Amigo noturno escrita por Angelina Dourado


Capítulo 12
Décima segunda Noite


Notas iniciais do capítulo

Palavra do dia: distendida



Naomi resolveu segurar a ponta da corda em que o monstro estava amarrado, apenas como precaução, evitando que ela ficasse muito distendida.

Por que me capturaste? – A voz vinda do rádio questionara, fazendo a menina franzir o rosto, pois imaginava que a resposta era óbvia.

– Eu já disse, é por que você me assusta! – Naomi respondeu e antes que o monstro pudesse relutar ela o interrompera. – Quero que você me responda por que faz isso.

Não sabia que te assustavas. – Respondeu parecendo estar surpreso, apesar de seu rosto macabro não reproduzir muitas emoções.

– Como assim não sabia? - Naomi perguntou.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Amigo noturno" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.