Amores Secretos escrita por Anonimous


Capítulo 1
Apenas um Presente


Notas iniciais do capítulo

Uma História Nova !!
Espero que curtam :D



Mudar nunca é fácil, se separar de amizades e principalmente de quem se ama, mas mais difícil do que se mudar é recomeçar, primeiramente as apresentações, me chamo Logan, meu sobrenome, eu acho desnecessário dizê-lo, me considero um garoto um pouco antissocial, apesar de sempre chamar atenção por onde passo e conversar com todos, gosto de meus momentos a sós, e a coisa que mais amo é ler, já me apaixonei por uma garota uma vez, mas simplesmente não deu certo, ela me traiu com meu melhor amigo, e a partir daí mudei, não deixei me fazerem de otário mais nenhuma vez. Sou engraçado e mega desastrado, ao longo da história vocês verão e talvez perderão as contas por quantas vezes esbarrei em pessoas. Agora vamos ao que interessa.

Era um tedioso e irritante sábado, nossa mudança acabara de chegar na Califórnia, meus pais sorriam tanto que em algum momento pensei que seus dentes se deslocariam. Alice, Petter, Rachel e Alexander estavam levando a mudança para dentro de nossa humilde casa, se essa mansão possa ser considerada uma humilde casa.

– Está tudo bem? – Minha mãe foi em minha direção, Rachel e Alice sorriam e discutiam sobre meninos.

– Melhor impossível – Digo com um sorriso no rosto.

– Filho, não mente para mim – Ela se senta na grama ao meu lado, meu sapato estava sujo com a areia daquele local – Eu sei que é difícil, logo agora que você estava se misturando em alguns grupos, mas seu pai e eu recebemos uma proposta ótima, e seria uma grande burrice não aceitarmos.

– Mãe, tudo bem, eu vou ficar bem, não precisa se preocupar – Digo segurando suas mãos e ela sorri.

– Claro que preciso, você anda muito estranho atualmente Logan – Minha mãe diz, ela se preocupava exageradamente comigo, quer dizer, com todos nós – Não sai mais e fica preso em seu quarto, espero que tudo isso mude.

– Mãeee, eu já disse que não é para se preocupar – Digo irritado – Olhe pelo lado bom, enquanto fico preso em meu quarto os livro de problemas, não sou igual a Alex que vive parando nas delegacias da cidade, eu odeio ser o centro da atenções, a senhora tem que entender isto. Odeio sair, prefiro minhas músicas e meus livros, por favor, eu sei o tanto que você se preocupa com todos nós, e eu sei que não é nada fácil criar cinco filhos, mas eu preciso de um tempo sozinho, eu preciso fugir desse inferno de vez em quando, Petter sempre arruma problemas para mim, então prefiro ficar sozinho do que virar alvo eles e sempre ser o culpado por tudo, eu sou o mais novo, mas eu sei me cuidar, OK.

– Lindy!! – Meu pai gritou – Vamos logo amor, ainda temos muito trabalho pela frente.

– Ai Meu Deus!! – Rachel gritou assustando minha mãe, Alice olhava para frente boquiaberta, segui os olhares das garotas e dei de cara com um garoto, ele me olhava e se assustou ao ver que eu estava o olhando, ele lavava o carro em frente sua casa, ele estava sem camisa, seu corpo era impecável, de dar inveja a qualquer um, uma tatuagem da rosa dos ventos estava em seu antebraço. Ele sorriu e acenou para as garotas, Petter e Alexander o olhava irritados. O olhar dele se voltou para mim e minha mãe, ele sorriu e veio em nossa direção, me levantei e sai em direção a casa.

– Acho que ele gostou mais de Logan do que de vocês – Alex disse sorrindo.

– Cala a boca, Idiota – Disse acertando um tapa na testa de Alex que sorriu.

– Ele só disse a verdade – Petter disse também sorrindo.

– Me chamo Dylan Parker – Vejo o menino abraçando minha mãe assim que entro na casa, era fácil se perder ali, sempre achei desnecessário essas casas cheias de corredores, mas fazer o que, meus pais sempre sonharam com essas casas gigantes, enquanto eu preferia morar em um casa digamos “normal”, me considero o mais humilde de todos ali, odeio todo esse luxo, não fui criado para isso, Diga-se de passagem – Eu sou seu novo vizinho – Dentro da casa podia escutar toda a conversa, os cômodos vazios davam eco a cada passo, a voz do garoto era incrivelmente linda, como minha mãe diz “Alguns já nascem com o dom da beleza”, Dom da beleza, nunca entendi muito isto, resumindo, minha mãe é pouco louca, na maioria das vezes age como uma adolescente.

Passei pela sala de estar onde havia vários espelhos, parei em frente de um deles e me olhei, meus olhos castanhos estavam sem brilho, meu cabelo estava desarrumado, estava um pouco pálido e minhas veias verdes claras se sobressaiam em meu antebraço.

– Como eu odeio essa casa – Digo acertando um murro no espelho, ele estava grudado em uma das paredes e não sofreu nenhum arranhão.

– Eu sempre fui apaixonado por essa casa – Escutei a voz de Dylan – Ela é incrível, olha o tamanho dessa sala, esse lugar é duas vezes maior que a sala de estar de minha casa.

– Que legal – Digo, subindo as escadas o mais rápido que conseguia, o segundo andar era repleto de salas e quartos, corri até a última porta e entrei, ali seria o meu quarto, o mais distante do resto da casa, onde eu poderia me trancar e ficar longe daquilo tudo, daquelas brigas, de todos aqueles irmãos irritantes – Mas não estou interessado em seu amor por essa casa.

– Você também tem uma tatuagem – Ele disse sorrindo e entrando no quarto – Bonita – Ele disse apontando para Âncora em meu braço.

– Garoto, o que quer comigo!! – Digo e ele me olha sorrindo.

– Não precisa se irritar – Ele diz e sorri, seu sorriso era lindo, eu não conseguia tirar os olhos daqueles olhos azuis, daqueles lábios vermelhos, ele era lindo e nem fazia esforço para conquistar alguém – Eu vim me apresentar, Dylan Parker – Ele estende a mão mas o ignoro, quero que ele me odeie mas parece que nada daquilo estava funcionando, eu não podia me apaixonar, não agora, e ainda mais por um garoto.

– Logan Cooper – Digo jogando minha mochila no chão vazio e indo até a janela, o menino me seguiu e parou ao meu lado, olhando para sua casa.

– Está vendo – Ele aponta para janela de um dos quartos de sua casa, era bem à frente da minha – É meu quarto, quando quiser falar comigo, é só gritar – Ele sorri e me sinto feliz, ele era lindo, e mexia comigo – Droga!! – Gritei sem pensar, enquanto Rachel e Alice faziam de tudo para ter a atenção do menino, ele não parava de me olhar, o que era um pouco constrangedor. Elas ficariam loucas ao saber que eu escolhi o quarto que elas entrariam em guerra para ter.

– Aconteceu alguma coisa? – O menino perguntou me olhando, seus olhos eram de um azul claro brilhante, pareciam diamantes.

– Não aconteceu nada, Ok!! – Grito com o menino e me sinto mal por isso.

– Estou indo – O menino diz indo em direção a porta, ele não estava magoado ou nada do tipo, ele sabia que eu precisava ficar sozinho – Se quiser conversar, já sabe, é só me gritar – Ele diz sorrindo.

– Me desculpe – Digo e o garoto me olha – Por agir assim com você, é que estou passando por algumas coisas, e você sabe, não é nada fácil se mudar.

– Não sei – Ele diz mexendo nos cabelos escuros e se segurando na porta – Nunca me mudei – Ele sorri – Mas deve ser complicado, e não se preocupe, eu já me acostumei com pessoas com seu temperamento, Thalia é assim.

– Sua namorada? – Pergunto sem pensar, Idiota.

– Não – Ele coloca as mãos nos bolsos da calça – Minha imã mais nova, ela se parece muito com você, ela vai o adorar.

– Minhas irmãs estão louquinhas por você – Digo sorrindo, o sorriso mais sincero em semanas.

– Ai meu Deus – Ele diz tapando o rosto que estava vermelho de vergonha – Sempre é assim, as pessoas por quem me apaixono de verdade nunca estão nem aí para mim – Ele diz triste, eu entendia aquilo que ele dizia, havia passado por isso diversas vezes.

– Elas vão conquistar você – Digo sorrindo – Aqueles olhos claros e aqueles sorrisos são irresistíveis, fico chateado por ser o único da família a ter olhos escuros.

– Não ligue para isso, você continua sendo lindo – Ele diz de uma tão fofa que era impossível resistir a ele, mas me esforcei ao máximo.

– Muito obrigado, Senhor Parker – Digo sorrindo envergonhado.

– Achei você – Uma menina morena entra no quarto, seus olhos azuis e pareciam com os de Dylan – Te procurei por toda... UAU!! – Ela diz me olhando – Quem é ele?

– Prazer em conhecê-la – Digo a cumprimentando e ela sorri – Me chamo Logan – Digo e por cima dos ombros da menina vejo Dylan olhando para o corredor vazio, a menina me abraça.

– O prazer é todo meu – A menina diz.

Dylan estava se sentindo desconfortável ali, ele mexia no relógio em seu pulso e evitava nos olhar.

– Prazer em conhecê-lo também – Digo estendendo a mão para Dylan, que me olhou surpreso e sorriu, o sorriso mais incrível que já vira, ele apertou minhas mãos por alguns segundos e minha intenção era de não soltá-las, eram tão macias e quentes, diferentes das mãos de Thalia que estavam geladas.

– O prazer é todo meu – Ele diz e Thalia passa por nós correndo me jogando em cima de Dylan, ficamos a pouco centímetros um do outro, sua boca estavam tão próxima da minha, nunca havia sentido aquele frio na barriga, eu nunca havia gostado de um garoto – Senhor Cooper – Ele diz e seu hálito fazia cosquinha em minha bochecha, ele cheirava a menta e chocolate.

– Looogan!! – Rachel apareceu e sai de perto de Dylan, minhas mãos se esbarraram na dele e senti os pelos do meu braço arrepiar, o garoto mais incrível que já vi na vida estava a minha frente, a poucos centímetros de mim – Dylan, o que vocês estão fazendo aqui? – A menina disse e senti Dylan colocar alguma coisa em meu bolso.

– Conversando não está vendo – Digo sorrindo, Dylan ainda me olhava sem palavras – Dylan estava me dizendo como você e Alice são lindas – Digo e Dylan arregala os olhos – Não é verdade, Dylan?

– Sim, claro que é verdade – Ele me olha com um olhar do tipo “Olha o que me você fez”, Rachel não parava de falar enquanto eu arrumava o quarto, joguei a camisa em um dos cantos do quarto e senti o olhar de Dylan sobre mim.

– Sinto muito – Dylan disse a Rachel e a olhou pela primeira vez desde o começo da conversa – Mas eu tenho que ir – Ele beijou ela na bochecha e foi até mim, seu olhar desceu até minha barriga e subiu até meus olhos – Espero te ver novamente – Ele disse sorrindo – Minha mãe fará um jantar hoje á noite e quero que vocês sejam nossos convidados, você aceita? – Ele perguntou ignorando totalmente Rachel, ela disse “claro” toda animada, mas ele nem ligou, ele me olhava, como se minha resposta fosse mais importante do que tudo no momento.

– Será uma Honra!! – Digo sorrindo e ele sorri também – Tenho uma coisa aqui... – Digo revirando as malas até achar um livro que havia comprado a pouco tempo, falava sobre carros e tudo do tipo, nunca me interessei com aquilo tudo, então resolvi o presentear – Para você – Estendo a mão com o livro na sua direção, Rachel me olhava boquiaberta, ela ficara impressionada da forma como Dylan falava comigo, ele não a tratava assim.

– Não posso aceitar – Ele disse empurrando a minha mão – Isso deve ter custado uma fortuna.

– Não aceito um não como resposta – Escrevo algumas coisas em um papel rapidamente e coloco dentro do livro – É seu!!

– Obrigado!! – Ele surpreende me abraçando – Eu sentia o calor do seu corpo contra o meu, Rachel me olhava irritada, via o ódio em seu olhar, ele olhou alguns cds em cima da minha mala e sorriu – Tenho um presente para você – Ele sussurrou em meu ouvido e me arrepiei – Até mais, Senhor Cooper.



Notas finais do capítulo

O que Acharam do Primeiro Capítulo da História??Comentem e posto o próximo ! ♥



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Amores Secretos" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.