Amigo noturno escrita por Angelina Dourado


Capítulo 8
Oitava Noite


Notas iniciais do capítulo

Palavra do dia: exacerbar



Ela não deixaria o monstro se exacerbar, não deixaria a sua vitória cair.

– Para trás! – Naomi ameaçou, apontando a lanterna novamente em direção a criatura que rapidamente escondeu o rosto entre as pernas esqueléticas. Seja qual fosse os sintomas que a luz o causava, com certeza não eram nada agradáveis.

A menina de certa forma se sentira mal pelo que tinha feito. Este era o monstro que a assustava todas as noites? Sim. Porém Naomi não queria fazê-lo sofrer, apenas o queria embora.

Por que crianças não acreditam no sofrimento.

– Podemos... Fazer um trato? – Perguntou incerta, abaixando lentamente a lanterna.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Amigo noturno" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.