Things We Lost in the Fire escrita por Kizimachi


Capítulo 11
Capítulo XI - Bullet for my valentine





Assim que a bomba explodiu, saímos do nosso homizio entre as árvores. A maioria dos soldados do portão principal não estavam armados, então foram facilmente derrotados. Em nenhum momento atirei. Não quero matar alguém. Quando os outros dois pelotões dominaram seus postos, o capitão, através de um megafone, ordenou que os inimigos do lado de dentro da base se rendessem. A resposta veio em forma de balas pelas janelas.

Um grupo de soldados tentava arrombar a porta, enquanto o resto procurava cobertura, sendo um e outro atingido. Me juntei ao primeiro grupo e, quando tivemos êxito, não hesitei em entrar. Um pouco depois do início do tiroteio do lado dentro, fui segurado pela gola da camisa. Quando me virei, um soldado inimigo levantava uma faca para me acertar.

A primeira coisa que me veio à mente foi a frase de Clarisse: “não morra”. Eu tinha que manter essa promessa a todo custo. Então, sem hesitar, levantei minha arma e disparei três vezes no inimigo, que caiu inerte no chão. Após poucos minutos, o capitão gritou:

– Bom trabalho, soldados. Retornaremos a nossa base para a próxima missão. Lamento dizer que tivemos cinco baixas.

Em seguida, senti um conhecido abraço pelas costas.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Things We Lost in the Fire" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.