Vatriesse escrita por Gazervici

Vatriesse

Conseguia ainda ouvir o eco das sete badaladas.
Toda a ação tem uma reação. Para a vida há a morte, para o natural há o artificial. Para a guarda policial, há a confraria de piratas, e para uma sociedade movida por uma forte inovação tecnológica, um grupo de naturalistas que a repudiam.
E para Dominic, que acredita na pureza do não-artificial, um desfecho de vida que nunca esperaria que acontecesse.


Classificação: 16+
Categorias: Originais
Personagens: Personagem Original
Gêneros: Drama, Ficção Científica, Amizade, Angst
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Transsexualidade

Capítulos: 22 (41.220 palavras) | Terminada: Não
Publicada: 21/07/2015 às 16:12 | Atualizada: 25/08/2016 às 16:10

Notas da História:

A história, o mundo, e todas as personagens são da minha autoria, pelo que é proibido o plágio e não autorizada a cópia parcial ou integral destes.

Foi originalmente escrita para o Desafio de Julho e Agosto do Nyah, mas não foi acabado a tempo (hhhhhhhhhhhhhh mea culpa), portanto está a ser continuada independentemente deste. O universo da história é do subgénero de Steampunk, embora tenha algumas nuances (muito carregadas, vá) de Social Sci-Fi.

É a primeira vez que escrevo Sci-Fi, pelo que críticas são muito bem vindas!


Capítulos

1. Voz
1.030 palavras
2. Castelo
1.295 palavras
3. Mácula
1.808 palavras
4. Ludita
1.902 palavras
5. Coração
1.462 palavras
6. Cassiopeia
2.588 palavras
7. Quebra
1.235 palavras
8. Fios
1.874 palavras
9. Convergir
1.232 palavras
10. Mártir
2.011 palavras
11. Dual
1.525 palavras
12. Apoteose aos Ilustres
2.547 palavras
13. Apoteose aos Caídos
2.504 palavras
14. Paralelo
3.204 palavras
15. Parémia do Desapego
2.076 palavras
16. Crianças
1.179 palavras
17. Sombras
1.707 palavras
18. Interstícios
1.123 palavras
19. Medo
1.935 palavras
20. Casa
1.564 palavras