Você é o melhor de mim escrita por LúOliveira


Capítulo 1
Capítulo Único


Notas iniciais do capítulo

Hey Guys. Muito tempo sem postar hehe!

Mas aqui estou eu aproveitando um surto de inspiração que me deu. Mais uma fanfic Smacked, e essa é inteiramente dedicada á uma pessoa que eu considero demais, uma pessoa que do nada se tornou uma amiga pra todas as horas, que me conquistou de verdade.
Minha querida Morena, Brenda Soares... Espero que goste!

Enjoy :*



“Quando choramos abraçados e caminhamos lado a lado, por favor, acredite, não há palavras pra explicar o que eu sinto... Porque se existe alguém que pode fazer eu me apaixonar, esse alguém é você”

[...]

Stella acabara de sair de um interrogatório com Mac e ela não se lembra da ultima vez que se sentiu tão suja. O suspeito não poupou detalhes do que fazia com suas vitimas, na maioria delas crianças órfãs e Stella sabia como elas se sentiam, afinal, ela já foi uma delas. No caminho para o laboratório ela não disse uma palavra sequer e apesar de evitar contato visual com Mac ela sabia que ele a observava, ela não queria olhar pra ele porque sabia que no mesmo instante ela notaria que algo estava errado, não que ele já não tivesse notado. Ela não sabia como ou porque, mas simplesmente não conseguia esconder nada dele.

Quando chegaram ao estacionamento ela desceu rapidamente na tentativa de evitar qualquer questionamento da parte dele, pois sabia que se ele falasse alguma coisa acabaria chorando. Não que ela não quisesse falar com ele, é que as vezes ela não queria sentir tudo tão a flor da pele, não queria se sentir tão fraca. Ela vai para os vestiários e toma um banho demorado deixando sair de seu corpo um pouco de toda aquela angustia que a dominava só de lembrar as palavras daquele criminoso, por Deus, eram só crianças que não tinham a quem pedir socorro. Era cruel e mesmo que fosse absurdo ela pensar assim, se sentia culpada.

Mac não ousou fazer nenhum comentário, sabia exatamente como ela estava se sentindo, sabia que esse caso havia mexido com ela e todo aquele silencio ele tinha certeza que a estava sufocando, mas ele esperaria a hora certa de tocar nesse assunto com ela, ela precisava de tempo. Ela passou o resto do dia em sua sala, tentando esquecer aquele caso, mas quanto mais ela tentava esquecer mais ela imaginava tudo que aquelas pobres crianças haviam sofrido, ela sentia que aquela sala a estava engolido, ela precisava respirar.

Ela pega seu casaco e sai correndo de sua sala já sentindo toda aquela onda de lagrimas que ela havia evitado deixar cair o dia todo rolarem de seus olhos, ela não aguentava mais. Mac terminava de assinar alguns relatórios quando a viu passar correndo frente a sua sala sem deixar de notar as lagrimas que escorriam por sua face, e como que automaticamente ele pegou seu casaco e foi atrás dela, sabia que estaria precisando dele. Por sorte ele a encontra ainda no estacionamento, mas ela caminhava rapidamente em direção a rua então ele se apressa para chegar até ela. Quando ele chega perto, toca no braço dela e simplesmente a trás para seus braços, envolvendo-a em um abraço apertado. Ao perceber que era ele, Stella afunda o rosto na curva de seu pescoço e chora pesadamente. Mac a acolhe mais em seus braços passando para ela uma certeza que ela já tinha, ela não era mais uma órfã, ela não era mais uma criança que não tinha a quem pedir ajuda, ela não estava sozinha, ele nunca a deixaria sozinha. Naquele abraço, ele disse mesmo que sem palavras que ela poderia contar com ele para o que fosse, que ela o tinha e acima de tudo tinha seu amor, de amigo e de homem. Naquele abraço ele disse que ele era seu, como nunca havia sido de outra, para ela e por ela, ele era único.

Quando ela se acalmou, tocou suavemente seu rosto e limpou suas lágrimas, beijou o topo de sua cabeça e sussurrou, “vamos pra casa”. Ele entrelaçou sua mão com a dela e caminharam para o lugar que chamavam de lar. Ele era dela. Ela era dele.

“Quando eu digo que te amo, não digo por força do habito. Eu falo isso pra te lembrar que você é a melhor coisa que aconteceu em minha vida...”

Acordaram no dia seguinte um nos braços do outro e para eles não havia melhor lugar. Durante aquela noite, enquanto Mac tocava doce e firmemente o corpo de Stella, ela teve a certeza de que havia encontrado um lugar pra chamar de seu, nos braços dele.

Stella o beijava intensamente, mostrando a ele tudo que ele estava mostrando a ela, toda a força do amor que ela sentia por aquele homem que era tudo em sua vida, que estaria ali pra ela nos melhores e piores momentos. Sussurraram durante toda aquela noite de amor que não havia nada no mundo mais importante pra eles do que amor que sentiam, que se amavam acima de tudo e de qualquer coisa, os gemidos acompanhados de “eu te amo” davam a eles a certeza de que eles não precisavam mais duvidar de nada, se pertenciam, se amavam desesperadamente. Stella era o melhor de Mac e ele era o melhor dela.

“Um dos motivos pelo qual eu te amo é a segurança que você me trás. Pode ter certeza que ao teu lado, caminho até de olhos fechados...”

FIM



Notas finais do capítulo

As partes em negrito e itálico não são de minha autoria"

Comentários são sempre bem vindos, bjão!
Até breve.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Você é o melhor de mim" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.