Amores Secretos escrita por Anonimous


Capítulo 6
"E não há nada e nem ninguém nesse mundo que prove o contrário"


Notas iniciais do capítulo

Oi



– Mas o que está acontecendo aqui? – Minha mãe me olha e as roupas que estavam em suas mãos se espalham pelo chão do meu quarto.

– Estamos nos beijando – Digo sorrindo e olho para Dylan, nunca o vi tão vermelho de vergonha – Até aprece que nunca fez isso, mãe a senhora é da idade da pedra.

– Garoto, me respeita!! – Ela disse sorrindo e entrou no quarto como se nada daquilo estivesse realmente acontecendo, Dylan me olhou entre os dedos que tampava seu rosto e sorriu.

– Mas... – Ele olhou para minha mãe sem entender nada.

– Eu já sei de tudo – Minha mãe me diz e ele me olha boquiaberto – Não, não foi ele, ninguém me disse nada, não é preciso ser a pessoa mais inteligente e observadora do mundo para perceber o tanto que gosta dele, eu ainda lembro o jeito que saiu correndo quando viu Logan entrando na casa, você precisava ver sua cara, você ficou chateado por ele não prestar atenção em você – Minha mãe diz e arruma as roupas dentro do armário – Se não quiser que ninguém desconfie disso tudo, acho melhor fazer algumas aulas em algum teatro com professores famosos – Minha mãe disse me fazendo sorrir.

– Então quer dizer que a Senhora... – Ele disse e minha mãe parou o que estava fazendo para corrigi-lo, “Prefiro que me chame de você, ou Lindsey” – Que você não está chateada, brava ou algo do tipo.

– Claro que não – Minha mãe derruba alguns perfumes no chão e por milagres eles não quebram, agora está explicado de onde vem todo meu desastre – Se ele está feliz assim, eu sempre dei liberdade aos meus filhos para escolherem o que bem quiser, só quero o melhor para ele, e você é o melhor para ele.

– Obrigado – Dylan disse envergonhado – E quanto aos meus pais...

– Sua mãe acha que você é apaixonado por Rachel e ao mesmo tempo ela acha que você sente alguma coisa por Logan – Minha mãe diz se sentando ao lado de Dylan – Mas ela não ficou chateada ou brava ou qualquer algo do tipo, na verdade ela nem se importou, ela disse assim “Se ele gostar dele, e ele fizer bem ao meu filho, eu não me importo”.

– Sério que ela disse isto? – Dylan disse com um sorriso de orelha a orelha.

– Eu não mentiria para você, Filho – Minha mãe disse e se levantou – Mas não sabemos a reação de seu pai ao saber disto, se você quiser contar é claro.

– Mãeee! – Rachel entra no quarto apavorada e gritando como sempre – Cadê meus saltos?

– Eu os guardei – Minha mãe sai do quarto e pisca para mim – Ah, Logan está tudo certo.

– Obrigado!! – Grito pois Rachel já estava a arrastando pelos corredores.

– Do que ela está falando? – Dylan me olha sorrindo.

– Acho melhor irmos, já estamos atrasados para essa bendita festa – Digo e ele se levanta me abraçando.

Desci as escadas rapidamente e peguei a chave de minha moto em cima da mesa.

– Não vamos de carro com seus irmãos!! – Ele me olha confuso – Alice disse que...

– Não ligue para o que Alice diz – Digo o puxando.

Ao chegarmos a festa percebi que erámos o centro das atenções, Thalia que já estava ali veio correndo me abraçar.

– Então aqui está!! – Ellie apareceu bem a nossa frente – O trio mais famoso de toda a história de Claremont.

– Não exagere – Dylan disse sorrindo, sendo o mais simpático que conseguia.

– Não estou exagerando – Ela segura minha mão e me faz dar uma voltinha – E Logan, dessa vez se superou, está simplesmente deslumbrante...

– Ah, muito obrigado – Digo sorrindo a interrompendo – Agora tenho que aproveitar ao máximo, tenho um compromisso as dez e não seria nada legal se eu não comparecesse – Digo e ando até a cozinha, deixando a menina a sós com Thalia e Dylan.

Entro na cozinha e vou até a geladeira, era difícil passar por todos ali, a maioria das pessoas me encaravam como a oitava maravilha do mundo, pego alguns latas de refrigerante e me viro rapidamente.

– Opa, Opa, Opa!! – Ethan aparece a minha frente e paro a centímetros, sua boca estava tão perto da minha que qualquer um a poucos metros definiria aquilo como um beijo e foi nesse momento que pedi a Deus para que Dylan não tivesse por ali. Aqueles olhos percorreram todo o meu corpo e pararam nas latas de refrigerante a minha mão – Então quer dizer que você é um garoto certinho.

– Então quer dizer que você é o garoto que namora minha melhor amiga – Digo sorrindo, o deixando sem palavras – Eu sabia que você era um idiota, mas dessa vez se superou. Ela sabe disso, sobre você ter uma quedinha por mim.

– Quem te disse isto? – O menino me olha sem reação alguma – Eu n-não... isso é mentira – Ele diz gaguejando.

– Se é mentira, por que você está tão inquieto assim – Aponto para sua mão que mexia no relógio desesperadamente – E porque está gaguejando?

– Não... eu – Ele começa a dizer e passo por ele, ele segura meus braços alguns metros à frente.

– Cala a boca e vai ficar ao lado de sua namorada, não preciso de você, eu tenho Dylan e Thalia, Ok – Digo com um sorriso no rosto – E nem pense em chegar perto de mim essa noite, pense melhor se quer continuar com esses dentes na boca.

Algumas horas se passaram, faltava apenas alguns minutos para dez, a casa só enchia cada vez mais com o passar do tempo.

– Temos que ir – Digo olhando para Dylan – Já é quase dez da noite e tenho um compromisso com uma pessoa muito importante.

– Mas já... – Dylan me olhou triste.

– Amor, eu prometo, de joelhos que onde iremos vai ser um milhão de vezes melhor que isso – Digo e ele me olhou sorrindo.

– Tudo bem – Ele diz segurando minhas mãos, ao chegarmos a moto ele me beijou e sorriu – Eu não sei o que está planejando Senhor Cooper, mas eu prometo, que se eu me arrepender de ter ido embora dessa festa, eu arrumo um jeitinho de sumir com você do mapa.

– Calma Senhor Parker!!! – Digo subindo na moto e ele coloca o capacete – Prometo que esse dia será o melhor de sua vida – Digo acelerando e ele quase cai da moto, coloco seus braços em volta de minha cintura e escuto ele sorrir – Eu não mordo, quer dizer, não em horas como essa.

– Safado – Ele disse e acelerei a moto, eu cumpriria aquela promessa, já estava tudo pronto, agora dependia exclusivamente de Dylan, esse seria o melhor dia de nossas vidas.

***********

Pov Dylan

A cada quilômetro percorrido meu coração acelerava cada vez mais, meus braços estavam ao redor da cintura de Logan, eu podia sentir os músculos de seu corpo e aquilo era a melhor sensação no momento, Tê-lo ao meu lado era a melhor coisa que acontecera em toda minha vida.

Mas eu tinha medo de perde-lo, e só uma coisa seria capaz de acabar com toda essa felicidade, meu medo, de admitir tudo a todos, mas correrei esse risco se for para viver o resto de minha vida ao lado de Logan, e foi nesse momento que ele sorriu para mim, pude ver seus olhos escuros brilharem e naquele momento tive a plena certeza que eu renunciaria a tudo por ele, Logan Cooper era o garoto mais incrível de todo o mundo, ele era meu, exclusivamente meu.

************

Pov Logan

– Está com frio? – Pergunto e ele assente com a cabeça, paro a moto em um acostamento, ainda teria uma pequena subida para percorrer – Pega – Jogo meu casaco para ele.

– Mas você, está... – Ele diz me entregando a blusa, a peguei e a vesti nele.

– Não precisa se preocupar, Anjo – Digo sorrindo e subindo novamente a moto – Eu estou de terno esqueceu, está um pouco frio sim, mas ficarei bem, e afinal, não quero te ver mal.

Demoramos alguns minutos até percorrer todo o trajeto, Dylan sorriu ao ver o restaurante.

– Sério? – Ele me olhou sorrindo – Você só pode estar brincando com minha cara, esse lugar é incrível. Quem está nos esperando.

– Ninguém – Digo e ele me olha sem entender nada – Eu, minha mãe e Thalia planejamos tudo, é nosso primeiro de muitos encontros.

– Isso é mentira – Ele disse, ele sorria de orelha a orelha – Não pode ser.

– Vamos, Senhor Parker, temos uma reserva para a Dez – Digo sorrindo e ele balançou a cabeça confuso.

Ao entrarmos no restaurante uma moça nos levou até uma mesa, ficava em um pequena varanda, as árvores ao redor trazia uma brisa leve e dali podia ver toda a cidade. O céu estava estrelado e a lua cheia tomava o céu, ela estava nos abençoando e que assim seja.

***********

Pov Dylan

Logan se sentou à mesa e sorriu, me sentei a cadeira a sua frente e ele me olhou sério.

– Agora acredita em mim – Ele disse se levantando, todos nos encaravam, enquanto eu estava vestido de um surfista qualquer, ele havia vestido um terno que o deixava mais elegante que qualquer homem ali – Espere um pouco – Ele tirou uma caixinha do bolso – Eu sei, devo estar sendo um pouco precipitado, eu o conheci a um dia, o que parece décadas para mim, eu realmente me apaixonei por você Dylan. E não há nada e nem ninguém nesse mundo que prove o contrário, eu sei que as vezes ajo como um idiota, mas eu te amo, isso conta não é mesmo – Ele disse vermelho com todos os olhares em nossa mesa, ele sorriu ao me olhar, e que sorriso foi aquele, mexeu comigo dos pés à cabeça – Eu só queria pedir um chance, quero te fazer feliz – Ele disse de uma forma tão fofa que comecei a sorrir também – E aí!! – Ele abriu a caixinha e ali dentro estava uma aliança prateada, havia algumas letras, mas de onde estava era possível lê-las – Dylan Parker, aceita namorar comigo.

– Eu... – Comecei a dizer, mas as palavras fugiram, meus olhos estavam cheios de lágrimas e o sorriso tomava meu rosto, aquilo tudo era demais para mim, a decisão final era minha, aquilo estava em minhas mãos e eu não saberia se meu medo venceria, fiquei mudo e os olhos de Logan se encontraram com os meus, e a partir daquele momento, com todos me olhando eu tinha uma decisão a ser tomada, e não seria fácil. Mas era para meu próprio bem.



Notas finais do capítulo

O que Acharam??
Comentem



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Amores Secretos" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.