I Hate or Love You? escrita por Zombieliar


Capítulo 14
Capítulo 13 - Pagamento


Notas iniciais do capítulo

Não me matem! Descul, desculpa e desculpa. Eu juro que tentei escrever esse capítulo a bastante tempo, mas gente, não deu. Eu realmente não gostei do que saiu, mas,,,, Vocês já esperaram demais. Amo vocês [=



UMA COISINHA

* O nome Brianna foi trocado por Katherine

* O NOME BRIANNA FOI TROCADO PARA KATHERINE

* o nome BRIANNA foi TROCADO para KATHERINE

* Brianna agora é KATHERINE

Só isso. Aproveitem...

Tudo aconteceu tão rápido.

Primeiro nossos lábios um contra o outro, o calor de sua língua invadindo minha boca, minhas mãos apertando seus ombros em uma tentativa de afastá-lo e ao mesmo tempo mante-lo comigo para sempre. Seus braços me envolveram e suas mãos apertavam minha cintura. Levei uma das mãos aos seus cabelos e os puxei de leve.

– Eu senti tanto a sua falta. - O moreno falou descendo os beijos e me dando tempo de recuperar o folêgo.

Seus beijos em meu pescoço me arrepiavam por completo. Puxei seu rosto para mim de novo enquanto Tyler me prensava contra a parede fria, colando totalmente nossos corpo.

Trocamos de posição e ele sorriu contra meus lábios quando eu arranhei suas costas. Cada toque um arrepio, uma lembrança e um aumento do desejo que eu sentia.

Então meu corpo foi arrancado dos seus braços e quando o vento gélido bateu contra mim e meu corpo se arrepiou senti falta de sua quentura.

Ele recebeu um soco e logo tratou de revidar.

Eu assistia a confusão, mas tudo que consegui fazer foi levar a mão aos meus lábios e tentar entender o que tinha acabado de acontecer. Eu o beijei. Meu deus foi tão bom. Eu gritava para mim mesmo enquanto minhas mãos aproveitavam o restante de seu gosto que havia em minha boca.

Como eu senti falta daquele perfume. Daquele viciante perfume. De tocar seus cabelos e de sentir seu corpo contra o meu.

– Parem com isso. - Uma voz feminina e autoritária ordenou, me acordando.

Jack e Tyler estavam parados se encarando com uma Katherine furiosa entre eles.

– Que porra foi essa? - Empurrou o peito de Jack.

– É isso que eu quero saber. - Olhou para mim.

– Que pena que não é da sua conta. - Revirei os olhos.

– Eu sou seu melhor amigo Thalia, se não for da minha conta é da conta de quem? - Cerrou os punhos. - Do Smith? - Rosnou.

– Não sabia que amigos costumavam abandonar suas amigas chorando. - Tyler falou com uma leve irritação na voz. - Você deveria cuidar dela.

– Eu cuido dela. - Deu de ombros.

– Não é o que parece. - Rebateu e senti que havia algo estranho naquela conversa.

– Pelo menos eu fiz melhor que você. - Jack parecia mais irritado que antes e Kat apertou seu braço.

– Você já foi melhor em controlar seu amiguinho Kat. - Tyler passou o dedo pelo lábio inferior, onde havia um pequeno corte, e sorriu malicioso.

Jack avançou em direção a Tyler que parecia pronto para brigar.

"Sempre implicante." Pensei.

Dessa vez quem entrou na frent de Jack fui eu.

– Então agora você defende esse ididota. - Apontou para Tyler.

– Pare de agir como uma criança. - Respondi cansada cruzando os braços. - Eu não estou defendendo ninguém. Não defendo pessoas erradas. - Me referi a Alice e ele parece ter entendido. - Só não quero brigas na minha casa. Se quiserem se matar, que se foda, mas fiquem fora da minha casa.

Me virei e encarei Tyler, o mesmo me lançou um olhar implorando para conversarmos, mas eu o ignorei. Entrei em casa e subi as escadas correndo. Bati minha porta com força e me joguei em seguida na cama.

Minha mente girava. Eu havia beijado ele e pior, tinha gostado. Tudo estava voltando. Todos os sentimentos que escondi por todo este tempo. Eu estava me apaixonando de novo.

– Por favor não. - Gritei contra o travesseiro.

Me sentei na cama tentando me recompor e dou de cara com Kat em minha sacada.

– Aaaaaah! - Gritei. - Meu deus você quer me matar? - Me aproximei e abria a porta de vidro.

– As vezes sim. - Ela sorri e me abraça. - Sinto muito. Ela não tinha o direito de falar do seu pai.

– Tudo bem. Você não iria conseguir ir contra ela. - Dei de ombros.

– O que? - Arregalou os olhos.

– Qual é Kat, eu te conheço. Você ama aquela garota.

– Assim como eu amo você e o Jack.

– Você sabe que não desse jeito.

– É, talvez. - Admitiu me fazendo sorrir.

Ela corou. Ai meu pai, a Kat é taõ fofa corada. Se acalma Thalia, se acalma.

Viu? você tem um motivo, mas Jack. Ela é só mais uma peguete dele e mesmo que não fosse ou o motivo fosse amizade ainda não faria sentido. Ela estava errada. - Suspirei.

– Talvez ele esteja realmente apaixonado. - Kat falou triste.

– É talvez. É só que... - Passei a mão pelo rosto nervosa. - Eu nem a reconheço mais, ela mudou tanto nessas férias.

– Eu só queria entender porque? - Deitou na cama e eu a acompanhei.

– É, algumas coisas simplesmente não tem explicação.

Mudamos de assunto e logo estavámos falando sobre Tyler. Contei a ela sobre nosso encontro na biblioteca, sobre a promessa e sobre o beijo. Falei que estava mal porque talvez estivesse voltando a gostar dele e diferente do que eu imaginava ela ficou animada.

Resolvemos fazer brigadeiro e assistir um filme. Vimos uma comédia romântica e choramos que nem duas condenadas. Acabamos dormindo no chão do quarto. Acordei no meio da noite e aquela vagaba estava roncando na minha cama.

– Nem pra me chamar sua vaca. - Dei uma travesseirada nela que me xingou de todos os palavrões que ela conhecia. Até que ela cansou e resolveu dormir, assim como eu.

***

Acordei mais cedo que meu alarme e me assustei com essa raridade. Levantei da cama e separei para Kat uma das mudas de roupa que ela tinha aqui em casa. Tomei um banho quente e fiz minha maquiagem básica. Acordei Katherine e escolhi uma roupa.

Quando o despertador finalmente tocou Kat estava no banho e eu pronta indo tomar café. Desci as escadas tranquila e me surpreendi ao ver quem estava na sala.

– O que você está fazendo aqui? - Engoli em seco.

Como é mesmo que se respira?



Notas finais do capítulo

Reviews?



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "I Hate or Love You?" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.