Catherine escrita por Bia Barreto


Capítulo 20
O café


Notas iniciais do capítulo

Oi gente!!! Obrigada por estarem acompanhando minha fic, estou super feliz.
Está chegando ao fim...espero que amem o final!
Últimos capítulos....aguardem!!!



– Ah, claro...vou lhe dar. – diz Grissom saindo com Alice da sala

Grissom passa todos os contatos dos familiares de Nick para Alice. E diz :

– Me diga a verdade, ele corre risco de morte?

– Olha...corre sim. Esse tipo de ataque de caravelas normalmente causa bastante estrago, ele tá sentindo bastante dor. Já estramos com os remédios, precisava ser bem rápido...Não sei como ele conseguiu aguentar até agora sem eles, ela deve ter cuidado dele... – diz Alice

– Ela? – diz Grissom sem entender do que Dra. Alice falava

– Sim, a namorada... – diz Alice

Grissom parece não entender Alice e franze a testa

– A loira... – diz Alice completando apontando para sala

– Ela não é namorada dele – diz Grissom com um tom de voz sério, mas sem querer demonstrar

– Ah, desculpa, mas sei que ela gosta muito dele, deu pra ver e com certeza deve ter cuidado dele... – diz Alice

– Sim...ela cuida sim. – diz Grissom olhando pelo vidro para Catherine adormecida

– Fica lá com ela. Dr. Erik vem já falar com vocês...ele precisa se certificar que estabilizou o quadro do seu amigo. – diz Alice

– Obrigado – fala Grissom

Alice sorri e sai.

Grissom observa mais por alguns instantes Catherine e Warrick pelo vidro. Ele não acreditava que conseguiu encontra-los, as esperanças já estavam fugindo. Grissom sempre sentiu-se responsável por todos os seus CSI´s, pois além disso eram seus amigos, tinha um carinho enorme por todos, apesar de nunca demonstrar explicitamente, sempre cuidou de todos como pôde.

Grisssom entra na sala, onde eles estavam, e senta-se em uma cadeira entre os dois leitos de Catherine e Warrick. Os dois dormiam profundamente. Grissom apoia seus braços em sua perna e põe a mãos na cabeça, o que demonstra seu cansaço e alívio. Ele passa uns cinco minutos paralisado nessa posição, quando ouve passos entrando na sala.

– Hey Grissom – diz Greg entrando na sala junto de Sara

– Cadê o Nick? – diz Sara olhando para Catherine e Warrick que estavam adormecidos

– Ele... – diz Grissom sem conseguir completar, pois Greg o interrompe

– Ele está bem, não está?

– Greg, Nick está correndo risco de morte...uma caravela o pegou na praia onde estavam. – diz Grissom

– Deus! Praia? O quê? Conta isso direito pra a gente, Grissom...não sabemos de nada – diz Sara preocupada e inquieta

– Sentem-se. Estou exausto... – diz Grissom apontando para cadeiras próximas a dele

– O helicóptero caiu em uma praia, não sei bem como isso aconteceu. O Warrick me contou por cima, enquanto vínhamos para o hospital...parece que o piloto enfartou e eles tiveram de forçar pouso na praia, e nessa praia que Nick foi pego por uma caravela... – diz Grissom

– Não sei explicar tudo...não tivemos tempo de conversa. O Nick estava desmaiado quando os encontramos. Catherine em estado de choque e assustada...Warrick que ainda me contou algo. Foi tudo muito rápido. – completa Grissom

– Isso tá parecendo um filme – diz Greg

– Espero que termine com final feliz, Greg – diz Grissom

Sara estava calada, tentando digerir tudo que ouvira. Ela olhava para Warrick e Catherine, alternava o olhar de um para outro, sem parar

– Sara? – diz Greg

– Eu...Deus! Eles poderiam ter morrido... – diz Sara atônita

Nesse momento Dr.Erik entra na sala

– Senhores... – diz Dr.Erik olhando para todos

– Dr, como está o Nick? – pergunta Grissom se levantando. Greg e Sara fazem o mesmo

– Bom, iniciamos o tratamento para as queimaduras e dormência que ele tem. Controlamos a temperatura, a febre estava altíssima, já entrando em choque, quando o encontramos. Agora temos de esperar para ver como o organismo dele reage...já fizemos o que nos foi possível... – diz Dr. Erik com as feições sérias

– Deus! E eles? – diz Sara se referindo a Catherine e Warrick

– Dra. Alice me disse que o caso deles é só de descanso e alimentação...não correm nenhum risco. Está tudo bem com eles, podem ficar tranquilos. Logo eles despertaram e já terão alta – diz Dr.Erik

– Ainda bem – diz Greg aliviado sentando-se novamente

Sara o olha séria e ele se levanta no susto

– Com Nick estamos fazendo os controles do sintomas que ele tem sentido. Para o ataque da caravela, é isso que temos de fazer...vou voltar para lá. Qualquer problema contatem a Dra.Alice. – diz Dr.Erik

– Ah, e ela está acordando...acalme-a, ela estava muito nervosa. – diz Erik para Grissom, pois observou que Catherine começava a despertar

Grissom olha para Catherine, e ela estava se mexendo, como quem estava acordando

– Obrigado, Doutor. – diz Grissom apertando a mão do Dr.Erik

Após isso o Dr. Erik sai da sala.

– Podem buscar um café pra mim? – diz Grissom para Greg e Sara

– Ah, claro... – diz Greg já saindo da sala, mas percebe que Sara fica

– Sara? – Greg

Sara faz sinal de negação com a cabeça e sem nada falar, saí da sala

– Algum problema, Sara? – diz Greg após terem saído da sala onde estavam com Grissom, Catherine e Warrick

– Fica quieto, Greg! – diz Sara raivosa

– Ok... – diz Greg levantando os braços e caminhando

# Na sala#

Catherine abria os olhos devagar, abria e fechava novamente, e via as luzes do teto da sala como primeira visão desde que acordara. Ela se sentia meio tonta ainda, sua cabeça pesava, ela tenta levantar a cabeça, mas não consegue, continua parada olhando para as luzes do teto. Até que vira para o lado a cabeça e vê Grissom a olhando fixamente.

– Você... – murmura Catherine

– Os sedativos estão fortes em você ainda, Cath...era pra você acordar só daqui há um hora pelo menos, mas você sempre teimosa hein... – diz Grissom com um sorriso de canto de boca a observando carinhosamente

– Eu estou bastante tonta ainda...onde está o Nick? – pergunta Catherine

– Ele está sendo cuidado, Cath... – diz Grissom sem querer preocupa-la

– E o Warrick? – pergunta Catherine

– O seu colega de quarto? – diz Grissom olhando para Warrick deitado na cama ao lado de Catherine adormecido

Catherine vira o rosto, e seus olhos enchem de lágrimas, ela morde os lágrimas, uma característica sua, quando quer segurar o choro, mas nunca consegue, suas lágrimas caem pelo rosto e no travesseiro que a acomodava.

– Se não fossem eles eu não estaria aqui, Gil... – diz Catherine fechando os olhos enquanto as lágrimas caiam

– Eu sei, querida... – diz Grissom aproximando-se de Catherine, e passando as mãos em seus cabelos

Catherine se assusta com o gesto, era o mesmo Gil Grissom que ela conhecia? Grissom nunca fez nenhum gesto de carinho e afeto tão explícito com ela. Catherine o olha estranhando, ele percebe sua reação

– Desculpa... – diz Grissom sem graça

– Você nunca...é... – diz Catherine

Nesse momento, Sara e Greg entram na sala.

– O café – diz Sara entrando com o café na mão



Notas finais do capítulo

Comentem!!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Catherine" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.