Naruto POV

Apoiei meus ombros no balcão, a mary levantou o olhar e sorriu

Naruto: olá, querida.

Mary: não creio nisso, naruto?

Naruto: ah esse restaurante ficou maior? – olhei em volta – parece mais chique do que me lembrava

Mary: um empresário comprou e fez umas reformas

Naruto: mary. Nunca te esqueci – ela riu

Mary: continua insolente. Não mudou nada aparentemente

Naruto: oh claro que sim! Estou mais alto, mais bonito, já quer largar seu marido?

Mary: o que quer criança?

Naruto: já sou um adulto, e tenho um emprego, que tal me dar uma chance?

Mary: com todo respeito, naruto, ainda te vejo como o adolescente de 17 anos folgado e paquerador.

Naruto: ora essa – fingi-me de ofendido – sou um homem respeitável, tenho uma noiva muito linda

Mary: sério? – assentei – qual é o nome da sortuda?

Naruto: hinata, ela é muito gata, mary.

Mary: bom, você tem bom gosto – eu ri – mas que vai querer? Está muito cedo para seu jantar habitual

Naruto: quero fazer uma reserva. Quero trazer minha noiva aqui e jantar com ela antes de eu voltar a nova Iorque

Mary: ohn... olhe só meu bebezinho bem sucedido – ela apertou minha bochecha

Naruto: ei... calma aí, sou um homem comprometido, mary perdeu sua chance – ela riu mais alto e logo digitou algo no computador

Mary: ok, as 19:30?

Naruto; perfeito. Obrigado mary.

Mary: não há de que, espero que sua futura esposa te conserte;

Naruto: oh, ela me ama demais do jeito que sou ok?

Mary: então ela é doente

Naruto: talvez, eu ainda não tenho certeza disso

(...)

Sakura POV

Sakura; ai meu deus, ai meu deus! – disse completamente em êxtase, sasuke fez uma careta de confusão – não acredito que você sabe de tantas fofocas e não me conta nada!

Sasuke: creio que seja errado espalhar fofocas

Sakura: não querido! – entramos na cozinha, tinha duas meninas crianças brincando no balcão – espalhar é para várias pessoas! Só poderia contar a mim!

Sasuke: é a mesma coisa que contar para todos

Sakura: não seja rude – ele pegou uma jarra de vidro com café dentro e colocou em duas canecas – eu sou um túmulo!

Sasuke: sim, claro que é! – ironizou – você contou para a ino que não estamos... – o olhar dele pairou nas garotinhas do balcão que nos olhavam curiosas – contou a ino que você e eu não estávamos fazendo... passeios...

Senti o rosto esquentar, ai meu deu ele quer falar disso agora?! Aqui!?

Sakura: passeios? Céus sasuke! E daí? Somos amigas!

Sasuke: eu também tenho meus amigos, mas eu não conto para eles sobre nossos passeios.

Sakura: jura? – indaguei descrente – vocês homens só falam de... passeios!

Sasuke: nem sempre só pensamos em passeios...

Sakura: sinto muito, por falar para a ino que não passeamos recentemente,  eu estou muito estressada para passear agora ok?

Sasuke: eu entendo! Está cursando medicina e é muito difícil, precisa de um tempo sem passeios... mas não conte para sua amigas.

Sakura: tudo bem. – dei ombros

— oi... – uma das garotinhas falou – meu nome é Abigail.

Sasuke: oi.

Sakura: oi Abigail.

Abigail: vocês são um casal? – ela e a amiguinha riram

Sasuke: somos um casal

Abigail: você é bonito – ela e a amiga riram novamente

Sasuke: obrigado – riu

As duas saíram correndo, como se tivessem feito algo vergonhoso, olhei para suaske.

Sasuke: crianças... parecem ratos. – assenti – nossos filhos serão inteligentes

Sasuke: se tivermos filhos

Sasuke: sim senhora.



Notas finais do capítulo

comentários?



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Idas e Vindas" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.