SeuSegredo. Com escrita por Panda Chan


Capítulo 20
Percepção


Notas iniciais do capítulo

Olá queridos bolinhos de chocolate, estão aproveitando bem essa páscoa?
Bem, a minha está sendo recheada de de mini-ovos que eu ganhei (muito amor por esses ovinhos da Lacta que vem vários sabores ♥).
Espero que gostem desse capítulo e preparem seus corações porque os próximos ai ai ai
Boa leitura.



Em uma cidade pequena como Oasis as notícias voam mais rápido que sacola vazia de supermercado.

— Eles têm uma aliança? – alguém murmura.

— Acho que sim – outra pessoa responde – A Secret está boazinha e o Bill não a atacou.

— Uma aliança entre eles é surreal!

Aprendi muitas coisas sendo a Secret, inclusive a não me surpreender mais com a velocidade como um boato pode se tornar verdade.

A nova forma da Secret de agir não passou despercebida para ninguém – e quando digo isso é ninguém mesmo –, e logo foi associada aos novos grafites do Bill promovendo a ideia de que todos são incríveis e blá blá blá.

O celular da Secret vibra, conto mentalmente até trinta antes de pegar o aparelho e verificar a nova mensagem.

Bill: Matheus Moura acaba de humilhar Patrick Castelanni, poste algo sobre ele.

Ergo os olhos para o professor Anthony que está imerso em um discurso sobre planejar o futuro e ser proativo para os arruaceiros presentes na aula.

Exatamente cinco minutos depois, os bips preenchem a sala com avisos da nova postagem da Secret sobre o encontrou secreto do Matheus com a esposa do maior advogado da cidade.

Bill: Obrigado.

Desvio o olhar da mensagem de agradecimento para Ícaro, é possível fumaça saindo de seus ouvidos enquanto ele lê o capítulo que estamos estudando de história.

Depois da minha fuga sobre o assunto Beth na semana passada, ele deixou o assunto de lado e passou a respeitar meu “espaço”.

— Não é tão difícil como parece – murmuro baixo para que apenas ele ouça.

— Seria mais fácil se a minha tutora tivesse tempo para me ajudar a estudar.

— Não tenho culpa se sou uma garota ocupada.

Jullie e Andy podem até ter aceitado se tornarem os rostos do baile, mas deixaram todos os detalhes para Lucca e eu e agora passamos cada segundo livre planejando como desmascarar o Bill e fazer uma festa para adolescentes cheios de hormônio e ego. Por sorte conseguimos convencer o diretor Gregory a criar um grupo de decoração o que nos livrou de muita responsabilidade.

— Está livre hoje a tarde? Podemos estudar na minha casa.

— Não sei, Ícaro – ele me olha como um cachorrinho abandonado que caiu da mudança – Eu vou ver se posso.

Assumo a derrota, não dá pra competir com alguém que te olha como um filhote abandonado.

— Tenho certeza que você vai aparecer – o sorriso dele me faz querer dizer que sim.

Existe uma parte minha que quer agradá-lo, Lucca diz que quero ser amiga dele e não assumo.

Talvez isso seja verdade.

O relógio acima da lousa mostra que apenas dois minutos estão entre mim e as novas fofocas do banheiro feminino. Organizo meu material o mais rápido possível assim como outros alunos e passo pela porta da sala no exato momento em que o sinal toca anunciando o intervalo.

Tenho que desviar de algumas pessoas no corredor como todos os dias até alcançar o banheiro feminino e onde realizo meu ritual em busca de imperfeições inexistentes na minha maquiagem.

— A Larissa disse que ela e o Lucca Foster são namorados – Stephany comenta fazendo com que Kelly, a ex-namorada de Jeremy, borre seu delineador.

— Que cu – a morena xinga baixo – E isso é verdade? O Foster não é trouxa, você sabe.

— Ela me disse que eles saíram algumas vezes, tenho certeza que em breve a Secret posta algo sobre eles.

Uma coisa estranha nas pessoas é que elas esperam a confirmação por coisas que claramente são mentira como esse namoro que Larissa que inventou apenas para aparecer. Tenho que me lembrar de falar sobre isso com o Lucca.

— O jeito é esperar a confirmação da nossa deusa – Kelly consegue consertar o delineado e fica linda.

Kelly é uma dessas garotas que se comporta como mulher e consegue ser bonita sem apelar para os cabelos lisos escorridos ou tingidos como Stephanny.  A beleza natural merece mais destaque.

Parece que hoje o dia está ruim para boatos, as pessoas só sabem comentar sobre o Bill e a Secret e as fofocas que contam são extremamente chatas.

Não faço como sempre e saio do banheiro antes das outras meninas, o que vai me dar minutos extras para saborear meu almoço com Lucca e as garotas.

Alguém esbarra com força no meu ombro e levo a mão ao local por instinto, essa realmente doeu. A pessoa que me acertou foi Giovana Fontana, ela para a poucos passos de distância e me observa com desdém.

— Olha por onde anda, vadia burra.

Meus olhos se semicerram de raiva. Já recebi a notícia de que Giovana foi flagrada dando uns “pegas quentes” no cachorro quente no banheiro feminino quando estávamos na oitava série. Posso sentir aquela coceira malvada nos dedos dizendo que devia postar essa fofoca agora.

— Não vai pedir desculpas? – ela diz em voz alta e só então me dou conta de que não foi embora.

— Não tive culpa por nada – respondo.

Espero que você engravide de uma salsicha.

— Você esbarrou em mim – a vejo jogar os cabelos por cima dos ombros, ela me olha como um predador vendo a presa indefesa – Acho que teve.

É crime ambiental matar a Giovana ou sou presa como homicídio mesmo?

— Eu acho que não teve – a voz dele me acalma institivamente.

Lucca fica ao meu lado e deixa a mão descansando em minha cintura, ele não vira seu rosto para mim e fico grata por isso pois a expressão de raiva nele me assusta.

Sinto um dos meus celulares vibrar.

— Lucca Foster, não é? – Giovana sorri mostrando cada centímetro de seus dentes perfeitamente brancos – Sou Giovana Fontana, mas você já deve ter ouvido falar de mim. Sou a presidente do fã-clube do seu pai aqui na cidade.

— Se ouvi, não dei atenção. Pessoas que humilham meus amigos não deviam ouvir as canções do meu pai.

Giovana desperta e me olha não como predadora, mas como alguém que tem medo de mim.

Isso é sua amiga?

Lucca tenciona o maxilar e sei que ele quer esgana-la tanto quanto eu.

— Sim, ela é minha amiga e você deve desculpas por ter esbarrado nela.

— Ela que bateu em mim – a garota faz biquinho como se aquilo fosse deixa-la fofa.

— Então vamos combinar uma coisa – Lucca sorri com sarcasmo – Você só volta a dirigir a palavra a ela ou a mim quando for para se desculpar por tentar humilha-la publicamente, até que isso ocorra você está banida de todos os shows do meu pai e sessões de autografo da minha mãe. Ok? Ok. Vamos, Nana.

Lucca não espera pela minha resposta e me leva para longe deixando Giovana com a boca aberta sem reação no corredor.

— Não preciso que você me defenda sempre – bufo fingindo irritação.

— Eu gosto e além disso, banir pessoas dos shows do meu pai me deixa com fama de durão e poderoso.

— Ora, ora. Parece que o senhor Lucca Kyle Foster tem um lado badboy.

— Fui muito influenciado pelos filmes da década de 70, admito.

Lucca sorri e sinto meus lábios se curvando para cima como se obrigados a responder a reação dele. A resposta ao sorriso dele não passa despercebida, meu melhor amigo me encara com curiosidade.

— O que foi? – a voz que pergunta é a minha, mas não me lembro de ter enviado a ordem para dizer tais palavras. Os olhos dele roubaram qualquer foco do meu cérebro.

— Por um segundo pareceu que...

Somos interrompidos pelo toque do celular dele. Lucca xinga baixo e se afasta para atender o aparelho.

Lembro então que um dos meus celulares vibrou mais cedo e tiro os aparelhos da bolsa. Foi o da Secret com uma mensagem do Bill.

Bill: Giovana Fontana humilhou Nicole Anna Kaulitz no corredor. Poste algo sobre ela, se não tiver pesquise. Ouvi boatos sobre ela ter gostos peculiares.

É como se um botão deixasse o mundo mudo por um segundo.

Bill me viu, ele estava no corredor e ainda quer me defender. Bill estava ao meu lado. Quantas vezes não nos esbarramos pelos corredores? Ele é um número invisível? Será um professor?

Repasso a lista mental que fiz com os possíveis “Bill” da escola em vão. Não prestei atenção em quem me cercava no corredor mais cedo.

Como posso ter sido tão burra? Sou a Secret, droga. Eu deveria prestar atenção em tudo durante cada segundo do meu dia.

 Deixo a frustação pela minha falta de atenção de lado por um segundo, se ele enviou essa mensagem para a Secret é porque não sabe minha identidade.

— É terceira vez que o buffet me liga hoje para confirmar as bebidas que vão ser servidas no baile – Lucca revira os olhos – Vou começar a encaminhar as ligações deles para o seu celular.

Ergo meu olhar da tela do celular para o garoto diante de mim.

— O Bill me viu.

A cor desaparece do rosto dele no mesmo instante.

— Ele sabe quem é você?

— Não – mostro a mensagem a ele – Mas ele sabe que a Nicole é uma garota indefesa e quer protege-la.

Lucca lê a mensagem e devolve o aparelho.

— Havia dezenas de pessoas no corredor hoje, como vamos descobrir quem é o Bill?

— Elementar, meu caro Lucca – sorrio como o gato risonho – O Bill é a única pessoa por perto quando recebo todas as mensagens dele sobre alunos do Saintine porque ele é um de nós.

Um sorriso igual ao meu aparece no rosto dele.

— Isso significa que...

— Vamos pegar o Bill antes do baile.

“ Como ser humilhada em apenas um passo.

U-A-U! Mais alguém ai AMA a forma como o Karma funciona?

Essa força misteriosa que cuida do universo e sai distribuindo castigo para as pessoas más sabe o que faz e quando faz é com estilo!

Giovana Fontana, uma garota esbelta por fora e podre por dentro, que já foi flagrada dando pegas quentes em uma salsicha no banheiro, recebeu seu presente do Karma hoje com direito a fita vermelha e tudo. Para quem não sabe, Giovana é grande fã do cantor e compositor Andy Foster que é o progenitor do nosso pedaço de mau caminho favorito, Lucca Foster.

Poucos antes do almoço ela foi flagrada humilhando a melhor amiga do Lucca, Nicole Anna Kaulitz e terminou sendo banida de todos os eventos da família Foster. OMG!

Realmente acho que deveríamos premiar nosso querido Foster Jr com um prêmio por essa bela humilhação. Melhor ainda, devíamos dar dois prêmios para o caso dele perder o primeiro e precisar de um reserva.

Ai Ai Giovana, acho que você devia continuar com a sua salsicha no banheiro e ser menos malvada com as pessoas que esbarram em você no corredor. Use camisinha para não ter um bebê cachorro quente.

Sejam venenosos.

Beijinhos, Secret.”

Lucca e eu caminhamos até o estacionamento para encontrar Clarissa e Mabel sem deixar de criar planos mirabolantes para encontrar o Bill.

— Anna! – Mabel grita acenando para mim enquanto Clarissa experimenta alguma bijuteria em frente a um espelho de mão.

Percebo uma garota ruiva sentada no chão ao lado de uma toalha com colares, brincos, braceletes e apanhadores de sonho artesanais dispostos de forma organizada.

— Oi – cumprimento quando me aproximo sem deixar de olhar com curiosidade as peças expostas.

— Anna, que bom que você chegou – Clarissa ergue duas pedras diante de mim – Qual você acha que mais combina com meus olhos? – ela pisca várias vezes.

— Haam... A laranja?

— Sabia que era essa – a loira entrega as pedras para a garota ruiva – Vou ficar com a pedra do Sol, pode por no bracelete.

A ruiva começa um trabalho delicado de por o pingente no bracelete e ali mesmo cria um fecho artesanal com o que parece ser cobre.

— Nunca entendi o que as pessoas veem de especial nessas pedras – Lucca revira os olhos.

— Você não disse isso – Clarissa faz uma expressão que só pode ser descrita como ofendida – As pedras auxiliam com tu-do, elas podem aumentar sua percepção e “capturar” as energias ruins que jogam em você.

— E como vou saber do que preciso para pegar a pedra certa?

— Você só vai saber – Mabel segura uma pedra lilás nas mãos – A pedra que te chama a atenção é a certa.

— Se vocês dizem.

O tom de voz dele deixa bem claro que só está aceitando essas explicações sem sentido para não ter uma discussão sem sentido.

Encaro as peças espalhadas na toalha da garota ruiva.

— Ei, você de novo! – ela sorri para mim.

— Nos conhecemos? – pergunto confusa.

— Nos esbarramos esses dias – ela pega um celular – Meu namorado não me atendia, lembra?

— Claro que lembro – sorrio para ela, é a mesma garota que esbarrou em mim – Conseguiu falar com ele?

— Foi difícil, mas consegui – ela olha para um ponto específico – Gostou dessa peça?

— Hãm? – minha mão está perto de um bracelete onde uma pequena e redonda pedra escura se encontra – Nem vi que tinha deixado a mão ai.

— Talvez seja o Universo conspirando a seu favor – ela pega o bracelete – Vamos ver como fica em você.

Deixo que ela prenda o bracelete ao redor do meu pulso. A pedra escura parece ser roxa e conforme movo meu braço ela mostra seu brilho.

Parece ser meu universo particular.

— É linda.

— E combina com você – a ruiva parece satisfeita com a visão da pedra em meu braço – Essa é uma pedra da estrela, ela ajuda sua percepção.

— Percepção? – Lucca pergunta.

— Sim – a ruiva sorri para e depois pra mim – Imagine que a vida é como um mosaico, você vai entender a obra final quando sua percepção melhorar. Também ajuda com a fé, mas não acho que seja disso que você precisa.

— Ela precisa de percepção – Lucca pegou algumas notas no bolso – Vamos fica com esse bracelete.

Pensei em protestar contra o presente, contudo conheço Lucca o suficiente para saber que vou ganhar mesmo se não quiser.

A ruiva se limitou a pegar as notas antes de dizer:

— Percepção nunca é demais.



Notas finais do capítulo

TEORIAS BOLINHOS, QUERO TEORIAS!
Agora está confirmado que o Bill estuda no Saintine, acham que a Anna vai conseguir encontrá-lo? A pedra da estrela realmente tem efeito?
Obs: Eu citei esse lance das pedras porque comprei um bracelete com o pingente da pedra da estrela e perdi três dias depois, minha amiga disse que a "pedra não era pra você" e eu tive que manda-la tomar onde o sol não bate porque paguei caro naquilo. Enfim...
Curtam a fanpage: https://www.facebook.com/NatchuFics/
Beijos de paçoca jovens bolinhos de chocolate ♥