I Hate or Love You? escrita por Zombieliar


Capítulo 1
Capítulo 1 - Vadias


Notas iniciais do capítulo

Oi gente :)Essa é a minha primeira fic e eu havia desistido dela e excluido ela da minha antiga conta, mas agora eu resolvi voltar. Espero que os leitores novos gostem e comentem, né?!



– Mãe, eu já disse que não vou. Mas que merda, fecha essa janela – disse, cobrindo minha cabeça com o travesseiro enquanto minha mãe abria as janelas.

–Você não tem escolha, Thalia, é isso ou ser expulsa!

FLASHBACK ON

Era um lindo dia de primavera, e todos caminhavam felizes e... Porra nenhuma. Eram umas 9 da manhã, plena sexta feira, estava fazendo um calor mortal, e eu estava lá sentada em um sofá morrendo de fome e não podia comer ou voltar para cama porque tinha que ficar lá ouvindo (leiam fingindo) minha mãe resmungar algo sobre preguiça, bagunça, não aguentar mais, falar seu pai... Opa! Ela finalmente percebeu.

– THALIA GRACE, VOCÊ ESTÁ ME OUVINDO? - Ela disse, ou melhor, berrou.

– Sim, mãe.

– Ótimo, então vá se arrumar antes que se atrase para a escola. - eu também estava querendo saber pra quê ir na escola se as aulas começam só nove e meia.

Sério, a minha mãe não era do tipo paranoica e mandona, quer dizer, não desde que meus pais se separaram. Mas algumas vezes ela tem uma puta de uma TPM e desconta em quem? Em mim, é óbvio.

FLASHBACK OFF

Eu me chamo Thalia Grace, e não; não tem nada a ver com o filme do Percy Jackson. Tenho 16 anos e moro com minha mãe Megan, desde que meu pai Ryan se mudou para Londres. Eu não posso dizer que sou feia porque eu não sou, mas também não sou a garota mais linda do mundo – ou qualquer coisa perto disso. Eu tenho longos cabelos castanhos, um metro e sessenta e oito e grandes olhos claros; não tenho um corpão mas também não sou uma tábua. Tenho apenas 3 amigos – Jack, Katherine e Alice - e estou muito feliz com isso.

FLASHBACK ON

Eu corri - me arrastei - escada acima e terminei de fazer minhas necessidades matinais, vesti com muito ânimo - quem sentiu a ironia - a primeira roupa que eu vi pela frente, peguei alguns acessórios que estavam pela mesa e prendi meu cabelo em um coque estranho. Passei um rímel muito louco e percebi que estava atrasada, mas dane-se, porque como todos os pais dizem comer vem em primeiro lugar – só que não. Desci, tomei meu café lentamente - com aquela vontade de estudar - peguei meu skate e fui para a escola que era umas três quadras da minha casa.

XX

E lá estavam elas, minhas melhores e únicas amigas, Alice Evans e Katherine Heigl. Jack não viria naquele dia, já que era a primeira semana de aula e quase ninguém vem na primeira semana.

– Mas que merda, Thalia, estamos te esperando a séculos. Você por acaso se afogou na tigela de cereal? – Kat disse me tirando de meus pensamentos.

– Bom dia para você também - eu disse sorrindo da forma mais irritante possível.

– Bom dia Thalia - e lá estava a Alice.

– Ai, meu Deus, Alice, essa vaca atrasa todas nós e você ainda consegue ser legal com ela?! - E nesse exato momento nós nos entreolhamos e começos a rir como se alguém tivesse contado a piada mais engraçada do mundo - é, a gente sempre foi meio retardadas.

– Vamos - dissemos juntas.

Chegamos na sala e parecia que o mundo estava do nosso lado naquele dia -ou não - porque a professora ainda não havia chegado. Nos sentamos rapidamente. Eu fiquei no meio, Alice um pouco a minha frente e Kat ao fundo. E a aula começou. De que?! Eu realmente saberia se não tivesse uma idiota na minha frente cochichando com suas coleguinhas.

Hannah Grings, uma completa vadia, amada por seus clones e pelos garotos. Eu não poderia esperar qualquer coisa que nã fosse isso, já que ela tinha peitos do tamanho da minha cabeça.

– Será que vocês poderiam calar a boca? - eu pedi, na maior educação, e então ela falou a frase mais infantil do mundo.

– Vem calar, esquisita – e ela continuou a falar.

E eu, em um ato de muita maturidade (sou uma menina educada e madura) peguei meu estojo e taquei com toda a minha força querendo acertar na cara daquela mocinha, mas é claro que com a minha ótima mira - olha a ironia aí - eu errei o alvo e acertei em quem, adivinha??? Se você disse a professora, você acaba de ganhar uma bala.

– De quem é esse estojo? - ela literalmente berrou.

Que porcaria. Eu tinha mesmo que ter escrito "Pertence a Thalia Grace" em cada uma das minhas canetas???

– Sala da diretora, e depois - Hannah cantarolou a última palavra -Detençãããão.

Eu recolhi minhas coisas e saí enquanto Alice e Kat resmungavam algo para mim sem muito sucesso.

Mas o que eu recebi foi muito pior do que uma bosta de uma detenção.

FLASHBACK OFF

–Mãe eu já disse que não vou. Mas que merda, fecha essa janela – disse cobrindo minha cabeça com o travesseiro enquanto minha mãe abria as janelas.

Você não tem escolha, Thalia, é isso ou ser expulsa.

Grunhi um pouco antes de levantar e vestir qualquer coisa que não me fizesse parecer a Lindsay Lohan na cadeia.

Desci e minha mãe já havia ido trabalhar. Pensei seriamente em ficar em casa, mas aí lembrei que se quisesse entrar em alguma faculdade algum dia, não seria bom para meu currículo ter sido expulsa. Quase instintivamente, coloquei a mão do lado da cama pra pegar meu skate, mas lembrei que estava de castigo. Então peguei minha mochila e fui para a escola em pleno Sábado.



Notas finais do capítulo

Continuo ou desisto mesmo?



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "I Hate or Love You?" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.