Amigo noturno escrita por Angelina Dourado


Capítulo 14
Décima quarta Noite


Notas iniciais do capítulo

Palavra do dia: paradigma



O monstro pareceu ficar aliviado ao saber que o paradigma de aparência humana não se encaixava em si, já que deixara suas dezenas de dentes amostra. Sinal que Naomi poderia continuar com o plano, que até agora só havia sido desviado de curso.

– Então, se não é para me assustar... Por que você aparece todas as noites? – Ao perguntar, o monstro colocou sua língua para fora, igual à de uma cobra, fazendo a saliva pingar no chão do quarto.

Pois sinto fome. – A voz saiu ruidosa do rádio, fazendo com que a menina sentisse um arrepio lhe percorrer pela espinha.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Amigo noturno" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.