A Chance For Love: 2ª Temporada escrita por Daniela Araujo


Capítulo 4
Capítulo 4 - Fim de Relacionamento




SEMANAS DEPOIS...

Algumas semanas já haviam se passado e a implicância de James com Mac só havia aumentado mais. Mac só conseguia ver a namorada pela janela de fora, onde ele ficava horas a observando e depois ia para casa como sempre fazia. Ele mandava flores todos os dias e às vezes entrava escondido no quarto dela, quando James não estava por perto.

Stella havia recebido alta e estava se arrumando para que pudesse ir para casa. Ela terminou de se vestir e retornou ao quarto, onde encontrou Mac escorado na porta a olhando.

STELLA: Oi. – sorriu.

MAC: Oi. – sorriu de volta.

STELLA: Está muito tempo aqui? – perguntou o olhando.

MAC: Não muito, eu posso entrar?

STELLA: Claro que pode, sabe que não precisava perguntar.

MAC: Eu sei, só queria ser um cavalheiro. – disse entrando.

STELLA: Você é um grande cavalheiro que está usando sua armadura e montado em seu cavalo branco, indo salvar a princesa que está presa na torre. – sorriu o olhando.

MAC: Você não acredita nessa história de contos de fadas, acredita? Isso é uma grande bobagem. – sorriu se aproximando dela.

STELLA: Foi o único jeito que encontrei para fazer você sorrir, meu amor.

MAC: Acho que conseguiu. – e acariciou o rosto dela.

Stella chegou mais perto de Mac e o abraçou forte que deu um leve beijo em seus cabelos, enquanto fechava os olhos.

STELLA: Você está tão distante de mim, amor. Aconteceu alguma coisa? Magoei-te? Fiz algo que você não gostou?

MAC: Não, meu amor. Você não fez nada, o problema sou eu. – e colocou o queixo na cabeça dela.

STELLA: Se estiver tentando terminar comigo, dizendo que você é o problema de tudo, isso não irá funcionar. É por causa do meu pai não é? Eu sei que ele não deixa você se aproximar de mim, minha mãe me contou tudo.

MAC: Só estou aqui com você, porque sua mãe saiu arrastando ele para comerem algo. Estou tentando chegar perto de você durante semanas e tudo o que consegui foi às escondidas, sempre que eu vinha estava dormindo ou fazendo exames. E eu não podia entrar, porque o seu pai nunca deixava. Só a sua mãe ou o seu irmão que me deixavam entrar para ficar com você. E era quando seu pai estava trabalhando. – e segurou as mãos dela.

STELLA: Eu não sabia amor. Porque não me contou?

MAC: Não tinha necessidade, são apenas besteiras. Ele me odeia, está escrito nos olhos dele quando me vê.

STELLA: Mesmo assim deveria ter me contado. – e acariciou o rosto dele.

MAC: Eu só queria saber como você estava. – a abraçou forte.

STELLA: Eu estou melhor, logo irei para casa.

MAC: Dom me disse que você irá viajar com ele para a Flórida.

STELLA: Vou passar as férias com ele.

MAC: E quando volta?

STELLA: Assim que iniciar as aulas na faculdade.

MAC: Que bom, fico feliz por você. – forçou um sorriso.

STELLA: Você não está feliz, não é?

MAC: Sim, estou. Só achei que nós íamos viajar juntos como nós havíamos combinado. Eu sei o que seu pai está tentando fazer, nos afastar.

STELLA: O quê? Claro que não. Eu decidi fazer essa viagem.

MAC: E porque não me contou sobre ela? Uma hora ou outra eu iria descobrir.

STELLA: Meu pai não tem nada haver com isso, a decisão foi minha.

MAC: Qual é? Acha que eu não sei? Dom me contou tudo o que houve, se você quer ir a essa viagem faça o que achar melhor. Mas nós sabemos que ele sugeriu essa viagem para tirá-la de perto de mim.

STELLA: Você está vendo coisas onde não existem, Mac.

MAC: Será mesmo?

STELLA: Mac...

MAC: Eu preciso ir trabalhar, nós conversamos depois. – disse saindo.

Stella respirou fundo e passou as mãos pelo rosto, quando viu o irmão entrando no quarto em que ela estava.

DOMINIC: Você sabe que ele tem razão não é? – a olhou.

STELLA: Do que está falando?

DOMINIC: Não se faça de boba, porque isso eu sei que você não é. Sabemos o real motivo de o papai ter insistido tanto nessa viagem.

STELLA: Para eu descansar, relaxar e sair um pouco da cidade, depois de tudo o que aconteceu comigo.

DOMINIC: Sério que você acredita mesmo nisso?

STELLA: Ele só está me protegendo e quer o meu bem.

DOMINIC: Vem cá, desde quando começou a proteger o papai e apoiar todas as decisões dele? Está na cara que ele inventou essa viagem para você se afastar do Mac, até a mamãe já percebeu isso.

STELLA: Estão loucos.

DOMINIC: Você sempre foi contra todas as atitudes do papai, sobre se meter na sua vida, dar opiniões sobre seus romances e namorados. E você está o deixando fazer isso novamente.

STELLA: Não estou não.

DOMINIC: Está sim, sabe como eu sei disso? Porque você acabou de deixar a única chance de você ser feliz ir embora, porque agiu que nem uma idiota com ele. E não venha me dizer que fez o que era certo, pois eu não caio nessa.

STELLA: Dom...

DOMINIC: O que mudou durante essas semanas? Desde que o papai chegou você ficou assim, não sei por quê. Você disse que o Mac estava distante, mas é você que está distante dele. Durante essas semanas você pelo menos perguntou se ele tinha vindo te visitar? Ele esteve aqui o tempo todo, eu tive que obriga-lo a ir para casa descansar. Quem você acha que mandava as flores? As cartas? Os bilhetes? As caixas de bombons? Foi ele, o único homem que te ama de verdade.

STELLA: Papai disse que ele nunca vinha e que eu tinha sido esquecida por ele, ou poderia estar com outra enquanto eu ficava nessa cama de hospital.

DOMINIC: E você acreditou? Mac ficou dia e noite nesse hospital, não saía para nada. Só quando tinha que ir trabalhar.

STELLA: Eu não sabia disso.

DOMINIC: Se você o ama de verdade igual diz amar, eu sugiro que mais tarde você vá atrás dele conversar com ele e lhe pedir desculpas.

Stella fechou os olhos e concordou com o irmão. Um tempo depois os pais de Stella retornaram ao quarto e eles foram embora para casa.

Xxxxxxxxxx

HORAS DEPOIS...

Mac estava esperando Stella na praça como haviam combinado. Stella chegou minutos depois e Mac levantou-se sorrindo e estava segurando uma flor na mão como sempre faziam quando se encontravam.

MAC: Oi amor. – sorriu caminhando até ela.

STELLA: Oi Mac. – sorriu.

MAC: Eu trouxe para você. – e lhe entregou uma flor.

STELLA: Obrigada. – sorriu pegando a flor.

MAC: Você está diferente, amor. Aconteceu alguma coisa?

STELLA: Não, amor. Está tudo bem. – disse nervosa.

MAC: O que aconteceu? Eu sei que está mentindo pra mim.

STELLA: Nós precisamos conversar. – e virou para olhá-lo.

MAC: Conversar? Sobre o quê? – perguntou.

STELLA: Nós dois.

MAC: Nós? Eu não estou entendendo.

STELLA: Acho melhor darmos um tempo.

MAC: Como assim? O que aconteceu nas últimas semanas? Você não me ama mais é isso? Por isso quer dar esse tempo? – a encheu de perguntas.

STELLA: Não é nada disso, Mac.

MAC: Então me explica, porque eu não estou conseguindo entender. Eu fiz alguma coisa com você? Magoei-te? Feri-te? Machuquei-te? Fiz-te sofrer? Fiz algo tão horrível que você não consegue mais olhar pra mim é isso?

STELLA: Você não fez nada comigo, Mac. Acho que seria incapaz de me machucar, você é doce demais para ferir alguém.

MAC: Então?

STELLA: Precisamos fazer isso, Mac. Não estou muito bem com tudo isso o que aconteceu tudo é novo pra mim ainda. Nunca imaginei que alguém algum dia tentaria me matar.

MAC: Nós podemos superar isso juntos, como sempre fizemos. Você me ajudou quando a minha mãe faleceu e eu posso ajuda-la.

STELLA: Não, Mac. Nós não podemos fazer isso e você sabe muito bem disso.

MAC: Eu não sei, Stella. Ultimamente você vem sendo muito fria comigo, falando coisas que jamais falaria ou faria e está tentando o máximo me deixar longe de você. Talvez o amor tenha acabado e tudo o que achei que você sentia por mim, nunca deve ter existido. – respirou fundo.

STELLA: Mac...

MAC: Faça o que você achar melhor, Stella. Se quiser terminar comigo, faça isso. Vá em frente, não vou impedir você. Quem sabe assim você se sinta melhor não é mesmo? – disse com lágrimas.

STELLA: Não chora, Mac. Isso me deixa em pedaços, não sabe como eu fico quando você fica desse jeito. – e se aproximou dele.

MAC: Não. Não quero que sinta pena de mim. – e levantou-se..._ Faça o que tiver que fazer Stella.

Stella aproximou-se de Mac e lhe entregou um envelope. Ele o abriu e olhou atentamente tudo o que havia dentro do pacote.

MAC: Isso é seu, deve ficar com eles. – a olhou.

STELLA: Eu não quero nada que venha de você, McKenna.

Mac arregalou os olhos e se afastou dela. Stella viu o que fez e se aproximou dele.

MAC: Não quero que se aproxime de mim, Stella. Acho que não temos mais nada para conversar. Faça a sua viagem para a Flórida, quem sabe você não encontre alguém melhor do que eu não é mesmo? Não sou o cara certo, você já esclareceu tudo para mim. Adeus, Stella. – e saiu.

STELLA: Adeus, Mac. – disse com lágrimas ao vê-lo indo embora.

Mac entrou no carro, respirou fundo, jogou o envelope no banco de trás e saiu em alta velocidade dali.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "A Chance For Love: 2ª Temporada" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.